• janeiro 2022
    S T Q Q S S D
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  

O Brasil de volta ao conselho de segurança

Resumo da notícia:  “O Brasil foi eleito com 181 votos para ocupar o assento não-permanente do Conselho de Segurança em 2022-2023…. o Conselho está aí para ajudar a prevenir e mediar conflitos em todo o mundo…” ( Ronaldo Costa Filho)… Já o Haiti ainda causa preocupação. Costa Filho lembrou que o Brasil esteve há mais de 10 anos à frente da missão de paz na ilha caribenha e continuará a apoiar o processo de pacificação….”

Dentro da Ordem mundial de Baha’u’llah, o conselho de segurança da ONU deveria ser responsável não só pela paz, mas pela mobilização do exército mundial para supostamente minimizar conflitos pelo mundo, ou seja, os países representantes seriam candidatos aos nove mestres eleitos da nova ordem mundial que acompanhariam o executivo mundial. Biblicamente falando, temos a besta de 10 chifres.

Mas no presente tudo está muito longe de ser concretizado. Foram 10 anos do Brasil no Haiti que só rendeu estupros, miséria e uma boa fortuna para o ex presidente lula e seus companheiros. A reforma é algo que nunca sai e sempre prevalece os interesses dos Estados Unidos, Rússia e China ainda estão engatinhando para a tal reforma, por isso somente uma força espiritual do cristo cósmico Baha’u’llah pode mudar algo.

E assim, tudo não passa de vaidade. O Brasil aqui não é o povo, mas alguns infelizes que ganham uma fortuna para não fazer nada dentro da ONU. Nada – absolutamente nada – vai mudar na vida dos brasileiros nesses dois anos através desse conselho inútil, dessa forma, a única pessoa que pode sentir orgulhosa e esse ser que deu a entrevista. Que DEUS nos dê muita paciência….!

 

 

https://news.un.org/pt/story/2021/12/1773972

Brasil de volta ao Conselho de Segurança

A volta dos que não foram! A farsa da promessa da paz universal do Conselho é  desmascarada no livro de Apocalipse. Muito mais importante que a paz é roubar a riqueza de países politicamente  instáveis

Resumo da notícia: “O Brasil foi eleito com 181 votos para ocupar o assento não-permanente do Conselho de Segurança em 2022-2023. A vaga é do grupo da América Latina e Caribe, Grula. Na sessão na Assembleia Geral também foram eleitos Albânia com 175, Gabão com 183, Gana com 185 e Emirados Árabes Unidos com 179 votos cada um de acordo com a distribuição pelas respectivas regiões”

O Conselho de Segurança é o local que em um futuro próximo será chave  para o executivo mundial e os nove mestres eleitos na ordem mundial do cristo cósmico Baha’’u’llah. Esse local será responsável pela ativação do exercito mundial em promover a paz entre as nações. Paz essa que já no presente momento é apresentada no site da ONU.

Porém no futuro tudo será muito diferente! O executivo mundial e os nove mestres eleitos que representam a Apocalíptica  besta de 10 chifres tem como verdadeira função  devastar toda a Terra e reparti-la como prêmio. O deus estranho do anticristo se encaixa perfeitamente como Baha’u’llah por ele ser o idealizador de todo o sistema, por isso biblicamente falando ele se encaixa como a besta do abismo:

“Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço.”  (Daniel 11 : 39)

Essa tem sido a verdadeira função do Conselho de Segurança, nesse caso ele é usado para defender os interesses da babilônia Americana pelo mundo, ou seja, locais onde temos países que possuem riquezas naturais, mas ainda não são um país. África e Haiti  são exemplo de locais que se encontram em total desordem.

No caso do Brasil, a nova missão será na África, mais especificamente no Congo. É muito provável que se repita a “maravilha” da campanha no Haiti. Nesse rascunho de país latino americano,  a gestão do Brasil em defender os interesses do governo americano foi um verdadeiro fracasso.  Estupros, instabilidade política, crise econômica..nada mudou!

