• maio 2020
    S T Q Q S S D
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031

Da mutação a imunidade

Coronavirus, covid-19,novo coronavirus,sars-covi-2…Esses são alguns dos nomes  atribuídos ao vírus da pandemia. É com tudo estivesse obscuro para nós e essa mutação de nomes transfere para a mutação do vírus.

Isso nós leva novamente para a uma reflexão do que o demônio apoliom (o rei das epidemias do inferno) tem como meta final, ou seja, um vírus que irá atormentar e sem matar as pessoas por  5 meses. O seu tormento se assemelha a picada do escorpião.

“E tinham caudas semelhantes às dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era para danificar os homens por cinco meses.”  (Apocalipse 9 : 10)

Alguns dos sintomas da picada do escorpião são: Vermelhidão, dor intensa em vários locais, ardência, agulhadas, sudorese, dificuldade de respirar e náusea . O coronavirus começa sua mutação apresentando algum desses sintomas.

Por exemplo: Os dedos de COVID causam uma vermelhidão em alguns casos a pele se descasca e vira uma ferida, assemelhando a uma mordida. Isso leva para uma reflexão dos dentes de leão descritos em Apocalipse:

“E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões.”  (Apocalipse 9 : 8)

A cada dia, essa praga que está no mundo está demorando mais dias para manifestar. Recentemente, cientistas da China descobriram nas províncias de Jilin e Heilongjian um aumento no tempo  da manifestação dos sintomas. O vírus começa a afetar outros órgãos como o cérebro, rins e coração. Algumas pessoas começam a ter sintomas de náuseas.

A sudorese e a sensação de agulhadas (especialmente nas viras respiratórias) acontecem mais em pessoas que  trabalham na área de saúde. As máscaras apenas amenizam a situação e dependendo do tempo de exposição da carga viral o efeito pode passar em algumas horas ou adoecer de vez. A maioria dos hospitais preferem apenas afastar o funcionário por 10 ou 15 dias quando adoecem para não notificar.

E finalmente entramos na questão dos anticorpos. Toda essa manobra satânica tem como meta criar a imunidade para que a pessoa não morra no futuro, mas como o mega vírus ainda está sendo preparado, milhões de pessoas morrem e continuam morrendo pelo mundo.

https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-05-20/china-sees-signs-new-cluster-carries-virus-longer-than-in-wuhan?srnd=premium

O templo Bihar Sharif na Índia

O novo projeto do templo Bahá’i é algo deslumbrante! Será moldado com tijolos feitos do próprio local, caracterizando ainda mais a beleza rural da nova era.  O reino de “deus” na terra proposto pela ordem mundial de Baha’u’llah tem em seu topo uma sociedade com total consciência ambiental.

O projeto surgiu para ser um local de socorro em tempos  difíceis.. Um local onde as pessoas possam clamar o criador por proteção, especialmente na questão da saúde, isso devido a pandemia que estamos vivendo.

Ele não possui a forma da estrela de nove pontas. O peregrino e convidado a entrar no ambiente místico passando pelos nove arcos. E ali – somente ali – estará diante do amado em devoção. Um novo mundo, onde o  poder da unicidade de Baha’u’llah habitará nos corações, mas somente dos dignos da era vindoura:

“ …A todo momento se lhe apresenta um mundo admirável, uma nova criação, e ele passa de espanto a espanto, estupefato ante as obras do Senhor da Unicidade….” (Sete Vales, Baha’u’llah)

O Bahaismo é assim…doce na boca, mas amargo ao ventre quando analisamos do ponto de vista do Apocalipse. Para conquistar os corações e mentes, não foi usada a imagem da estrela de nove pontas nesse projeto, mas arcos que representam a seguinte passagem de Apocalipse:

“E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.”  (Apocalipse 6 : 2)

De fato, a promessa da vitória da economia divina de Baha’u’llah é assegurada no livro de Apocalipse,  através da sua futura economia divina (Apocalipse 13 : 17). Essa vitória está simbolizada pelos nove arcos que levam para o interior do templo ( é como se todo o templo fosse formado pelo número 9). Os arcos também representam uma sincronia com as instituições Bahá’is que estão em Haifa-Israel.

