• abril 2021
    S T Q Q S S D
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  

A diversidade da maconha chega em New York

Nem mesmo a ordem  illuminati pode resistir a diversidade da ordem de Baha’u’llah, mas ela sempre vai interpretar como algo lucrativo para o sistema.

Com a chegada de Biden ao poder e por defender um pouco mais direitos progressistas, por isso os políticos americanos  se sentiram mais aptos para implantar a diversidade, nesse caso a legalização da maconha. Ora, é algo proibido que agora se tornou lícito e para muitos não faz sentido. Isso ocorre devido a origem espiritual dos ensinamentos do cristo cósmico Baha’u’llah, nesse caso o artigo abaixo:

  1. Se Ele decretar lícito o que desde tempos imemoriais fora proibido(…) a ninguém é dado o direito de Lhe questionar a autoridade.(Kitáb-i-aqdas, Baha’u’llah).

Agora compete aos governantes transformar o ensinamento acima em leis. Para isso está sendo criado o comitê da maconha. Nos bastidores estão empresas como a Constellation Brands, dona da cerveja Corona, e a Altria que praticamente detém o monopólio de tabacos. Juntas, essas empresas podem explorar os países da África para a produção barata e escravista  de maconha. E assim, traficante legalizado e governo formam a parceria nessa lucrativa diversidade.

https://www.nytimes.com/2021/03/31/nyregion/cuomo-ny-legal-weed.html

https://www.istoedinheiro.com.br/nova-york-aprova-legalizacao-da-maconha/

https://norml.org/

A semana do presidente

“Manifestantes fazem buzinaço em frente a hospital no Paraná, e profissionais de saúde reagem: ‘Respeite os pacientes’ -Um grupo de manifestantes promoveu um buzinaço em frente ao Hospital Municipal de Guaratuba, no litoral do Paraná, no sábado (3). Eles protestaram contra medidas de restrição no combate à pandemia na cidade e defenderam o uso de tratamento precoce para a Covid-19”

 

“Bolsonaro não conseguiu impedir a covid-19. Agora, pode estar mirando a democracia”

Em meio a “um dos piores picos de infecções por covid-19 que o mundo já viu”, disse o diário, “não há fim para a onda à vista: graças à impressionante incompetência do presidente Jair Bolsonaro e seu governo, apenas 2% dos brasileiros foram totalmente vacinados e as medidas de lockdown necessárias para frear novas infecções, incluindo de uma variante virulenta que surgiu no país, são praticamente inexistentes”.

“Em vez de lutar contra o coronavírus, Bolsonaro parece estar preparando as bases para outro desastre: um golpe político contra os legisladores e eleitores que poderiam removê-lo do cargo”,

“O presidente brasileiro já contribuiu muito para o agravamento da pandemia covid-19 em seu próprio país e, por meio da disseminação da variante brasileira, pelo mundo. Ele não deve ter permissão para destruir uma das maiores democracias do mundo também”

“Mesmo para um líder polarizador que muitas vezes parece agir por instinto, os movimentos recentes do presidente Jair Bolsonaro do Brasil confundiram e enervaram muitos no maior país da América Latina, onde o coronavírus está matando pessoas a uma taxa recorde”

“Um dos maiores céticos do coronavírus do mundo, Bolsonaro recusou-se a usar máscara durante a maior parte do ano passado, criticou as vacinações e classificou a pandemia como “gripezinha”

“Com mais de 66 mil mortes somente em março, o Brasil está em meio a uma crise política e de saúde. Como o país chegou a esse ponto?”… ‘Milhares de mortos e um país em turbulência: a contagem regressiva do Brasil para a catástrofe da covid’

“Bolsonaro, o presidente populista de direita, não é inocente. De muitas maneiras, ele imitou seu modelo e seu herói Donald Trump: ignorou e minimizou o perigo do vírus por muitos meses; na verdade, até hoje. No trade-off entre conter a epidemia e manter a economia aberta, nunca optou pela proteção à saúde. Em vez disso, ele se gabava de sua resiliência”.

