• dezembro 2016
    S T Q Q S S D
    « nov    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  

O espírito do natal

natal

Globalização x mundialização

Chegamos a mais um fim de ano e sem grandes esperanças ou perspectivas…Fomos alimentados com o pão da angustia e a água da aflição observando as notícias do dia a dia, onde nada – praticamente nada – aconteceu de bom em 2016. Muitos já desistiram de escrever sobre os fatos.

Em termos globais, os EUA e seus aliados da OTAN continuam devastando países que não aceitam seu modo de governança capitalista. Já os países que aceitaram estão colocando em prática o plano de austeridade aos povos de várias nações. Essa é a evolução do iluminismo filosófico para o fascismo neoliberal da atualidade.

No Brasil temos a PEC dos bancos, onde pretende-se desviar a arrecadação para o sistema de juros, destruindo todo o sistema de saúde e educação. Também tentam de todas as formas acabar com o direito de aposentadoria. Nesse caso impondo regras cada vez mais pesadas e impossíveis que garantam a morte precoce apenas do trabalhador comum.

Porém, no capital a crise é cíclica e sabemos que nenhuma dessas medidas trarão um pouco paz ou qualquer tipo de crescimento a não ser para o sistema corrupto da política brasileira. Tornou-se impossível acompanhar qualquer jornal devido a saturação dos fatos corruptos na política.

Em síntese, esse é o cenário da globalização que agora entrará no estágio de protecionismo”global, especialmente nos EUA com o seu novo presidente. Não sei quanto tempo irá demorar para chegar a profundidade do caos e decadência. Blocos econômicos? O EURO caminha para o abismo e o mesmo com os demais…

É nesse cenário pré-apocalíptico que vai evoluindo para o surgimento da idade de ferro, os dentes do animal apocalíptico (Apocalipse 13:1) para estabelecer à força a Ordem Mundial de Baha’u’llah devorando muita gente no mundo. Claro em nome da mundialização da unidade da diversidade, porém ele dorme tranqüilo no abismo da morte e só DEUS sabe quando chegará a sua hora de sair.

Triste realidade! O lema maçônico do caos e ordem estão representados nesse contexto e infelizmente será isso que acompanharemos daqui para frente. Isso se DEUS permitir que muitos de nós consiga viver no meio de tanto sofrimento futuro.

“Os meus olhos desfalecem pela tua palavra; entrementes dizia: Quando me consolarás tu?” (Salmos 119 : 82)

A face oculta do Black Friday

mad-max

A foto acima foi retirada do filme Mad Max Estrada da Fúria. Em um mundo devastado, um tirano com o rosto todo deformado reina na terra morando no topo da montanha. O seu lar tem de tudo…várias concubinas, água em abundância e todos os luxos possíveis, ou seja, homens e mulheres ao seu dispor, porém a população sofre muito e pouco resta de esperança ou sentido na vida. Na cena em questão, o grande líder deformado resolveu abrir as comportas do seu estoque de água para que os miseráveis tivessem um momento de refrigério do calor em um balde ou bacia. Vale lembrar que isso somente em casos raros acontecia.

O espírito do Black Friday é o mesmo. A elite burguesa mundial que está aliada ao governo exploram e roubam o trabalhador. O governo tirando o poder aquisitivo do povo e os donos do capital aumentam os preços de forma injusta e desonesta. Mas em um ato de “misericórdia” apenas alguns empresários resolvem praticar os preços corretos nessa data. Água para o povo…

E os que possuem poder sobre nós? Não são deformados? Vejamos o estilo presidencial em que as massas mundiais votam: Homens velhos e deformados casados com mulheres muito mais jovens e bonitas que mais parecem cuidadoras de idosos…Não vivem no luxo ou penas acumulam riquezas roubadas para si? Faltaria tempo para escrever da prostituição de dançarinas dos programas insuportáveis de auditório. Muitas delas são servidas na forma cardápios para políticos podres e imundos.

Ora, trata-se aqui do fascismo neoliberal sendo implantado e conta com o apoio da grande mídia. Nesse caso na forma de dados estatísticos dizendo que no ano de 2016 venderam mais que em 2015. Triste realidade! Para o governo essa data serve como reforço da teoria econômica de que o consumidor possui um poder insaciável de compra, por isso compete ao governante limitar os salários, especialmente dos mais pobres.