O mesmo está para se repetir na  África no Congo, local com muitas riquezas naturais  (petróleo) e um governo precário  extremamente corrupto que é disputado também pela China. Ao passar a conta para o governo Brasileiro, o presidente americano economizará  um pouco e lança os brasileiros que estão se afundando em  mais crise. Mas a ordem mundial é isso mesmo! Sacrifica a vida do povo em nome de status na ONU.

 

https://news.un.org/pt/story/2021/06/1753422

https://news.un.org/pt/story/2021/06/1753442

https://www.bbc.com/news/world-africa-57246001

A China e a multiplicação do seu exército

Em algum dia no futuro, a China ao lado da Rússia, estará no comando do mundo. Essa é a segunda etapa da Ordem Mundial de Baha’u’llah . Mas para conquistar todo esse poder, o governo chinês já sabe que precisará de muitos soldados. Claro não perdeu tempo e mandou as pessoas se multiplicarem.

Um pouco antes do direito de ter três filhos, o governo chinês criou uma série de obstáculos para o divórcio dos casais. A expectativa é que desistam e se multipliquem logo. Triste é ver a vida de pessoas que não passam de reprodutores para o governo. Essas crianças são do Estado e o governo as usará como bem quiser.

Triste é saber que muitos desses que serão gerados estarão entre os  mortos quando em futuro distante atacarem Israel, mas especificamente no Armagedom.

 

https://edition.cnn.com/videos/spanish/2021/05/19/china-divorcio-disminuye-periodo-reflexion-vo-jennifer-montoya-cafe-cnn.cnn

https://revistacrescer.globo.com/Educacao-Comportamento/noticia/2021/06/china-permitira-que-casais-tenham-ate-tres-filhos.html

A inadimplência do Brasil na ONU

“O Brasil corre o risco de perder o direito de voto em todas as instâncias da Organização das Nações Unidas (ONU), a partir de janeiro, se não pagar pelo menos US$ 113,5 milhões (R$ 608,7 milhões) até o dia 31 de dezembro.”

Além de perder o direito de voto e deixar o pais mal visto por investidores internacionais, esse país também perde o direito de ser um dos nove  países que controlara o mundo na nova ordem mundial de Baha’u’llah, juntamente com o seu executivo mundial (vulgo anticristo).

Não se sabe ainda como satanás vai distribuir o poder do seu governo quando Jesus abrir o primeiro selo do livro de Apocalipse, mas o Conselho de Segurança da ONU é um dos órgãos chaves para controlar o futuro exército mundial dentro da ordem mundial de Baha’u’llah.  A principal função desse exército será de esmagar qualquer nação que não esteja alinhada com o governo mundial:

  “Dai ouvidos, ó Governantes da América e Presidentes das suas Repúblicas, ao que chilreia o Pombo no Ramo da Eternidade…. Reuni vós os alquebrados com as mãos da justiça e esmagai o opressor que viceja, com o bastão dos mandamentos do vosso Senhor, o Ordenador, o Sapientíssimo”. (kitab-i-aqdas, Baha’u’llah)

Toda essa burocracia é necessária para que se cumpram as profecias:

“Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres.”  (Daniel 7 : 7)

https://br.sputniknews.com/brasil/2020111816459082-onus-moral-e-conselho-de-seguranca-quais-sao-as-consequencias-da-inadimplencia-do-brasil-na-onu/

https://estudosdafe.wordpress.com/category/o-exercito-mundial-de-bahaullah/

Pentágono ‘em pânico’

Pentágono ‘em pânico’ com a incapacidade de defender logística contra a Rússia e China

O chefe do Comando de Transporte dos Estados Unidos, general Darren McDew, disse ao Comitê de Serviços Armados do Senado que os EUA não têm suficientes navios, aviões ou petroleiros aéreos para transportar grandes quantidades de equipamentos, suprimentos e mão-de-obra em caso de grande guerra. Entenda o que isso significa para a Rússia.

