• abril 2018
    S T Q Q S S D
    « mar    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30  
  • Anúncios

Pantera Negra, o Filme

Resumo do filme: É apresentada  a história de Wakanda, cidade fictícia na África  onde caiu um meteoro contendo vibranium.  Esse metal precioso é o que dá poder bélico e tecnológico para a cidade. Os moradores de Wakanda se disfarçam de simples fazendeiros e pobres para que as demais nações não descubram e nem usem o vibranium. Indignado com essa posição, o vilão do filme tenta usurpar o reino e se apoderar das armas para iniciar uma grande revolução mundial para a raça negra oprimida. Já o Pantera Negra rei de Wakanda prefere  a diplomacia via ONU. Isso é motivo das lutas e de toda a ação do filme. O poder do Pantera Negra foi dado pela deusa Baset.

A África seria um país rico e poderoso, mas infelizmente sua riqueza, especialmente os diamantes, são negociados por vários povos, especialmente os europeus (França, Alemanha, Inglaterra…), por esse motivo e outros do mesmo tipo, infelizmente não possuem nada de material para a nova ordem mundial, mas em termos espiritual o vibranium pode ser representado no mundo real pela arca da aliança. Não a Bíblica, mas um artefato mágico escondido na Etiópia de grande valor para a retirada dedo cristo cósmico Baha’u’llah do abismo.

Pantera Negra é um filme chato, mas a estratégia do capital em sua divulgação permitiu que lucrasse muito transformando a diversidade de Baha’u’llah em lucro. Não se fala nada de diversidade, não expõe as dificuldades da raça negra em enfrentar o racismo. O mesmo acontece com outros filmes como a Mulher Maravilha e Tomb Raider, ou seja, a luta por direitos se transforma em um mero conceito vago  e lucrativo de diversidade em uma industria cultural moderna. O filme também tem suas cenas racistas. O rei de uma oura tribo emite sons com a boca semelhante aos macacos.

Assistimos no mundo moderno uma certa supremacia do capital em relação ao socialismo. O filme faz uma alusão ao Partido dos Panteras Negras criado na década de 60 e extinto na década de 80. Um movimento que por fim tentou implantar uma espécie de poder negro pela força. O vilão do filme faz algo semelhante.Mas na vida real eliminar uma dessas dialéticas é praticamente impossível, pois ao capital cumpre o papel de oprimir e implantar planos de austeridade ao povo, por outro lado, e por mais que uma revolta popular seja apartidária, as centrais sindicais tendem a se apoderar delas.

E por fim, Wakanda acaba se transformando em um ícone para a África dentro da ONU, porém para que a África faça parte do Conselho de Segurança surge a necessidade de uma reforma, mas desde  a segunda guerra mundial os países vencedores jamais abriram mão do poder que possuem.  A cada ano que se passa fica mais evidente que a reforma da ONU precisa de magia e o vibranium da Wakanda na forma da Arca da Aliança para convencer os donos do mundo. Claro! Com uma ajuda da deusa Baset, mais uma da personificações da Rainha dos Céus no antigo Egito.

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2008/11/21/artefatos-magicos-a-arca-perdida/

http://www.egitoantigo.net/bastet-deusa-egipcia.htm

http://www.purebreak.com.br/noticias/filme-pantera-negra-supera-titanic-e-se-torna-a-terceira-maior-bilheteria-da-historia/71494

Anúncios

Os perigos do empoderamento

Esse lindo prédio que pertence a ONU  é o local de onde saem  os raios da unidade da diversidade da ordem mundial do cristo cósmico  Baha’u’llah para o mundo inteiro. Compete aos baháis implantarem, nesse caso a igualdade entre homens e mulheres,  a qualquer preço.