O Black Friday também anuncia os rumos para o futuro das profecias bíblicas, onde no final dos tempos as pessoas vão estar entretidas comprando:

“Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam;” (Lucas 17 : 28)

https://canaltech.com.br/noticia/e-commerce/black-friday-2016-teve-faturamento-de-r-19-bilhao-84841/

Planeta 9 e o fim do mundo

planeta-9

Já faz algum tempo em que a comunidade científica mudou o nome do Planeta X para Planeta 9, porém ele ainda continua em estágio hipotético e como incógnita. A lenda criada nele remete para o fim do universo , ou seja, um planeta sugador de tudo que existe no espaço. Nada comprovado, mas a nova hipótese criada pelo Dr Veras abre passagem para a ordem mundial de Baha’u’llah regida pelo mesmo número.

“29. Dize: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso…” (Kitab-i-aqdas- Baha’u’llah)

Agora vejamos o pensamento do Dr veras:

“…Mas é bom que se frise: São conjecturas e hipóteses e, ainda que todas se provem corretas – incluindo a existência do Planeta Nove -, os efeitos só se farão sentir depois que a vida na Terra já tiver sido extinta há muito tempo, de morte natural, por assim dizer….” (professor Dimitri Veras)

Fé x Razão. A teoria cientifica nesse caso vai contra as profecias, pois durante a destruição do espaço descrita em Apocalipse 6:13, quando as estrelas do céu caírem na terra, ainda teremos humanos por aqui que vão fugir para as montanhas e cavernas (Apocalipse 6:15).

A   teoria do Dr Veras – bem como a comunidade científica em sua grande maioria- não serve para a fé cristã, porém encontra-se um amplo espaço para ser utilizada na fé Bahá’i. Ora, tal teoria nos leva a crer em “relaxar”, pois o fim do mundo só acontecerá daqui milhões de anos. Sendo assim, temos tempo de sobra para transformar a terra em um paraíso. Um lar esotérico para as mais diversas religiões que estão envolvidas no abrangente abraço do cristo cósmico e lutando pelas suas causas, mesmo diante desse retrocesso protecionista que assistimos.

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=planeta-nove-trazer-final-tragico-sistema-solar&id=010130161011

O nome de blasfêmia

inwo-messiah“E EU pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.” (Apocalipse 13 : 1)

Nesse estudo vamos analisar a ultima frase do versículo acima que diz: “e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia”. Primeiramente, observamos que o nome de blasfêmia está apenas sobre as cabeças da besta que são sete. Isso acontece por elas representarem o poder espiritual desse futuro reino das trevas, pois o oitavo rei que é a besta do abismo vem dessa sequência das sete cabeças, sendo o nome do oitavo rei o nome de blasfêmia, como descrito em Apocalipse 17.

Ele não é uma das sete, mas a oitava. Um grande problema para a interpretação da bíblia está nas suas traduções. Nesse caso, estamos nos referindo ao versículo de Apocalipse 17:11. Vejamos as principais:

NTLH – E o monstro que já esteve vivo, mas que agora não vive mais, é o oitavo rei, que faz parte dos primeiros sete e que vai ser destruído.

ARA – E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.

ARC – E a besta, que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.

TB – A besta que era, e que já não é, é também o oitavo rei e é um dos sete; e vai-se para a perdição

Nesse caso, o nosso dilema está em: 1) NTLH:“ que faz parte dos primeiros sete”; 2) ARA: “ e procede dos sete”;3) ARC: “ e é dos sete” e 4) “e é um dos sete”.

Vamos começar pela análise dos verbos e suas ações. Dessa forma temos: “ o fazer”, o “proceder “e o “ser” que também pode ser interpretado como o “é”.

A questão do “fazer”- Quando refletimos no fazer (faz parte dos primeiros sete) a tradução perde o sentido voltando ao tempo passado, porém o livro de Apocalipse avança para o futuro onde temos o oitavo rei. Por isso a ação deveria estar no passado. Dessa forma temos o emprego errado na tradução.

A questão do “ser” – O erro na tradução é semelhante, porém agora projeta a ação para o tempo presente. Isso fez com que os adventistas sustentassem a teoria dos papas que já caiu por terra com a chegada do Papa Francisco. O mesmo poderia acontecer com qualquer aglomeração formada por sete no cenário global.

A questão do proceder. Aqui temos a tradução que se encaixa de forma correta. Observe que temos o substantivo que qualifica a ação quando se usa “procede dos sete”. A procedência está relacionada a geração , descendência e ao seguir adiante dessa mesma geração. É por isso que o oitavo rei – é o oitavo- e não volta a contagem para uma das sete cabeças anteriores. Trata-se de uma espécie de evolução espiritual. É o substantivo que leva a ação do verbo nessa tradução. Já nas outras o que acontece é o contrário, por isso temos o erro.