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2008/12/30/o-projeto-arco/

Temos aqui o número de Baha’u’llah nos arcos e o seu nome oculto que é a Glória de DEUS, podendo variar conforme o idioma do país. A imagem fica descartada para um outro evento no qual Baha’u’llah costuma se revelar através de sonhos, no caso da índia a sua imagem vem na forma de mandalas.

Outro agravante é a época que está sendo construída, justamente durante a atuação do demônio Apoliom fabricando suas  primeiras pandemias. Dessa forma, a busca pelo cristo cósmico está presente não só como socorro econômico para o mundo, mas também como proteção em nome da saúde global.

A cidade do futuro proposta por Baha’u’llah deve ser vista como meta final, mas que nunca se concretizará, pois o verdadeiro DEUS  e o verdadeiro cristo devastarão a Terra de todas formas possíveis como descrita no Apocalipse.

https://news.bahai.org/story/1421/

Como o fim das abelhas pode acabar com a humanidade

Charges na vida real

Mais de 12.000 mortos:

Pátria amada Brasil, mas somente para a “raça ariana bolsonarista”…

 

Sempre olhando para o futuro e para cima:

Grande é Alláh. Morte aos infiéis!

Atualizando para 12.000 mortes:

A “máscara” da besta

O uso das máscaras diante da  pandemia se assemelha ao futuro da humanidade em uma nova ordem mundial . No início, o seu uso estava limitado para as pessoas que estivessem doentes. Isso é muito usado no Japão e faz parte da cultura desse povo. Dessa forma, os japoneses conseguem rapidamente controlar uma epidemia local.

Mas a ética oportunista feita por políticos sujos e imundos  fez com que as máscaras se tornassem objeto de poder. Agora,  em muitos Estados, o seu uso é obrigatório. Antes esconder o rosto era crime e agora se tornou lei!

Longe dos políticos se preocuparem com  a população, tudo se tornou um mecanismo eleitoral. O slogan  publicitário é: Quanto mais severo eu for serei eleito! O governador de São Paulo usa muito essa estratégia e em seu slogan publicitário é:  “Governo do Estado de São Paulo – Governo sério! “ Dessa forma, ele pode fazer oposição ao governo federal devido a palhaçada que é, não que o seu governo seja diferente.

O resulto disso é que agora ninguém pode comprar ou vender se não estiver usando máscara.Ela não é a marca da besta, muito longe disso! Mas serve como condicionamento para o futuro da humanidade dentro da economia divina da ordem mundial de Baha’u’llah pelos seguintes motivos:

1) Foi imposta por amor: 

O slogan publicitário possui um coração usando máscara frases do tipo: quem ama usa e está espalhado em vários locais da cidade de São Paulo.

2) O amor se transformou em fanatismo:

– Uma pessoa vista na rua sem máscara, mesmo que esteja andando na rua sem qualquer aglomeração,  é considerada como uma traidora. Você saiu de casa sem máscara? Essa é uma frase usada por muitos na rua com uma indignação moderada. É como no futuro essa mesma pessoa ficasse indignada ao ver alguém sem a estrela de nove pontas na fronte da mão ou da testa.

-Coloque a máscara agora garoto! Grita um idoso indignado ao ver um jovem entrar no ônibus, embora ele esteja portando uma e já estava colocando,as o senhor idoso observa com seu olhar  de revolta até que o jovem esteja com o rosto coberto.

Mas o pior caso de  fanatismo é aquele homem  covarde que bate em uma mulher por ter tirado a máscara por alguns minutos. Isso aconteceu em Salvador e o ato de selvageria foi aprovado pelos usuários do ônibus. Só faltaram aplausos quanto o monstro chutou a mulher para fora do ônibus.