“O presidente brasileiro está encurralado, perdeu o apoio do establishment e de seus aliados. Por isso, demitiu a liderança das Forças Armadas, para tentar rearmar uma verticalidade militar que o proteja de um possível julgamento político”.

 

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-56631951

https://diplomatique.org.br/edicao/edicao-165/

https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/04/04/manifestantes-fazem-buzinaco-em-frente-a-hospital-no-parana-e-profissionais-de-saude-reagem-respeite-os-pacientes.ghtml

 

É proibido mendigar !

Os ensinamentos Baháis são bons apenas na teoria, pois na prática a ganância e a injustiça continuarão prevalecendo.

De fato, a ordem mundial de Baha’u’llah promete estabelecer o reino de “deus” na Terra. Um mundo ecologicamente correto e sem miséria extrema. As pessoas não teriam que mendigar nesse mundo perfeito. Pensando nisso,  o cristo cósmico Baha’u’llah escreveu um artigo em seu livro mestre, o Kitáb’i’aqdas, onde o ato de viver na miséria será proíbo. Porém, algumas e poucas pessoas que não podem trabalhar receberão um auxilio por parte dos ricos e poderosos, uma aliança pela “paz”  entre religiosos em geral e os ricos desse mundo:

  1. É ilícito mendigar e proibido dar esmolas ao pedinte. Foi ordenado que todos tenham uma fonte de renda. Quanto aos incapazes de tê-la, incumbe aos Representantes de Deus e aos ricos proverem-lhe o sustento adequado. Guardai os preceitos e mandamentos de Deus — mais! preservai-os como a vossos próprios olhos! — e não sejais dos que sofrem perda deplorável. (Kitab’i’iaqdas, Baha’u’llah)

Devido a comunidade Bahái ser um grupo muito pequeno no mundo, compete aos governantes colocarem em prática o artigo descrito acima. Duas notícias chamaram a atenção recentemente sob essa lei do Kitáb:

A primeira trata-se da tentativa de “privatizar” a comida para moradores de rua em Curitiba. Somente as instituições ou Organizações Sociais que estiverem aliadas com o governo farão esse trabalho. O resultado da privatização da miséria é bem conhecido…superfaturamento, desvios de verbas e comida de péssima qualidade. Tudo isso vindo inclusive de igrejas evangélicas e empresários poderosos:

“…Projeto prevê multa para quem doar comida a moradores de rua sem autorização em Curitiba -De acordo com a proposta da Prefeitura de Curitiba, pode ser multado no valor de R$ 150,00 a R$ 550,00 quem der comida da morares de rua sem autorização da gestão municipal…”

https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2021/03/26/prefeitura-de-sp-obriga-moradores-de-veiculos-a-sairem-de-uma-rua-no-bras.htm?cmpid=copiaecola

A segunda notícia aconteceu em São Paulo. Pessoas que moram em carros foram obrigadas a saírem do lugar, mesmo não oferecendo riscos, muito pelo contrário,  os moradores até se sentiam mais seguros com a presença dos carros. Nem mesmo o câncer fez com que o  cadavérico e apodrecido prefeito de São Paulo se arrependesse de oprimir o pobre:

“…Quem são as pessoas ameaçadas pela prefeitura de SP por morarem em carros … – João Andrade Correia vive há dois anos na rua Domingos Paiva, próxima à estação Brás. Na madrugada do dia 23 de março, a fiscalização da Prefeitura ordenou que ele e outras famílias que vivem em veículos saíssem do local em cinco dias. “Isso não é democracia, isso é sofrimento”, comenta…”

https://www.bandab.com.br/cidades/projeto-de-lei-preve-multa-para-quem-doar-comida-a-moradores-de-rua-sem-autorizacao-em-curitiba/

China e Irã assinam acordo estratégico

“…China e Irã assinam acordo estratégico de 25 anos, em meio a sanções dos EUA – Batizado de Parceria Estratégica Abrangente, o acordo cobre uma variedade de atividades econômicas, de petróleo e mineração à promoção da atividade industrial no Irã, bem como transporte e colaborações agrícolas…”