Esclarecido que o nome de blasfêmia pesa no oitavo rei, vamos avançar para a ação da blasfêmia. Afinal, o que é essa blasfêmia? O versículo abaixo nos dá uma luz de entendimento:

“Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.” (João 10 : 33)

Os líderes do judaísmo da época de Cristo não entenderam nada da sua mensagem. Nos versículos anteriores dessa passagem, JESUS se apresenta como o filho de DEUS, ou seja, aquele que veio trazer a mensagem da salvação para a humanidade.

Em João 1:14 temos: “ E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” Ora, o que se conclui ? O Apóstolo João nos descreve que a Glória do Cristo que veio da Glória de DEUS. Eis aqui o nome de Blasfêmia, ou seja, o nome de blasfêmia é o mesmo para as sete cabeças. Dessa forma, temos mensageiros de DEUS, porém só JESUS é o verdadeiro.

Acaso Maomé para o islã não é o profeta mensageiro? Moises para o judaísmo que usa apenas o velho testamento e até os dias de hoje vivem embaixo da lei? O mesmo para os grandes fundadores de religiões.

Agora vamos imaginar um cenário futuro de uma igreja, pode ser a IURD mesmo. Um belo dia os membros e o grande líder (o bispo abortista) são envolvidos por um êxtase mítico global que está no judaísmo e no islamismo. Pessoas eufóricas gritando e dizendo : É a glória de DEUS!! UHUUU!!! SHARABATANA MAIASSAI RAGAMASIKA!! E assim, cada um com um dom mais bizarro que o outro. Você caro leitor não sentiu nada e está dentro da IURD e sussurra dizendo: Isso aí é a glória do diabo! Um obreiro que na verdade é um segurança armado lhe dá uma coronhada e lhe chuta para fora do grande templo de Salomão. Qual foi a alegação? Que você blasfemou!

É impossível nesse momento não fazer um comparativo com Baha’u’llah e sua revelação progressiva, pois seu nome em português é a Glória de DEUS. Tal como descrito nas escrituras, ele cria a revelação progressiva com sete manifestantes anteriores a ele, sendo ele a oitava e última manifestação de “deus”. Mais uma vez deixo esse texto como provocação acompanhado do link abaixo para pesquisa:

https://estudosdafe.wordpress.com/2009/01/03/a-revelacao-progressiva/

Visão de Bahá’u’lláh do futuro

baha2O texto abaixo foi retirado de um site Bahá’i para que possamos entender melhor a transição da nova ordem mundial. Sintetizando-o temos aqui a justificativa da turbulência que estamos passado causada em especial pelo iluminismo americano na forma de austeridade. Isso, segundo eles, faz parte da transição para a nova ordem mundial de Baha’u’llah. Uma ordem que promete renovação global e passa fundamentalmente pela transformação ou mutação espiritual que acontecerá em um futuro próximo em toda a Terra. Qualquer coincidência com Apocalipse 13 : 8 não é por acaso…

Bahá’ís compreendem que as mudanças dramáticas e as transformações que temos testemunhado ao longo do século passado e que continuamos a ver – foram iniciadas pela vinda de um novo Mensageiro de Deus e influenciado pela luz de uma nova Revelação.

Alguns anos atrás, a frase “nova ordem mundial” de repente e dramaticamente re-entrou no vocabulário popular do mundo. Em 1988, o presidente soviético, Mikhail Gorbachev, falou nas Nações Unidas da necessidade de procurar “um consenso humano universal” à medida em que a humanidade avança em direção a uma “nova ordem mundial”. Em 1990, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, aproveitou o termo para descrever o novo nível de cooperação pós-guerra fria entre as nações – e especialmente com a ação das Nações Unidas contra a agressão no Golfo Pérsico.

Desde então, a frase ganhou notoriedade entre acadêmicos, jornalistas e líderes mundiais. O termo veio para enquadrar a discussão sobre como a próxima fase da vida social e política do nosso planeta poderia ser melhor organizada.

No entanto, para toda a discussão, a nova ordem mundial permanece sem definição real. Seu amanhecer é aparente; Seus detalhes, no entanto, são apenas adivinhados.