O modelo de navio de transporte médio dos EUA tem 39 anos e menos de 60% deles podem ser levados para exercícios ou manobras. O restante precisa de reparos ou é considerado inadequado. McCain disse que o USTRANSCOM tem acesso a apenas 27 navios de transporte militar; nove deles estão sujeitos a aposentadoria nos próximos seis anos.

“O Pentágono, obviamente, gostaria de substituir o M1 Abrams, o M2 Bradley e o Paladino M109 com veículos blindados que consomem menos combustível. Estão sendo consideradas opções, incluindo tanques híbridos-elétricos e aqueles que utilizam células de hidrogênio, mas o financiamento para estes é improvável que a realização de projetos aumente antes de 2030”.

“O problema”, acrescentou Plekhanov, “é que os próprios americanos dizem que, em caso de conflito com a Rússia, os meios de guerra eletrônicos dos russos são capazes de atingir os canais de comunicação”- tornando todos esses dados e automação do consumo de combustível essencialmente inúteis,

O outro lado da moeda é que os planejadores russos e chineses também não estão desperdiçando um único segundo, com meios de desenvolvimento assimétricos para combater o poder militar dos EUA.

Artigo completo em:

https://br.sputniknews.com/americas/201705288505244-pentagono-estruturas-china-russia/

EUA podem manter sua supremacia naval perante a China?

A Marinha chinesa está crescendo rapidamente e em um curto período de tempo já é considerada como a segunda maior potência marítima.Os fatos indicam que os chineses continuam crescendo décadas após décadas e, consequentemente, estão desafiando a supremacia naval norte-americana.

Há 30 anos ninguém imaginaria que os chineses pudessem desafiar as capacidades dos EUA, contudo, eles deixaram muito claro que podem fazer isso. Com um progresso tão visível, a China continua incrementando cuidadosamente seus novos modelos e equipamentos navais, comenta a revista The National Interest.

Pequim iniciou seu progresso com a produção de seus próprios navios, mesmo dependendo de tecnologias de terceiros para seus armamentos. Entretanto, mesmo adquirindo produtos de outros países, a China continuou com seu objetivo e elevou as capacidades de produção e desenvolvimento de novas tecnologias.

A força crescente da China pode ser demonstrada pelo rápido desenvolvimento dos modelos da fragata Tipo 054A, do submarino Tipo 039A, do destróier Tipo 052D e da corveta Tipo 056. Com isso, a modernização da frota chinesa deve acontecer nos próximos dois anos, expandindo consideravelmente suas forças e capacidades.

Além disso, nos próximos 10 anos a China pretende construir a próxima geração de submarinos nucleares, além de novos tipos de porta-aviões com sistemas de catapulta e expandir sua frota de navios anfíbios.

A China possui um plano naval para superar os EUA e controlar o Pacífico ocidental até 2030, e por isso o gigante asiático está recuperando o atraso de uma geração através de um desenvolvimento impressionante.

Segundo especialistas norte-americanos, a China terá mais embarcações do que os EUA após 2030 e, mesmo que os EUA tentem melhorar sua tecnologia militar, a China não deverá encontrar dificuldades, já que o país está cada vez mais próximo de alcançar os norte-americanos.

Pequim está reforçando suas forças regionais para obter controle estratégico do Mar da China Meridional e quer desenvolver uma força naval para competir com outras potências marítimas, e dificilmente os EUA conseguirão manter sua supremacia, já que atualmente os norte-americanos não possuem poder financeiro para evitar o domínio chinês.

 

https://br.sputniknews.com/defesa/2019041613693221-eua-supremacia-naval-china/

Brasil e o Conselho de Segurança da ONU

“…uma Força Militar Internacional, sem prejuízo de forças armadas internas em cada país, organizada para a defesa e manutenção das normas de um novo código internacional e que se baseia no princípio da cooperação mútua, na solidariedade entre os povos e na proteção da humanidade….” (Luiz Gushiken/PT durante o centenário de Baha’u’llah em Brasília )

Luiz Gushiken era um seguidor da ordem mundial de Baha’u’llah e acima ele mencionou  o futuro exército mundial e sua suposta importância. Durante o regime petista a entrada no Conselho de Segurança, órgão que possui grande chances no futuro para sair os nove mestres eleitos do executivo mundial, era uma das prioridades. O resultado foram a forças de paz  como tentativa de entrar no conselho, por exemplo: No  Haiti, onde soldados estupradores e pedófilos aturam por um bom tempo.