Em um segundo momento, a queda do império americano será inevitável e das cinzas da Babilônia americana surge a nova ordem mundial de Baha’u’llah, onde Rússia e China ocuparão lugar de destaque.  A era do poder militar de Gogue e Magogue terá início.

https://estudosdafe.wordpress.com/category/07-o-reino-de-abha-ii-a-volta-do-comunismo/

Diferente da guerra fria, a China não possui um Boris Yeltsin para se entregar ao império americano.   Xi Jinping tem cargo perpétuo como presidente. A notícia não apresenta acordo militar com o Irã, mas mesmo assim se torna uma suspeita muito coerente. Além disso, o Irã agora está em posição de causar o futuro  Armagedom ao lado das novas potências mundiais que começam a surgir.

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2021/03/27/interna_internacional,1251252/china-e-ira-assinam-acordo-estrategico-de-25-anos-em-meio-a-sancoes-dos-eu.shtml

Livre de COVID

A pandemia da economia

Quando algumas das pessoas mais ricas do país se preocupam com os pobres, algo muito errado está acontecendo…

Recentemente, um grupo de pessoas ricas e poderosas ( o “ filé” da elite burguesa brasileira formada por banqueiros e economistas ) elaborou uma carta aberta pela retomada da economia. Essa espécie de clube dos 500,  entre outras medias, propõe :

1) A vacinação em massa através de uma “salada de vacinas” – Muito mais importante que salvar vidas é salvar a elite burguesa que supostamente investe na economia. Esses investimentos se limitam a acordo apenas entre bancos e economistas que resultam em privatizações e empréstimos. O importante é alcançar o índice de 75% não importando como. Seja com uma dose ou duas, seja com pessoas morrendo por reações adversas ou ficando com seqüelas, seja com a primeira dose da vacina x e a segunda da vacina y!

2) O uso de máscaras gratuitas – Chega a ser ridícula a proposta.  Os governos federais, estaduais e municipais preferem gastar o dinheiro público com suborno legalizado para aplicar austeridades, mais conhecido como emendas parlamentares. Afinal, sem o pagamento bilionário desse suborno jamais o auxilio emergencial absurdo de R$.175,00 seria aprovado.

3) Lockdown! Muito lockdown! – Para os banqueiros isso é uma maravilha, pois pretendem abrir linhas de empréstimos para as empresas que estiverem a beira da falência. Não que esses pequenos empresários vão recuperar algo, mas pelo menos pagando algumas das mensalidades enriquecerão mais ainda bancos como Itaú e Bradesco.

4) Escolas…primeiras a abrir e últimas a fechar – Esses 500 malucos são tão ricos que não sabem como  o tão quando uma escola Estadual, especialmente em São Paulo, funcional. Com a terceirização que eles mesmos criaram, a limpeza é precária, não existe inspetores suficientes.

Bastaram reabrir as escolas de São Paulo para entrar em colapso hospitais de servidores, especialmente os estaduais que são escravizados pela gestão do bilionário e burguês Doria Junior, mais conhecido como João Dória pelo povão.

Bom, é esse tipo de gente estúpida que a ordem mundial de Baha’u’llah encontrará em algum dia no futuro para estabelecer a economia divina do cristo cósmico no Monte Carmelo. Bahá’is não sabem como será essa economia. Eles somente sabem que serão procurados por economistas no futuro:

“… the Teachings of Bahá’u’lláh and ‘Abdu’l-Bahá do not provide specific and detailed solutions to all such economic questions… The International House of Justice will have, in consultation with economic experts, to assist in the formulation and evolution of the Bahá’í economic system of…”( Shoghi Effendi, Lights of Guidance, pp. 549–550)

A solução…criar uma ordem mundial portadora do Sinal, nome e número de letras do cristo cósmico Baha’u’llah (999). Bahá’is não sabem, mas eles não vão até o Monte Carmelo com alguma solução, mas sim dar todo o poder que possuem para que tanto o cristo cósmico como o seu executivo mundial possam administrar. Eles estarão desesperados por serem tão burros que não conseguiram resolver o caos econômico, sanitário e entre outros do país que representam,  e isso mesmo que sejam os 9 melhores economistas do mundo:

“Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta.”  (Apocalipse 17 : 13)

O SUS de Minas gerais já tentou esse alinhamento no passado aplicando a espiritualidade no sistema de saúde com nove princípios. Talvez seja hora de retomar isso de forma nacional para se alinhar a nova ordem mundial de Baha’u’llah e ao espírito da sua imagem, a estrela de nove pontas.

