• setembro 2017
    S T Q Q S S D
    « ago    
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930  

A chegada do Planeta X

O site UOL publicou uma notícia dizendo que o numerólogo David Meade previu o fim do mundo. Segundo o site, o Planeta X irá se chocar com a terra no dia 23 de Setembro de 2017. Para justificar o argumento, o numerólogo usa versículos Bíblicos. É interessante observar que ninguém se responsabiliza pela matéria. Simplesmente o UOL disse…

Ao analisar as páginas do site de David Meade, as notícias são um pouco diferente. Dia 23 de setembro ocorrerá um suposto alinhamento planetário oculto  e no dia 15 de Outubro começa a também suposta Grande Tribulação.

Embora existam divergências entre  a matéria e o site do autor, tudo não passa de uma grande bobagem sem qualquer fundamento. Meade tira os versículos Bíblicos do conceito e adapta para as suas necessidades “proféticas”, por exemplo: Ele e diz que o último eclipse nos EUA foi o sinal de Jonas, sendo que essa passagem se refere a morte e ressurreição de CRISTO.

Sua numerologia chega a conclusão que em 23 de Setembro teria início o reino de DEUS na  Terra e que iniciará a destruição do sistema illuminati de governo mundial em 15 de Outubro . Se não bastassem as falsas profecias cristãs agora temos  falsas profecias referente  a vinda do cristo cósmico Baha’u’llah, pois  é ele o autor do tal reino que descreve em seus artigos.

A verdade é que não existe como saber uma data. Só DEUS sabe quando o Senhor JESUS abrirá o primeiro selo do livro de Apocalipse para que o cavalo Branco governe a terra. Pode acontecer apenas uma coincidência das preces e rituais esotéricos pelo mundo nesse dia, mas mesmo assim quem está no controle é DEUS. No caso dessa profetada  não vai acontecer  nada. E assim, surge mais um para fazer papel de tolo entre tantos como: Alerta  Tsunami do Bangú-RJ, chegada de ETs, arrebatamentos (2010,2011,2012,2013,2014…), o fim do mundo em 2012 e por aí vai…

 

 

https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2017/09/14/mundo-deve-acabar-na-proxima-semana-diz-numerologo-britanico.htm

http://planetxnews.com/2017/09/10/part-2-judgment-day-planet-x-nibiru/

http://planetxnews.com/2017/09/10/part-2-judgment-day-planet-x-nibiru/

Anúncios

A causa da lentidão na reforma da Cúria Romana

Hoje, 13/09/17 terminou mais uma reunião do C9, o Conselho dos Nove que auxilia o Papa na Reforma da Cúria Romana. Como sempre, não fizeram absolutamente nada de produtivo e marcaram um novo encontro para o mês de Dezembro, mas isso acontece por um motivo muito importante.

Primeiramente, o “C9” não é por acaso.  O número de Bahá (o nove) também aparece no governo mundial do anticristo e seus nove mestres eleitos, mas nesse caso serve para distribuir o poder material e seus ministérios catérios) . Já no caso da Igreja Católica, o número do cristo cósmico Baha’u’llah segue para criar harmonia no poder espiritual (os descatérios), visto que ,  em epistola reservada  de Baha’u’llah ao Papa,  ele será agraciado como o líder universal das religiões: “… Ó Papa rasgue os véus…e proclame a Baha’u’llah, o esplendor da glória…”( lawh-I-pap–Baha’u’llah)

Porém, a melodia do rouxinol místico serviu mais para assustar os Papas do que promover a unicidade. Bento XVI pulou fora do papado após a morte de João Paulo II  usando  a desculpa que estava morrendo e até agora nada…O Papa Francisco foi colocado à força em um cargo que ele também não quer. Ora, o jeito é levar tudo no banho-maria até que surja o novo líder oficial que é conhecido biblicamente como o falso profeta.