Com a chegada do regime bolsonarista  as portas para participar do exército mundial de Baha’u’llah se fecharam de vez. Uma das funções desse futuro exército é atacar os Estados Unidos da América, mas  temos no momento um presidente entreguista e fascista que se ajoelha para a babilônia americana.

Segundo o chanceler Araújo, o Conselho de Segurança não é prioridade e o objetivo é “colocar” a ideologia bolsonarista para dentro da ONU, ou seja, um país de terceiro mundo tentará se impor sobre a Ordem Mundial de Baha’u’llah pela primeira vez. Ora, se estivéssemos com a Ordem Mundial de Baha’u’llah estabelecida seria fatal que esse país fosse bombardeado por um presidente totalmente sem juízo.

Infelizmente as notícias são muito desanimadoras, pois se nada mudar teremos quatro anos de palhaçada e atrapalhada diária. Mundo estranho… Adorar a Babilônia Americana ou A Besta de 10 chifres? Deixamos a escolha para os agentes humanos de satanás no governo brasileiro.

 

https://www.valor.com.br/brasil/6178479/vaga-no-conselho-de-seguranca-nao-e-prioridade-diz-araujo

A queda do império americano

Resumo da notícia: “…Um grupo de especialistas independentes publicou uma análise sóbria e implacável da estratégia de defesa nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump…”

Nessa análise,  os especialistas  sugerem 30 recomendações para que o presidente americano supere o  poderoso exército Russo e Chinês.  Elas se resumem em investimento militar e a diminuição de parcerias comerciais com a China.

A Rússia  exibiu suas armas recentemente em uma intervenção da Ucrânia e demonstrou que o poder do império americano está ultrapassado.  Esse noticia vem de encontro com as profecias do Apocalipse que envolve os três impérios aqui descritos, porém, muito diferente do que dizem os especialistas, a questão não  passa por investimentos e sanções econômicas.

O pecado da Babilônia americana está em oprimir os outros países, roubar suas riquezas naturais, impor sua vontade de forma fascista  como terceirizações, austeridades ou deixar que milhões de pessoas vivam na miséria em sem perspectiva.  Refugiados de países devastados pela OTAN  buscam socorro na América e encontram suas fronteiras fechadas.

O pecado da babilônia Americana está e em impor sua moeda de forma universal, sendo que nem lastro em ouro possui. Como descrito por vários especialistas, o  dinheiro americano só tem valor depois que o processo de austeridade e repressão impostos nos países retornam.

Faltaria tempo para falar das musicas satânicas, das sociedades secretas, da maçonaria e de toda feitiçaria que é feita  por lá, onde muito – mais muito sangue – é derramado. Seus pecados são tantos que colocados em ordem  chegam até no céu:

“Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela.”  (Apocalipse 18 : 5)

Em um futuro próximo  um certo capitão reformado, apoiado por seu sacerdote evangélico Silas Malafaia e um guru “pseudo- filosófico” chamado Olavo de Carvalho lamentarão pelos absurdos que estão fazendo. O primeiro não sabe ler a Bíblia e o segundo não entende nada de filosofia:

“E luz de candeia não mais luzirá em ti, e voz de esposo e de esposa não mais em ti se ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feitiçarias.”  (Apocalipse 18 : 23)

Não sei quando, mas em um futuro ainda mais distante a ordem mundial de Baha’u’llah aproveita esse espaço para colocar a Rússia e a China dominando o mundo.

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-46311782

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2011/10/02/para-entender-a-nova-ordem-mundial-%E2%80%93-parte-ii/