Para os bahá’ís, o termo “nova ordem mundial” tem um significado especial e claro. Há mais de 100 anos, Bahá’u’lláh invocou a frase para categorizar uma futura série de mudanças importantes na vida política, social e religiosa do mundo. “Os sinais de convulsões e caos iminentes agora podem ser discernidos, na medida em que a Ordem predominante parece ser lamentavelmente defeituosa”, escreveu ele. “Logo a ordem atual será enrolada e uma nova se espalhará em seu lugar”.

Os bahá’ís compreendem que as mudanças dramáticas e as transformações que assistimos ao longo do século passado – e que continuamos a ver – foram iniciadas pela vinda de um novo Mensageiro de Deus e influenciadas pela luz quebrantada de uma nova Revelação . Isso pode parecer um salto dramático de fé. No entanto, se Deus existe e Seu representante andou a Terra um século atrás, o efeito, obviamente, teria se estendido muito além do horizonte de Sua presença imediata.

Assim, para os bahá’ís, a idéia de uma nova ordem mundial abrange algo muito mais do que uma mera reorganização política, a proclamação visionária de alguns líderes mundiais ou a construção legalista de alguns acadêmicos. Em vez disso, é esse “maravilhoso Sistema” delineado por Bahá’u’lláh que representa a plena implementação de Seus princípios e ensinamentos. A nova ordem mundial, como a própria Fé Bahá’í, abrange toda a gama de atividades humanas, do mundo social e político às relações cotidianas em nossas vidas culturais, espirituais, econômicas e comunitárias. Trata-se de uma reordenação interna e externa.

Esta grande visão é pela qual os bahá’ís tanto trabalham. É, em essência, o cumprimento da visão estabelecida por Isaías na Bíblia, do tempo em que as nações “baterão suas espadas em arados e suas lanças em podadeiras … e não aprenderão mais a guerra”. É o que os cristãos têm orado por ao longo dos séculos quando recitam a Oração do Senhor, testemunhando a vinda do Reino de Deus: “Tua vontade seja feita na terra como no céu.”

É a intenção da promessa islâmica que a luz da justiça de Deus um dia quebrará sobre a terra inteira e “Tu não verás nela cavidades ou colinas em ascensão”.

As sementes dessa transição histórica podem ser vistas hoje nas mudanças e transformações que anunciam esta nova ordem mundial. O surgimento dessa ordem pode ser visto de milhares de maneiras: a tendência de um século para uma maior igualdade entre mulheres e minorias; Na tendência centenária em direção a uma maior justiça econômica e à eliminação das diferenças tradicionalmente vastas sobre a riqueza e a classe; E na tendência de um século para a interdependência global.

Bahá’u’lláh previu todas essas tendências. Ele falou da transformação iminente da humanidade e promulgou um quadro de princípios e ordenanças que poderiam promover o progresso social nesta nova era.

Muitos visionários hoje promovem princípios e idéias semelhantes; De fato, como observado anteriormente, os ensinamentos sociais de Bahá’u’lláh se tornaram, em muitos aspectos, sinônimos da definição moderna de uma sociedade progressista.

No entanto, a promulgação de uma nova ideologia social por si só não é suficiente para transformar o mundo e trazer a nova ordem mundial – como o colapso do comunismo mostrou.

A nova ordem mundial só pode ser construída sobre a profunda compreensão da realidade espiritual da humanidade – uma realidade que está na própria essência de nossos seres.

É o mundo espiritual que é a fonte dessas qualidades humanas que geram unidade e harmonia, que levam à percepção e compreensão, e que tornam possíveis empreendimentos cooperativos. Entre essas qualidades estão amor, coragem, visão, auto-sacrifício e humildade. Essencialmente de natureza espiritual, essas qualidades formam o fundamento invisível, porém essencial, da sociedade humana.

Ao considerar a conexão entre as qualidades espirituais e o desenvolvimento social, é útil recordar como os anteriores grandes professores religiosos do mundo guiaram a humanidade no passado. O código moral dos Dez Mandamentos é Regra de Ouro – ambos os quais encontram sua expressão em quase todas as tradições religiosas, exemplificam esses ensinamentos religiosos e servem tanto como diretrizes éticas quanto como uma convocação espiritual. Eles permearam a consciência humana e reestruturado culturas em todos os lugares. Mesmo para os não-crentes, o valor de tais ensinamentos é evidente.

No passado, esses ensinamentos espirituais têm se preocupado principalmente com ações individuais – ou com a harmonia de grupos relativamente pequenos de pessoas. A preocupação moral também se concentrou principalmente no comportamento individual: não roube; não minta; Ame seu próximo.