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2021/03/21/internas_economia,1249038/covid-19-banqueiros-e-economistas-assinam-carta-cobrando-acoes-efetivas.shtml

A pandemia como castigo e benção

Em Ezequiel capítulo 14 temos algo extremamente assustador. Quando um local  (nesse caso país) se rebela gravemente contra os ensinamentos de DEUS, surgem  castigos terríveis:

Filho do homem, quando uma terra pecar contra mim, se rebelando gravemente, então estenderei a minha mão contra ela, e lhe quebrarei o sustento do pão, e enviarei contra ela fome, e cortarei dela homens e animais. Ezequiel  (14:13)

Ora, os pecados são bem conhecidos como: O governante que rouba o dinheiro do trabalhador como descrito em (Tiago 5 : 4) e  violência generalizada. Como exemplos podemos citar o fim da  aposentadoria, retirada de direitos básicos do trabalhador,  racismo, preconceito e principalmente o ódio do regime bolsonarista.

A opressão ao trabalhador também está presente nos governos estaduais e municipais. No caso do governo estadual podemos citar o bilionário Dória Junior que humilha os professores contratados na tal categoria “o”, a pior de todas e em muitos casos chegam a ganhar menos que um salário mínimo.

São Paulo  também tem o seu moribundo prefeito Covas, como exemplo de má ação podemos citar o roubo do vale transporte. Nessa modalidade paga-se mais pela passagem com menos  direito a embarque.  Isso faz com que as pessoas se aglomerem ainda mais, pois muitas linhas foram suspensas ou tiveram trajetos reduzidos.   Claro! Não poderia faltar a igreja, especialmente as megas-igrejas evangélicas,  que apóiam o governo em troca de isenção de impostos.

Isso faz com  a profecia descrita por Ezequiel se torne assustadora e os   cavalos do Apocalipse podem ser acionado, nesse caso enviando pandemias, fome e miséria:

Porque assim diz o Senhor DEUS: Quanto mais, se eu enviar os meus quatro maus juízos, a espada, a fome, as feras, e a peste, contra Jerusalém, para cortar dela homens e feras? Ezequiel (14:21)

As pessoas são jogadas aos quatro ventos e estão à  própria sorte, ou seja, podem morrer de fome ou peste. No caso do Brasil, morrer a espada parece ser um pouco mais para o futuro devido a dificuldade de acontecer uma guerra civil.

Não adianta clamar, o profeta Jeremias fez isso no passado. A resposta de DEUS tanto para ele como Ezequiel praticamente foi a mesma:

 Ainda que estivessem no meio dela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, eles pela sua justiça livrariam apenas as suas almas, diz o Senhor DEUS. Ezequiel (14:14)

A Bíblia deixa ao mesmo tempo uma porta de escape que é a fé representada em Daniel, Jó e Noé. Isso é algo que precisamos urgentemente implantar no coração, ainda mais no caso dessa pandemia que parece nunca ter fim. Estamos na segunda onda ainda e muitas virão.

É um momento de imitar a fé que esteve presente nesses grandes personagens da Bíblia. Sim imitar! Isso  é possível e deve ser feito o mais rápido possível. O Apóstolo Paulo relata a importância da imitação da fé:

“Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes.”  (II Tessalonicenses 3 : 9)

Imitar  é estar no espírito tal como Daniel esteve diante dos quatros animais. Ele tinha a visão bem gravada no coração e sabia acompanhar tanto os fatos do seu tempo como do futuro.  Imitar a fé e estar no espírito de Noé que devidamente avisado sob o fim, esperou pacientemente por muitos anos. Imitar a fé de Jó  representa a paciência diante desse caos infernal que vivemos, acreditando que após essa tempestade DEUS no dará seu galardão na eternidade.

“Novo” ministro, Dr. Quidroga. Agora vai!