“…O discurso sobre o empoderamento das mulheres deve ir além da mera preocupação com a participação das mulheres na vida econômica da sociedade, por mais importante que seja, e procurar liberar as vastas potencialidades das mulheres para o progresso do mundo… “O desenvolvimento da capacidade deve preocupar-se com todos os aspectos da existência humana…”

O texto acima foi extraído de um site dos seguidores do cristo cósmico Baha’u’llah. Em parte , os Bahá’is  costumam tentar praticar o princípio do cristo cósmico de igualdade entre homens e mulheres, porém o empoderamento feminino é fundamentado muito mais na teoria.

A instituição máxima da comunidade Bahá’i A Casa Universal de justiça e Guardiania , instituição que a cada dia se assemelha com a apocalíptica besta de dois chifres, só pode ser formada por homens. Ora, o que diremos do resto da sua nova ordem mundial? O futuro executivo mundial também será homem!

O conceito bahái de  empoderamento como igualdade total entre homens e mulheres sai  atropelando tudo que esteja na frente, até as diferenças biológicas do corpo.  Não se limita a igualdade de salários, empregos…Dessa forma, como tudo no bahaismo é uma equação dialética de  paz  (999) x tribulação (666), onde a síntese é essa variação de diversidade chamada empoderamento, cada um interpreta como quer.

Em um post anterior [1] vimos que os filmes colocam em igualde homens e mulheres nas cenas de brigas. E na vida real algo terrível está acontecendo que a taxa do  feminicidio. Segundo o estudo do Atlas da Violência de 2017 o aumento em 2015 superou toda a década anterior analisada. Os pior  índice está no Maranhão com um aumento de  124,4% durante o período analisado.

Qual a origem desse aumento? É justamente essa igualdade, dessa forma os índices continuarão aumentando  até que a morte entre homens e mulheres estejam iguais.  Claro! Com a ajuda do Estado  (seja ele PSDB, PDM ou PT) que não faz nada a não ser gastar dinheiro com propagandas superfaturadas e inúteis na TV.

Muito diferente do bahaismo, o cristianismo teria uma solução para isso:

“Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.”  (I Pedro 3 : 7)

Porém, reconhecer a mulher como uma pessoa delicada e sensível é praticamente um pecado contra a unidade da diversidade da Nova Ordem Mundial de Baha’u’llah.

http://news.bahai.org/story/1243/

[1] https://apocalipsetotal.wordpress.com/2018/03/02/quando-a-igualdade-de-genero-passa-dos-limites/

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13104.htm

https://www.pstu.org.br/aumenta-feminicidio-entre-as-mulheres-negras/

 

 

O Oscar da diversidade

“Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.”  (Habacuque 2 : 5)

Congregar todos os povos em um abraço universal e abrangente. De fato, essa é a meta da ordem mundial de Baha’u’llah; porém ela não tem encontrado muito espaço na política. A única solução foi transformar a estética do belo artístico em diversidade como acontecer na premiação do Oscar.

‘A forma da água’ foi o filme que mais ganhou estatuetas em 2018 (4). A história passa na década de 60 onde uma moça muda se apaixona por um monstro marinho. Analisando do ponto de vista racional, o conceito de belo dos críticos parece oscilar na multiplicidade de interpretações possíveis para esse romance como: 1) Os amores impossíveis, 2) O amor de diferente raças na unidade da diversidade e outras coisas do tipo. Espiritualmente falando parece mais um condicionamento grosseiro para a aceitação da existência de aliens ou relacionamento com demônios.

A diversidade é como a morte que nunca se farta, por isso estava presente em outros momentos e abordando os seus temas como: A imigração (Alfonso),  o empoderamento feminino na voz Kimmel quando diz que as mulheres preferem sair com peixes, pois os homens andam muito equivocados (uma piada, mas com uma mensagem séria), não falto o momento dos travestis no filme  “Uma  Mulher Fantástica”. Opss! Agora é mulher trans….

E claro para alimenta ainda mais o racismo os jornais  não deixaram de falar do premio ao ator Jordan Peele, o primeiro negro a ganhar. Essa é uma das formas mais racistas que existem  e que passa de forma descoberta. Pessoas  da raça negra são vistas como algo inédito em suas ações. Tipo um animal que aprendeu a falar a língua dos homens e ainda está evoluindo.