Hoje, nossa compreensão da espiritualidade deve abranger não apenas a vida pessoal e coletiva, mas também o progresso coletivo da humanidade como um todo. De fato, é somente porque a raça humana finalmente entrou em sua idade de maturidade que as profecias seculares de uma era de paz e justiça podem agora ser cumpridas.

A mensagem essencial de Bahá’u’lláh é o chamado à unidade; Seu público, o mundo inteiro: “Deixe sua visão ser abrangente do mundo, ao invés de confinado a si mesmo.” Um século depois de Sua passagem, esta convocação começou a tomar forma visível em uma comunidade que representa um microcosmo da própria raça humana, e que se estabelece em todos os cantos do globo.

O surgimento da comunidade bahá’í oferece evidências persuasivas de que a humanidade, em toda sua diversidade, pode aprender a viver e trabalhar como um único povo em uma pátria global. Representa, também, um argumento convincente para o exame sério e desapaixonado das reivindicações da figura extraordinária cujo o espírito criou e sustenta-o.

http://www.bahai.com/thebahais/pg73.htm

A era Trump

charge-trumpNo dia 09/11/16 consolidou a vitória do bilionário Trump, um tipo exemplar da elite burguesa dominante que corresponde a menos de 1% da população. Pela data  e suas palavras já se pode esperar o que vem pela frente, ou seja, a tentativa de enterrar a Ordem Mundial de Baha’u’llah para que os interesses iluministas e neoliberais prevaleçam não só na América, mas no mundo inteiro com suas medidas de austeridade (crueldade) aos povos, pois o onze está na frente do nove nessa sinalização ocultista. Isso é tão estranho como a vitória dele, pois parece algo invertido.

Ora…Qual governante não sonha em ver seu povo oprimido e controlado? Seja Russo, Chines ou qualquer outro…No caso do Brasil temos até uma nova dupla sertaneja: Bilionário e João Rico (alusão ao atual prefeito de Sampa). Observe que essa tendência global virou moda, pois os eleitores preferem pessoas ricas que não se importam com ninguém para a política.

O caráter de um governante cruel é facilmente percebido através de seus relacionamentos pessoais. Tal como o Temer do Brasil, Trump também gosta de mulheres jovens e muito bonitas. A preferência é por modelo ou mis. Ora, o papel da mulher nesse tipo de ditadura neoliberal não passa de um objeto para ser exibido pela mídia.

Isso é algo como o prêmio máximo do capital (dinheiro e mulher) que também pode ser visto nos relacionamento de artistas famosos e jogadores de futebol, ambos fabricados pela mídia globalista. As coisas pioram quando um homem sem moral ou caráter fica no controle de uma nação para implantar modificações ética/moral na sociedade. Justamente essa falta de moral é a causa a revolta nos povos.

O princípios de Baha’u’llah em geral são praticados mais pelos democratas americanos. E agora como se iniciou mais uma era republicana, os nossos amigos baháis podem esquecer, pois o que for possível ser feito ao contrário dos princípios de Baha’u’llah será. Trump já deu seu recado ao ofender mulheres : Segundo ele ao completar 35 anos devem ser descartadas) , negros e imigrantes. Também tem a questão da economia verde, um dos pilares da ordem mundial de Baha’u’llah que ele mandou para o espaço.

Esse caráter ofensivo surge devido a realidade oprimida do seu caráter, pois ele sabe que é um pimentão vermelho, velho e feio. Claro, não conquistaria jamais mulheres tão belas sem o seu dinheiro. O resultado…descontam seu ódio no povo.A mesma coisa serve para o atual presidente do Brasil busca o prazer na prática da austeridade nos pobres, especialmente aposentadoria e outros direitos trabalhistas. O importante para eles é transformar o mal e bem e convencer a população que o bem é cruel criando a síndrome do comunismo.

Entende-se por “síndrome do comunismo” a prática neoliberal de divulgar que qualquer direito justo dado ao povo como um ato social, consequentemente socialista, sendo que são coisas diferentes, por exemplo: Temer ficaria muito feliz em destruir o sistema único de saúde ( SUS) para criar vários convênios supostamente populares.