3) A falsa segurança

A ordem Mundial de Baha’u’llah promete para a humanidade um reino de paz e prosperidade na Terra através do seu sinal, nome e número do seu nome. As máscaras também fazem o mesmo. Os políticos e a imprensa criaram a idéia de quem estiver usando estará protegido e quem não usa é um traidor.

Ela deveria ser usada apenas por pessoas que estão com os sintomas, mas como os governantes se recusam a fazer o teste massivo na população para separar em dois grandes grupos, a epidemia continua se espalhando

Não temos a cultura do Japão em separar os grupos de pessoas devido aos péssimos políticos que chegam ao poder e o Brasil corre o risco de ser o maior exportador de pandemias do mundo por ter feito tudo errado! Não acabaram com as favelas, não criaram políticas de proteção ao trabalhador..em fim, todos os governantes não viram as pessoas como potencial de ser algo ou alguém que mereça uma vida digna.

E assim, o governo coloca  máscaras nas pessoas, porém não tira a sua coberta de hipocrisia, mentira, corrupção e  ganância.

A próxima epidemia

 “Mas pode ser que a covid-19 não seja a pandemia mais grave a atingir a humanidade nos próximos anos. “Acho que a pandemia do novo coronavírus está mais para um ensaio geral da big one (a maior, ou a grande pandemia), essa sim uma pandemia que pode matar bilhões”, diz Eduardo Massad.”

O estudo de Massad apresentado na entrevista da BBC  também fala da alta taxa de mutação e das cepas zoonóticas. Essas cepas são responsáveis por transmitir o vírus presente em animais para o ser humano.

Esse estudo científico vai de encontro com as profecias de Apocalipse 9. Primeiramente, temos o demônio Apoliom , o rei infernal das epidemias. Embora sua “obra prima” seja uma praga não letal e que atormentará as pessoas por 5 mêses , nada impede que durante o processo milhares de pessoas morram pelo mundo com pandemias semelhantes ao coronavirus.

Esse é o cenário do coronavirus atualmente. Diante de toda a simbologia usada pelo Apóstolo João, essa praga preenche dois requisitos. O primeiro a coroa e o segundo a fumaça do poço de abismo . Ora,  segundo animações feitas pela  China e o NY Times, esse vírus cria uma espécie de  “neblina invisível “ e quando pessoas se aglomeram ocorre a transmissão . Como ainda não são os gafanhotos que apenas atormentam, eles acabam matando as pessoas.

A morte de bilhões de pessoas como diz essa notícia fica para os próximos demônios que estão presos no Rio Eufrates. Aqui de fato temos o que ele chama de “big one”:

“A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates.”  (Apocalipse 9 : 14)

Esses demônios serão responsáveis pela redução populacional de bilhões de pessoas. Massad em seu estudo acredita que  morra 30% da população do planeta , ou seja, a terça parte dos homens:

“E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens.”  (Apocalipse 9 : 15)

A simbologia usada pelo Apóstolo João ainda não foi totalmente revelada, mas a causa da da morte dessas pessoas acontece através de animais, nesse caso cavalos, cobras e leões são utilizados na descrição. É algo um pouco obscuro ainda, mas nos leva para as diversidade de capas zoonóticas  descritas pelo pesquisador.

Se no mundo material o coronavirus está em todos os lugares, a saber: Política, religião, economia, educação  e entretenimento moderno (fofoquinha de famosos) , nada em impede que o coronavirus esteja presente na transição  entre o demônio  Apoliom e os quatro demônios que estão no rio Eufrates.

Tudo nos leva para  fim triste da humanidade, onde a Ordem Mundial do cristo cósmico Baha’u’llah surgirá para “salvar “ o mundo cheio de apostasias e epidemias. O scanner usado para medir a febre na atualidade parece mais o projeto da futura marca da besta sendo colocada e verificada na testa das pessoas.