Em síntese, fim das fronteiras, fim de toda forma de preconceito, empoderamento feminino…tudo isso são alicerces da nova ordem mundial de Baha’u’llah que esteve na boca de todos durante a premiação.

“Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.”  (I João 5 : 19)

https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/oscar/2018/noticia/a-forma-da-agua-e-grande-vencedor-do-oscar-2018-em-noite-dividida-e-com-feitos-ineditos.ghtml

Quando a igualdade de gênero passa dos limites

“E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.”  (Apocalipse 10 : 10)

De fato, a ordem mundial de Baha’u’llah possui esses dois lados, ou seja, em um momento ela pode ser doce e em outros amarga. É um sistema de governo que não possui um equilíbrio devido ao distanciamento da verdade Bíblica que é comum nas mais diversas religiões, mas no bahaismo é mais especial, por ser a única religião em que um líder possui todas as características da Bíblica besta do abismo.  Aqui temos mais um exemplo dividido em duas partes:

Recentemente, a Arábia Saudita, país que não permite que uma mulher possa dirigir, começa a mudar de posição. Pelo noticiário que chega até nós parece que agora isso é permitido. Não  só isso, mas também assistir aos jogos.  Chega a ser ridículo um país no século 21 ser tão atrasado. Aqui temos um direito inato das mulheres que foi devidamente reconhecido.

Mas saindo do doce para o amargo…Um tipo de cena nos filmes que está ganhando a cada dia uma nova versão. são as “heroínas” . Tudo começou de uma forma bem tranqüila…aos poucos foram apenas assumindo o lugar dos homens nas decisões, depois alguns tapas na cara….

Agora é de igual para igual. Bateu…levou, especialmente nos filmes da Marvel ou Dc Comics! Mulher Maravilha,  Alice Resident Evil  (Milla Jovovich ) , Viúva Negra (Scarlett Johansson) …A lista não tem fim. Abaixo temos um exemplo desse tipo de cena com  Skye ou Daisy (Chloe Bennet) que  é uma agente da SHIELD. Ela começa como hacker, mas vai se especializando tanto na luta como nos seus poderes aliens. Aqui  ela está  em igualdade com um homem azul (A série fala muito de Aliens.), mas o mesmo acontece com qualquer outro.

É interessante observar que esse empoderamento não cria uma masculinidade nas atrizes, muito pelo contrário todas são muito belas, sensíveis, delicadas e femininas, mas nem por isso deixam de lutar. Frágil? Nem pensar!!. A agenda feminista vem camuflada. Seriam os homens monstros (Ets) que precisam ser submissos e se curvarem ao poder supremo do feminismo?

Quanto tempo isso vai demorar para acontecer no mundo real? Talvez em um futuro não muito distante teremos luta livre entre homens x mulheres , travestis x mulheres x travestis x homens e por aí vai. Bom… esses são os primeiros raios da diversidade da ordem mundial de Baha’u’llah…É olho por olho..Bateu levou:

“62. Se alguém intencionalmente incendeia uma casa, queimai-o também; se deliberadamente tira a vida de outrem, matai-o. Firmai-vos aos preceitos de Deus…” (Kitáb-i-aqdas- Baha’u’llah)

 

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2010/07/31/os-principios-sociais-da-nova-ordem-mundial-%e2%80%93-parte-4/

https://br.noticias.yahoo.com/princesa-saudita-diz-direito-das-mulheres-vai-poder-225313517–spt.html

Zoofilia e a nova ordem mundial

Um dos princípios Baháis mais divulgados (sem bem que são ocultos da população) é o fim de toda forma de preconceito. Ora, conceituar o “fim de toda forma” não se limita a perspectiva Bahái de unidade da diversidade da humanidade. Mas como não existe [1] conversão ao bahaismo cada um interpreta essa “toda forma” como quer e na maioria  dos casos o que é doce aos ouvidos se torna amargo ao estômago. É isso que o torna nocivo.