Isso pode ser visto nas declarações inúteis do Papa, por exemplo:  a mais atual sobre o acontecimento global. Embora o Papa Francisco esteja alinhado com o pensamento da nova era e os ensinamentos de Baha’u’llah que unem a ciência e religião , sua palavra não traz qualquer tipo de transformação concreta no mundo.

https://noticias.cancaonova.com/mundo/c9-conclui-mais-um-ciclo-de-reunioes-sobre-reforma-da-curia/

Pai nosso que estas no Google

Já é notório que a comunidade Bahá’i possui um influência global através da ONU em boa parte do mundo, mas a sua influência no Google tem aumentado muito nos últimos anos. Se por um lado o  gigante das buscas ocultou a maior parte dos artigos importantes que existiam, por outro já começa redirecionar o cristianismo para o Bahaismo. Basta digitar “oração pai nosso” no Google que a primeira opção é o site nacional dos seguidores do cristo cósmico Baha’u’llah.

É uma tentativa dos Baháis, em parceria com o Google, de “converter” cristãos ao bahaismo através da oração do pai nosso, mais especificamente nessa frase: “ Venha a nós  o vosso reino”.

Para os baháis essa frase deve ser interpretada como o reino de “deus” na terra, onde Baha’u’llah, através das suas instituições governamentais, pretende reconstruir uma nova era de paz, amor global e sustentabilidade. Mas para isso os cristãos precisam aceitar que a besta de 10  chifres, a besta do abismo( representada aqui por Baha’u’lla), a besta de 10 chifres, a ONU e o falso profeta são esse reino.

Para o êxito desse plano, a comunidade Bahá’i tem distorcido as interpretações da Bíblia de Gênesis ao apocalipse. No caso da oração do pai nosso ele serve para batizar futuramente os cristãos (nem sei se podemos chamar assim ) com o falso espírito santo que é Baha’u’llah. Sim! Ele usurpa não só a Glória do Pai, mas do filho e do espírito santo (nesse caso o falso). E isso é feito através da leitura errada do versículo abaixo. Para os Bahá’is o consolador é Baha’u’llah:

“E Eu rogarei ao Pai e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja sempre convosco”.(João 14.14)

E assim, a apostasia vai continuar até o seu ápice, ou seja, quando muitos cristãos estarão adorando antecipadamente o sinal (estrela de nove pontas), nome (Baha’u’llah) e número de letras do seu nome ( 9); e isso bem antes da manifestação da besta do abismo.

https://www.bahai.org.br/oracoes/pai-nosso-que-estas-nos-ceus-santificado-seja-o-vosso-nome

O retorno da pena de morte

Em várias epístolas ou livros, o cristo cósmico Baha’u’llah apóia a pena de morte. Vejamos esse primeiro exemplo: “62. Se alguém intencionalmente incendeia uma casa, queimai-o também; se deliberadamente tira a vida de outrem, matai-o….” (Kitáb-i-aqdas- Baha’u’llha)

Nesse caso, ela seria implantada após uma pessoa sofrer a agressão por outra, algo parecido com uma vingança do tipo:  “ olho por olho”.  Essa é a justifica mais usada no bahaismo, porém em outros textos existem uma falta de definição: “Dize: Os céus dobraram-se e a terra está segura em Suas mãos; os malfeitores foram segurados pelo topete e ainda não compreendem. Bebem da água impura e não o sabem..”(Epístolas de Baha’u’llah)

O que é um malfeitor, a água impura e esse topete? Aqui vemos um radicalismo dogmático no qual os sites baháis não costumam usar para justificar seus dogmas, pois aqui refere-se aos opositores do seu governo mundial. É nesse “vácuo” de interpretação que cada país tende a fazer o seu ajuste para estabelecer a nova ordem mundial de Baha’u’llah.