Indo um pouco depois da pandemia do “big one”….Quando lemos o castigo de DEUS para os participantes da economia divina de Baha’u’llah a impressão que se tem é que procuraram refugio no deus errado:

“E por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram do Deus do céu; e não se arrependeram das suas obras.”  (Apocalipse 16 : 11)

As chagas descritas acima são algo que nos levam a pensar na  hipótese de que as pessoas do futuro também  tentarão se proteger usando a marca da besta como proteção  econômica, religiosa e de pandemias , mas DEUS enviará uma  praga  final como castigo e condenação eterna.

Referências:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-52389645

https://olhardigital.com.br/coronavirus/noticia/cientistas-alertam-para-linhagem-mais-contagiosa-do-coronavirus/100338

Problemas globais soluções globais

Resumo da notícia: “A OMS realiza nesta sexta-feira uma reunião de alto nível com alguns dos principais presidentes e lideranças mundiais para criar uma nova aliança internacional. A iniciativa visa acelerar a produção e distribuição de tratamentos para lidar com a pandemia e garantir a chegada de uma vacina no mercado em um tempo recorde, com um fundo de mais de R$ 45 bilhões.Mas o Brasil, que historicamente liderou o assunto de acesso a medicamentos, não participará com sua cúpula política e parte do governo sequer sabia do mega-evento…”

A ONU começou a usar como referência as profecias da Bíblia para se organizar antes de uma tragédia, porém o reajuste financeiro encontra-se nos ensinamentos do cristo cósmico Baha’u’llah:

“…Sexto, Bahá’u’lláh deixou princípios de orientação e ensinamentos para o reajustamento da economia (…) Este reajustamento da economia social é de suprema importância…” (Abdu’l’, Baha, A paz universal,  igreja batista, 1912)

Se o cristo cósmico já tivesse saído do abismo, a comunidade mundial, ou seja, o parlamento mundial, rapidamente faria uma assembléia para decidir o valor a ser usado em uma  pesquisa de vacina e também definiria o valor que cada país teria que contribuir.

Porém, como descrito no problema 1, o Brasil ficou de fora devido ao presidente maluco, alienado, tosco,estúpido  e ridículo que tem. Se a nova ordem mundial de Baha’u’llah estivesse em vigência isso não poderia acontecer. Todas as nações serão obrigadas a enviar o seu representante.

Mas o problema maior está na transferência desses recursos. A economia mundial precisa ser única. Assim que um problema global for votado o dinheiro já é transferido na hora e os cientistas já começam a trabalhar na tentativa de solucionar problemas.

Essa noticia permite ter uma idéia de como as bestas do Apocalipse vão trabalhar no futuro. A besta de dez chifres aciona rapidamente a transferência de recursos devido a sua velocidade. Em Apocalipse 13:2 temos a descrição dela que se assemelha ao leopardo isso acontece devido a sua rápida velocidade em solucionar problemas.

A  besta de 10 chifres apenas notificaria que será retirada da conta do Brasil um determinado valor. Como a economia estará totalmente centralizada no nome, sinal e número de letras do nome de Baha’u’llah (representando a besta do abismo) os país em espírito de unidade tomarão ciência pacificamente.

Mas antes mesmo de entrarem em consenso,  todas as coisas horríveis descritas no Apocalipse começarão a acontecer novamente, um ciclo de pandemias, terremotos,  fome (Mateus 24:7) e muitas coisas piores …

E onde estará boa parte dos líderes das igrejas…justamente no parlamento mundial votando através de um representante!

Referências:

https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2020/04/24/sem-brasil-oms-faz-mega-evento-com-lideres-mundiais-e-rebate-bolsonaro.htm

As séries de vampirismo e a na nova ordem mundial

Duas séries de tv feitas em tempos diferentes…Nó século 20 surgiu “Buffy  a caça vampiros”  e no século 21 a série “Van Helsing”. Essas duas séries  podem ser usadas como exemplos de que como chegamos ao abismo do mundo atual.