Vejamos a discriminação racial. Ok! Nada mais do que justo negros, índios e brancos viverem em harmonia, igualdade e tudo mais, mas junto com esse combate ao preconceito que é algo doce temos o problema do paganismo religioso africano.

Mas na zoofilia  tanto o doce quanto o amargo são bestialidade praticadas e justificadas de forma incorreta. Argumentam os defensores da relação entre  homem x animal conceituando através do sentido da palavra zoofilia que é o amor aos animais. Dessa forma, segundo eles, o ser humano ao procurar um animal para um relacionamento está transmitindo algo de bom. Sendo assim, o amor na zoofilia está acima da ética de um relacionamento.

Para vergonha da filosofia esse é o pensamento de um filósofo maluco chamado Peter Singer. Por muito tempo na filosofia , e isso desde os  pré-socráticos , foi a prática racional na  busca da causa primeira através do amor a sabedoria. Sendo assim, o sentido da palavra amor está acima de qualquer desejo carnal humano, isso até na filosofia verdadeira. É algo do espírito onde se cria uma rede semântica com palavras do tipo: honra, respeito, sacrificar em nome das pessoas, tolerar, perdoar, arrepender. O amor é o dom Supremo de DEUS.

Porém o amor da zoofilia se divide em dois grandes grupos. O primeiro foi esse apresentado nas linhas acima, onde existe o contato físico. Mas também existe o espiritual maligno. Nesse caso a pessoa deixa de praticar o amor ao próximo que é um dos grandes mandamentos bíblicos e transfere tudo para o animal.

Durante minha vida cansei de ver exemplos de pessoas  que dão muito mais atenção aos  animais como cachorros e passarinhos do que ao filho, pai, mãe, namorado ou colega. Claro esse grupo talvez muitos nunca chegue a praticar a zoofilia, mas ela vem agindo de forma oculta nessa era de culto aos pets. Abaixo segue o texto de uma maluca seguidora de Singer aqui do Brasil convidando uma mulher a visualizar características humanas em um pastor alemão antes do relacionamento:

Opa! Par perfeito=loiro! Olha o racismo!!! Peter Singer e outros doentes que pensam como ele foram tragados pelo vale do amor de Baha’u’llah. O peregrino nesse vale não sabe diferenciar a verdade do erro…

“…O viajante torna-se agora inconsciente de si próprio e de tudo além de si. Não vê a ignorância nem o conhecimento, nem a dúvida nem a certeza; não distingue entre a manhã da orientação e a noite do erro…” ([1]-Os Sete vales, Baha’u’llah)

E assim um abismo leva outro, a saber: Morte!

“Todo aquele que se deitar com animal, certamente morrerá.”  (Êxodo 22 : 19)

 

Referências:

[1]- Faça um teste e veja quantas pessoas ouviram  falar algo de  Baha’u’llah. Andando pelas ruas até hoje não conheci. Em taxa seria algo como 0,0000000009 %….

[2]-  Poema místico escrito por Baha’u’llah. O som sedutor de sua melodia da diversidade está  em cada palavra. Em cada frase um encantamento mágico e apocalíptico (Apocalipse 10:4). Suas vozes  são as enumeras frases que abrem os portais do inferno. Como raios e trovões chegam em uma velocidade estonteante procurando a quem possa tragar  ou a quem possa tirar a razão e o pensamento racional.

Raios que penetram na mente das pessoas mudando o seu comportamento e vendo a diversidade em todas as coisas, mas sem critérios de discernimento: “ Em Nome de Deus, O Clemente, o Misericordioso. Louvores a Deus..” Assim começa a viagem do peregrino nos sete vales, mas como o Apóstolo João poderia escrever um verso  desse poema na Bíblia?