No caso do Brasil, a constituição brasileira, que também teve grande contribuição dos baháis em sua elaboração,  pode usar o  inciso 47 do artigo quinto da Constituição, onde se diz  “não haverá penas de morte, salvo em caso de guerra declarada”. Ora, guerra contra os opositores da unidade da diversidade, mais especificamente o grupo de cristãos deixados para trás que descobrirão a verdade:

“E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.”  (Apocalipse 13 : 7)

Já o artigo 56 desse documento diabólico temos a pena de morte por fuzilamento e no 62 a prisão que antecede essa sentença. Mais uma vez a carta magna desse país vai de encontro com a profecia posterior:

“Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.”  (Apocalipse 13 : 10)

Talvez pareça estranho  a espada, mas isso acontece devido ao tempo em que foi escrita a profecia , mas o sentido de usar um instrumento qualquer é que prevalece.

O fato é que esse país onde infelizmente nascemos (não sei se por falta de sorte, desgraça ou azar mesmo) é um exportador de corrupção. Políticos e Juízes são mestres em burlar a lei e retirar direitos legítimos. Disso os jornais estão nos infernizando durante anos com os tramites da corruptocracia, onde praticamente ninguém é condenado e nem será.

Já arrebataram qualquer esperança de justiça, vida digna, salário justo e tudo mais. O que falta é tirar a vida apenas; e do jeito que as coisas vão não deve demorar muito para aprovarem mais um ato de covardia. Não duvide que algum deputado evangélico  como Marco Feliciano e outros até façam um projeto de lei para inclusão da degolação.

Vale lembrar que do ponto de vista cristão verdadeiro a pena de morte é um ato deplorável, pois foi através dela que mataram em um madeiro JESUS ( Santo e JUSTO) ; e a população , induzida pela elite teocrática da época, e que manipula habilmente as massas, concordava de forma eufórica com o ato de covardia, porém dentro da lei, seja ela judaica ou implicitamente do direito romano …

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/Del1001.htm

http://www.direitonet.com.br/artigos/exibir/6729/Sobre-a-pena-de-morte-no-Brasil

As Arcas das Alianças

Vamos examinar três versões para a interpretação da Arca da aliança, pois ela é de fundamental importância para a implantação das novas ordens mundiais (Baháis e iluminista) que disputam o poder de unificação do mundo para que se cumpram as profecias de Apocalipse capítulo 13.

O ponto de vista Bíblico é muito objetivo,  prático e verdadeiro  A arca da aliança encontra-se no céu:

“E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.”  (Apocalipse 11 : 19)

Baháis  acreditam que o  Apocalipse já se cumpriu no passado. Suas interpretações apontam para os ensinamentos de Abdu’l Bahá (filho de Baha’u’llah e interprete das escrituras Baháis)  que conseguiu a façanha absurda de encaixar as profecias Bíblicas com o mundo muçulmano, mais especificamente ao califado.

A Arca da Aliança para eles representa as alianças que “deus” fez com a humanidade através dos manifestantes divinos como: Moises, Krhisna, Buda, Maomé, Jesus, Báb e Baha-u-llah , sendo que Baha’u’llah é a última manifestação divina e esse trará o reino de “deus” para a Terra. Esse ensinamento é apresentado na revelação progressiva Bahá’i que nada mais é do que os sete chifres da cabeça da besta descrita no livro de Apocalipse (13:1).

https://estudosdafe.wordpress.com/category/04-a-revelacao-progressiva/

E por último vamos examinar a  Arca da Aliança na Etiópia:

Segundo a narração mítica da  igreja Ortodoxa da Etiópia, Menelik, filho de Salomão e da Rainha de Sabá, levou-a para a cidade Aksum, onde se encontra no interior de uma espécie de igreja, porém apenas o prometido poderá vê-la.

Como visto no vídeo apresentado, é praticamente impossível conseguir comprovar essa paternidade, embora Salomão tenha a fama de ser extremamente mulherengo . E como visto no início seria impossível que ele tivesse dado a Arca para alguém,  uma vez que ele está no céu segundo as escrituras. Se existe algo no interior da igreja de Aksum ou não, dificilmente saberemos, pois não é permitido chegar até o local; mas para os seguidores da igreja ortodoxa o mito prevalece.