A série Buffy   narra a vida de Buffy Anne Summers (Sarah Michelle Gellar), uma estudante do ensino médio que foi escolhida pelo destino para lutar contra os vampiros e todas as forças das trevas. O chamado acontece  através de uma série de sonhos que Buffy tem. Ao saberem que a nova caçadora foi escolhida, um conselho de observadores designa  um observador  Rupert Giles (Anthony Stewart Head) para auxiliá-la  e treinar-la  em sua missão.

As caçadoras anteriores não vivem muito, mas o que faz Buffy ser especial e a amizade e o amor verdadeiro. Seus melhores amigos são Xander Harris (Nicholas Brendon) e Willow Rosenberg (Alyson Hannigan). Ela também possui uma mãe muito carinhosa Joyce Summers (Kristine Sutherland) e posteriormente uma irmã Dawn Summers (Michelle Trachtenberg).

Buffy  é sem dúvida a melhor série de vampiros de todos os tempos. Joss Whedon, autor da série, cria roteiros fantásticos envolvendo humor de altíssimo nível,  drama, comédia, suspense e ficção científica. Cada episódio se resolve em si mesmo e somente alguns possuem dois. A série é formada por atores iniciantes, mas de altíssimo nível tanto no elenco principal como no elenco recorrente. Em nenhum  dos 135 episódios  a série perde sua qualidade, algo muito raro de acontecer.

O mal é trabalhado na sua forma absoluta e da essência dessa abstração ele surge nas mais diversas formas.  Na sociedades secretas illuminatis, das bestas que tentam subir do abismo,  na transição da adolescência para a fase adulta, no diretor de escola carrasco, nos amores perdidos, nas ilusões, nas invejas, na conquista pelo poder, na política, no preconceito,  no namorado robô, no pastor que na verdade é um demônio,  na tecnologia, na feitiçaria nos amigos que morreram ou foram perdidos….A série vai muito além da caça aos vampiros e explora da identidade  dos personagens..

Sarah Michelle Gellar constrói uma personagem linda, fofa  e delicadinha. Sua voz fininha dá todo o ar de humor na série, pois as pessoas duvidam que aquele mocinha de estatura  pequena tenha tanto poder de luta. O amor pela personagem pode ser visto na quantidade de roupas que ela usa. É bem provável que Buffy usou mais de mil roupas durante toda a série.

Tudo essa qualidade artística se deve ao tipo de vida em 1997. Nesse período ainda estia a esperança de uma vida melhor. Os computadores apenas auxiliavam o ser humano. Existiam livros.  Nesse período as  pessoas acreditavam que um bom estudo era garantia de um bom emprego. A amizade do tipo olho no olho, as baladas com ótimas musicas no Bronze,  ponto de encontro dos jovens na série. Nenhuma decisão era tomada sem um estudo do caso pela equipe de Buffy na  biblioteca. O conhecimento e a pesquisa pela verdade também eram armas contra o mal.

Mas na medida em que aproximamos de 1999 a série começa inserir elementos da nova ordem mundial de Baha’u’llah. Vale lembrar que  nesse ano surgem as duas novas ordens mundiais. Do lado iluminista temos os atentados ao WTC e do lado Baháista temos o término da construção da cúpula do santuário de Báb, arauto da fé Bahá’i.

Nesse momento a série se entrega ao fim de toda forma de preconceito,um dos alicerces da ordem de Baha’’u’llah. Willow se torna uma poderosa feiticeira e lésbica. O feminismo é narrado em toda a sua essência e variação, especialmente no homossexualismo que se torna algo normal, mas isso não impede que a série continue muito bem feita.