Talvez o bahaismo tente mudar a estratégia dificultando empréstimos pelo Banco Mundial para as nações que não cooperam com a unidade da diversidade. Se vão aceitar de boa esse chute no traseiro ou não só o tempo dirá, mas o que vem pela frente é muita tribulação e angustia. Os dentes do quarto anima Apocalíptico ainda não apareceram, mas essa etapa da agenda da nova ordem mundial iluminista já se prepara para afiar os seus dentes de ferro.

 

Referência:

O que pensa Trump: 30 propostas e declarações polêmicas do presidente eleito dos EUA

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-37921156

“Espiritualizando” o fascismo neoliberal brasileiro

Talvez a pergunta mais importante para o fascismo neoliberal brasileiro seja: Como convencer a população em aceitar cada vez mais medidas de austeridades de forma pacífica?

Austeridade pode e deve ser entendida como sinônimo de maldade, pois seu objetivo principal nunca foi acabar com a crise econômica, algo que é cíclico, mas sustentar o sistema rentista e financeiro do capital sacrificando a vida do povo. Os males são bem conhecidos como: fim do aumento de salário, fim de férias, Aposentadoria, corte de verbas fundamentais, direito a educação, carteira registrada, dias de folga, fim do SUS…

Ora, o fascismo só acontece devido a falta de equilíbrio político, pois agora temos o excesso concentrado apenas em um lado do poder pelos partidos (PSDB , PMDB…) , embora os partidos de esquerda também sejam escravos do capital (PT, PCdoB,… ), algumas vezes – mas somente algumas – costumam respeitar um pouco o trabalhador. O importante aqui é convencer o povo que qualquer coisa pelo social está relacionada a socialismo e conseqüentemente ao comunismo, sendo que não é bem assim.

Por exemplo, chegaremos um dia em que o governo tentará acabar com o SUS substituindo –o por planos populares de saúde. Esse tipo de atendimento precário já está se espalhando gradativamente. Nos EUA isso já acontece, pois saúde gratuita do padrão Inglês ou canadense e vista como coisa do comunismo. Não são poucos os que passam a fronteira em Detroit em busca de socorro médico no Canadá.

O que dizer da educação e a tentativa de retirar disciplinas como Artes, sociologia e Filosofia? Artes, como dizia o filósofo Hegel, serve para liberar o sentimento subjetivo (raiva, tristeza..). Uma vez liberado na forma de pintura, desenho, dança, música…a pessoa se torna menos agressiva.

Sociologia é fundamental para a busca do entendimento do comportamento humano e seu diagnostico, por exemplo a violência. Filosofia…Ela faz a ponte entre as ciências (todas elas) e a matemática. A habilidade do pensamento crítico produz argumentação sólida e comprovada, o que irrita qualquer governante, pois suas leis injustas são desmascaradas. Dessa forma, as categorias metafísicas livres são substituídas pelo Estado que faz essa ponte da forma que quiser formando professores e alunos burros, mas obedientes.

Para aplicar todos esses pacotes de maldades e criar um novo comportamento social vamos acompanhar r o fenômeno da espiritualização do fascismo neo liberal através de líderes evangélicos (falsos cristãos mesmo). Monstros como Crivella e Edir Macedo saem do mar antes da Apocalíptica besta de 10 chifres com a mesma intenção. No site do PRB, partido da IURD, o novo prefeito carioca deixa claro que seu reinado será de austeridade:

Prefeito eleito diz que governo será de austeridade e parcerias

http://www.prb10.org.br/noticias/municipios/prefeito-eleito-diz-que-governo-sera-de-austeridade-e-parcerias/

Dessa forma era de se esperar que jamais implantaria algo ligado a teocracia, mas que defenderia os mesmos interesses corruptos do capital fascista neoliberal. De uma lado os cofres públicos jorrarão fortunas para novas empreiteiras, bancos e outras empresas aristocratas corruptas ligadas a IURD e por outro o aumento da miséria, desolação, pobreza e sofrimento para a povo comum

Mas o que tem de novo será o esforço de Crivella em aumentar o poder de Edir Macedo convocando seu exército de fanáticos e doentes para a espiritualização e o consentimento da população de que pode até ser maldade, mas é necessária. Feitiçaria? Sim!

E assim, o bahaismo permanece oculto e coloca na linha de frente outras seitas. Primeiro foi a maçonaria e agora essa seita evangélica, mesmo que de forma involuntária.

E assim, Crivella pega carona na besta evangélica que sai do mar com a cabeça do Edir Macedo iniciando seu reinado. Até nos sites judaicos recebeu elogios, mas convém que seja assim para que se cumpram as profecias:

“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.” (Apocalipse 2 : 9)