O fato é que a Tumba de Bahá’u’llah possui espaço para colocar esse artefato mágico, o que nos leva para duas hipóteses que somente o tempo dirá. A primeira é levar a Arca até a tumba do cristo cósmico em Israel  para a sua retirada do abismo e a segunda  orações místicas ao redor dessa  igreja  na cidade de Aksum.

Esse fenômeno, me refiro a retirada de Baha’u’llah do abismo, parece estar presente nas principais igrejas visitadas que surgem no vídeo aqui apresentado. Cada uma com um fragmento que faz parte do todo: Em Harar temos a unificação do cristianismo com o islã através do mesmo incenso usado nas cerimônias.  Em Gondar temos o culto do mel  sagrado. O mel é muito usado em magia, mais especificamente na umbanda, para “adoçar” as almas amargas. Ora, o êxtase espiritual  que representa o falso batismo com o “espírito santo” nada mais é do que isso.

Em Lalibela temos o rompimento da ligação de Salomão e a Rainha de Sabá e nesse vídeo surge como uma igreja rival.  Entre os símbolos que essa igreja possúi vamos destacar a águia bicéfala , símbolo pagão da ordem mundial iluminista. Dessa forma, a igreja de Lalibela parece estar reservada para fazer orações não para o cristo cósmico, para o anticristo e seus nove mestres eleitos.

No mosteiro de Debre damo leva para o início do culto ao deus sol na Etiópia. Ora, esse culto nada mais é do que uma oferenda aos sete chifres da besta que representam os manifestantes solares (apenas para relembrar:  Cristo faz parte de uma das cabeças por ter o seu nome blasfemado e relacionado a um cristianismo pagão e falso).

E por último a igreja em Yeha, onde temos  a conclusão do sincretismo religioso na Etiópia através dos mais diversos símbolos do paganismo.  Uma verdadeira conexão cultural em torno da unidade da diversidade.

Dessa forma, vemos que existe uma forte ligação do bahaismo com a Etiópia através desse artefato. Seja na forma de culto dos manifestantes solares (JESUS e Maomé) ou na forma literal da Arca que está voltada para orações pagãs.

O centenário da “Nossa Senhora Católica de Fátima”

“Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.”  (Jeremias 7 : 18)

O admirável gado caminha pelas ruas. Terços e cânticos. “Seu povo segue . Em procissão.No peito ardente.A batida da fé.E o terço na mão”. É dia da nossa senhora… A nossa mãe dos céus, dizem eles.  Bolos, doces e muita festa marcaram a data histórica. Mas de onde ela vem? Qual suas origens? Ará! Sô! Deixa de bobagem e não fale mal da santa!

Fátima foi uma filha de Maomé e  se converteu ao catolicismo se tornando freira. Isso aconteceu após a derrota dos muçulmanos na luta pelo território de Portugal. Os homens foram mortos e as mulheres tiveram a vida poupada.  A Rainha dos céus escolheu o túmulo de Fátima para se manifestar, por isso ficou conhecida como Nossa Senhora de Fátima.  Seu centenário apresenta o sincretismo religioso entre o islã e a igreja católica. Conta a lenda que Maomé profetizou as seguintes palavras para a sua filha: “Tu serás a mais abençoada senhora SAYYIDH de todas as mulheres no Paraíso, depois de Maria”.

Ela também teve um papel relevante na Ordem Mundial de Baha’u’llah lhe concedendo poderes. Vejamos como isso aconteceu nas palavras dos próprios baháis:

“A missão de Bahá’u’lláh teve início em uma masmorra negra (Síyáh-Chál) em Teerã, em agosto de 1852, onde estava preso. Então se iniciava uma jornada de 40 anos de perseguição liderada por dois governos: da pérsia e Otomano e lideres religiosos muçulmanos (..)  Depois Ele viu a Donzela do Céu suspensa diante dEle, falando a Seu ser interno e externo, referindo-Se a Ele como o Mais-Amado dos mundos, A Beleza de Deus, e o poder da soberania de Deus. Bahá’u’lláh descreve como a Donzela, simbolizando o “Mais Elevado Espírito”, apareceu a Ele…Enquanto mergulhado em amarguras, ouvi uma voz, a mais doce e maravilhosa, a chamar sobre Minha cabeça. Voltando Meu rosto, vi uma Jovem – personificação do nome do Meu Senhor – suspensa no espaço diante de Mim. Tão jubilosa estava em sua própria alma, que o Seu semblante irradiava a graça Divina e Suas faces inflamavam-se com o esplendor do Todo-Misericordioso. Pairando entre o céu e a terra, fez uma exortação que cativou o coração dos homens. Deu-Me a conhecer as boas novas que alegraram todo o Meu ser e as almas dos honrados servos de Deus. Apontando para a Minha cabeça, dirigiu-SE a todos os que estavam no céu e a todos os que estavam sobre a terra, dizendo: “Por Deus! Este é o Mais Amado em todos os mundos, mas ainda não compreendeis isso! Ele representa a Formosura de Deus entre vós e o poder de Sua soberania em vosso seio – saberíeis, se vos o fosse dado aentender! Este é o Mistério de Deus e Seu Tesouro, a Causa de Deus e Sua Glória, para todos os que estão nos domínios da Revelação e nos reinos criados – saberíeis, se estivésseis entre aqueles que percebem…”

 

http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/7578/Nossa-Senhora-de-Fatima-e-a-conversao-dos-muculmanos

http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_8457/artigo_sobre_baha%E2

O Papa no Egito

O Papa Francisco esteve no Egito nos dias 20 e 29 De abril de 2017. Sua visita foi a pedido do Presidente Abdel-Fattah al Sisi, o Grande Imam da Universidade al-Azhar, o xeque Ahmed Mohamed al-Tayeb, o papa copta ortodoxo Tawadros II e pelos bispos católicos. Essa foi a sua 18ª viagem e o Egito foi o 27º  país a ser visitado. A sua missão foi enfatizar a importância do Egito na resolução dos problemas no oriente médio e enfatizar a importância da tolerância religiosas entre muçulmanos, cristãos e a igreja ortodoxa. No caso dessa última ela é uma transição para a igreja protestante.

Francisco, embora pareça não ser o falso profeta apocalíptico, segue a agenda global e obedece a ordem mundial de Baha’u’llah sempre que possível. Primeiramente, podemos observar nos números dessa visita, onde o nove, número de Baha’u’llah, aparece de várias formas, por exemplo:  no final do último dia de visita (dia 29), na viagem de número 18 (1+8=9) e no país de número 27 a ser visitado (2+7=9), dessa forma temos a tríade profana de Baha’u’llah (Apocalipse 13:17) simbolizando seu nome, número e sinal (999).

Agora que o evento foi consagrado a Baha’u’llah, resta ao papa ouvir a melodia da unidade da diversidade religiosa nas leis do Kitáb-i-aqdas de Baha’u’llah (Apocalipse 10):

K-75 “…”Convivei, pois, com os seguidores de todas as religiões, e proclamai a Causa de vosso Senhor, o Mais Compassivo. É esse o próprio diadema de todos os atos, se sois dos que compreendem….” Kitáb-i-aqdas / Baha’u’llah)

E assim, Francisco prega a unidade da diversidade, porém o que muitos não entendem que essa paz religiosa somente será possível se uma mesma espécie de cristo estiver presente em todas as religiões. Claro! Não o verdadeiro, pois a verdade é relativa na ordem mundial de Baha’u’llah. Mas também existe o lado material da viagem através das famosas concordatas do Vaticano para a isenção de impostos.

Para isso a notícia publicada pelo Vaticano caprichou na imagem. O Papa aparece abençoando as pirâmides do Egito,  a lua do islã, onde a estrela de cinco pontas é substituída por uma  cruz dos templários e acima de tudo isso aparece a Pomba descendo do céu, representação do “espírito santo” batizando todo o evento.