No ano 2000 o mundo está em crise e Buffy não consegue terminar seus estudos na universidade, enfrentando dificuldades para sustentar a casa. Ela  perde todos os seus namorados, enfrenta a dor da morte, doenças e muitas outras adversidades. O grande amor da sua vida, o vampiro Angel é algo impossível de acontecer, pois Angel está condenado a virar um monstro diante do verdadeiro amor.

Nem mesmo na construção civil como ajudante de pedreiro  Buffy consegue uma vaga. Lá estão  os demônios fazendo ela perder o emprego! Devido as  dificuldades financeiras tem que trabalhar em empregos precários como em fast foods. Para piorar mora em um bairro desvalorizado  e nem pode vender sua casa que começa a cair aos pedaços. Existe todo esse drama, mas Buffy não perde o humor  sendo muito engraçada e fofa. Esse era o mundo no final do século 20 na vida real.

Em um dos episódios Buffy morre de forma sobre natural e Willow consegue fazer um feitiço para que ela volte, porém ela fica diferente e muito mais triste  por voltar para a Terra e  ver a decadência do mundo (2:30 do vídeo). Isso tudo vira um musical em uma ótima sátira do satanismo da Disney. Claro! O demônio dos musicais fica contente em saber que ela voltou para sofrer mais…

É na captura dessa pequena cena que nasce Van Helsing ou Vanessa Helsing a caçadora de vampiros do nosso tempo.Após sair do coma Van Helsing nasce em um mundo dominado por castas de vampiros,  uma alusão a política do mundo moderno. Os vampiros são divididos em categorias: 1) Os animais – pessoas pobres que andam de quatro patas como cachorros e 2) Líderes locais – Tal como prefeitos, governadores, traficantes  e políticos em geral vivem às custas da primeira classe.

Não existe amor, não existe esperança e muito menos amizade em Van Helsing. Viver é algo apenas do extinto humano primitivo, o que se transforma nas mais diversas cenas violentas. O mundo do matar ou morrer! Sua missão era transformar os vampiros novamente em humanos, ou seja, ela é uma espécie de vampira messiânica que veio trazer a luz.

A série é tão chata que possui apenas quatro temporadas e atriz principal vai desaparecendo aos poucos até sumir de vez. Parece ter sido inspirada em filmes como o massacre da serra elétrica, pois Vanessa não para de cortar cabeças. Ódio, sangue….muito sangue e violência.  Não existe motivo algum para rir…

Hoje vivemos essa realidade. Tudo indica (e isso biblicamente falando) que estamos condenados a vier em um ciclo de epidemias, fome e terremotos. Não existe amizade e apenas a sobrevivência egoísta. As pessoas se tornaram impacientes e cheias de sabedoria em si mesmas.

Basta iniciar qualquer diálogo que as frases ditas são : “eu sei” ou “eu sei você já disse isso”. Como o locutor fosse obrigado a saber tudo que o receptor pensa. Bom dia? Nem se atreva a falar essa frase. Nada de abraços, beijos e fique distante! Infelizmente essa é a era do imediatismo. A tecnologia que iria unir o povo serve apenas para rastrear e futuramente punir quem se opor a moda do políticamente correto.  A miséria gerada trata as pessoas pobres como animais de quatro patas da série Van Helsing.

Saímos  de um mundo de amizade, esperança e amor em Buffy para essa verdadeira desgraça instalada no século 21. Vanessa não salva o mundo e fica presa nas trevas, dessa forma uma vampira  da elite começa a governar os Estados Unidos, estabelecendo uma nova ordem mundial do caos  entre vampiros opressores e vampiros oprimidos condenados a viverem em seu estado mais animal. A violência e a morte são apresentadas como entretenimento ao povo, tal como em Van Helsing.

Com o caos instalado e os vampiroes reais (ênfase para políticos ) para nos devorarem! Essa é a nossa vida nos dias atuais e o mundo continuará na sua decadência até que chegue o dia, ano e hora para a manifestação de Baha’u’llah e sua economia divina para promover os ajustes necessários:

“A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá.”  (Apocalipse 17 : 8)