Uma primeira impressão pode aparentar que o cristianismo verdadeiro estaria convertendo os corações, mas tal associação de símbolos levam para a unidade da diversidade. Unidade de um mesmo cristo abençoando as religiões com o seu falso “espírito santo” para promover a diversidade.

Ora, as pirâmides são a Tumba que promete o retorno de um  faraó imortalizado ao poder, a lua do islã o Imã Mahdi e a cruz o cristo cósmico trazendo o reino de “deus” na terra.

https://zenit.org/articles/pope-francis-wraps-up-1st-day-in-egypt/

https://zenit.org/articles/pope-francis-wraps-up-1st-day-in-egypt/

Arte, tolerância e diversidade na Páscoa

A arte se transformou muito com o passar do tempo. No inicio muitos artistas capturavam algum momento ou sentimento em sua subjetividade, sendo ela representada na música, em quadrados ou esculturas.  A arte possuía valores culturais e históricos de uma sociedade, mas com o passar do tempo tudo se tornou pior. Na atualidade ela pode ser divida em dois principais tipos que são:

A arte de consumo formada por músicas banais e ridículas como: o Pancadão que ofende a mulher e faz apologia ao crime. O que dizer dos cantores que ficaram podre de ricos cantando a desgraça alheia (Sertanejos, pagodeiros e outros lixos). Essa é a arte presente na ordem mundial iluminista.  Já na ordem Mundial de Baha’u’llah ela está presente também em esculturas. As recentes obras que estão no  Parque do Ibirapuera em São Paulo são um bom exemplo.

Na obra que escolhemos para análise temos a escultura do Cristo Morto ao lado de Hórus. O antigo deus do Egito parece lamentar a morte do Cristo devido a posição de seus braços. Nessa primeira apreensão artística o autor explora o conceito de diversidade e tolerância religiosa. Claro! Que o ser humano possui o direito a livre escolha, mesmo que escolha uma religião errada. Mas entre a diversidade e a tolerância temos o deus universal da nova era.

O deus  que abraça a todas as religiões. Não se trata de apenas de respeitar uma ou  outra religião, mas em aceitar os dogmas sem o direito a busca pela verdade. Verdade essa que está relacionada a salvação da alma que só pode ser feita através da fé em Jesus Cristo. Não importa se você é católico, budista, cigano ou espírita! Quantas vezes não ouvimos frases semelhantes dos grandes líderes evangélicos na busca de nova ovelha$ na TV (ênfase para a IURD) ? Eis aí a diversidade e a tolerância operando, pois pouco se importam com a salvação e visam apenas o lucro.

A segunda captura do sentimento artístico nessa obra é de forma mais subliminar, porém a mais importante. Nessa obra temos a aceitação dos manifestantes solares. Nesse caso ligamos três ou mais religiões, nesse caso temos templários e católicos ligados ao mesmo culto; de um lado Isis, Osíris e Hórus e de outro podemos usar a sagrada família  católica.

Mas nessa segunda etapa é importante condicionar o cidadão global em aceitar de forma oculta a revelação progressiva Bahá’i. Que representa os sete chifres da besta do livro de Apocalipse 13:1, ou seja, um condicionamento para aceitar o oitavo rei, também conhecido como o oitavo manifestante solar que é Baha’u’llah.  Seguindo esse conceito, o artista coloca em sua obra uma série de manifestantes solares no Ibirapuera. E assim, o nome de JESUS continua sendo blasfemado a cada dia. Não teria como satanás criar um governo mundial sem distorcer o cristianismo de todas as formas. É por esse motivo que na eternidade JESUS precisa de um novo nome:

“A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.”  (Apocalipse 3 : 12)

Infelizmente é isso…a páscoa virou uma verdadeira palhaçada (coelhinhos, chocolates, Bacalhau com o preço nas alturas…) e  assim como a arte, o seu sentido verdadeiro desapareceu faz tempo.

https://estudosdafe.wordpress.com/2009/01/03/a-revelacao-progressiva/