E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas. (Apocalipse 10:4)

https://issuu.com/arevistavoid/docs/void57

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160219_sexo_animais_alemanha_ab

Que raio de diversidade é essa ?

“… Ele contempla todas as coisas com a vista da unicidade, e vê os brilhantes raios do sol divino, que emanam do ponto do alvorecer da Essência, atingirem igualmente todas as coisas criadas…” ( Sete vales, Vale da UNIDADE, Baha’u’llah)

A melodia entoada pelo rouxinol místico não consegue chegar na esfera política, porém  e na arte, nesse caso o cinema e seriados  que tem tocado. A apreensão do belo artístico acontece na conduta moral que se transforma. Sim! Palavras doces que esconde o amargo da realidade. Afinal…que raio de diversidade é essa? Vejamos alguns filmes e seriados:

Pantera Negra –Os jornais rapidamente dão as novas: Chega nos cinemas o primeiro filme onde 100% dos atores principais são negros em 2018. Opa! Isso não seria preconceito contra os brancos? Se fosse ao contrário seria…

Super Girl – A heroína parente do  super homem vive em um mundo de diversidade. Nos primeiros episódios tem um romance com um negro e logo  termina em uma das temporadas. Até aí  nada de errado, mas a sua irmã descobre ser lésbica, após o noivado lésbico termina com sua namorada….

O Arqueiro verde – Parece ser do mesmo roteirista da super Girl. Pessoas de todas as raças vivem em harmonia, mas temos vários condicionamentos para a homossexualidade.  1) Um rapaz negro que é gay e dá em cima de um dos vigilantes do time do arqueiro após terminar com seu namorado; 2)  A canário que se apaixona por uma espécie de mulher samurai.

Ghotam – É a história do comissário Gordon quando ainda era policial e tinha que combater o crime sem um super herói na cidade, pois o futuro Batman é um pirralho chato. Aqui a diversidade rola solta..Em seu primeiro romance Gordon está com Barbara, uma lésbica que tenta se curar, porém não resiste ao charme de uma linda morena (Tabitha). Dezenas de beijos lésbicos acontecem. O Pinguim é apaixonado pelo Charada, mas esse é heterossexual.

Misturando o certo com o errado. Atores negros  tratados como pessoas comum (o que é lógico sempre deveria ser), gays, lésbicas e travestis. A ordem mundial do cristo cósmico  Baha’u’llah apreende o belo artístico levando o máximo de pessoas para o abismo da morte espiritual. Já não sabem discernir o certo do errado ou o justo do injusto. Caem nas garras do vale do amor da perdição de Baha’’u’llah , mas isso Gothan queridos!

“…O viajante torna-se agora inconsciente de si próprio e de tudo além de si. Não vê a ignorância nem o conhecimento, nem a dúvida nem a certeza; não distingue entre a manhã da orientação e a noite do erro…” (Sete vales, vale do amor, Baha’u’llah)

“A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá.”  (Apocalipse 17 : 8)

As aventuras do Papa Francisco no Chile

O Chile é um lugar estratégico para a nova ordem mundial de Baha’u’llah. É nesse local que temos o primeiro templo [1] Bahái na América do sul. Localizado nas montanhas dos Andes em Santiago, as “benção “da diversidade do cristo cósmico Baha’u’llah  recaem sobre os cidadãos.

A unidade da diversidade está transformando o Chile aprovando o aborto terapêutico e o casamento gay, bem como a adoção. O Papa Francisco chega no meio dessa diversidade sem intervir, mas com a difícil meta de tentar amenizar os casos de pedofilia praticados por alguns padres safados.

Mas vamos nos deter aqui em uma das suas causas. Não! Dessa vez não é a tradicional isenção de impostos que o Vaticano adora fazer, mas na causa indígena que o Papa abraçou nessa viagem. Embora no presente suas palavras sejam totalmente insignificantes no futuro terão peso, pois seja quem for o Papa se tornará o líder mundial das religiões, isso de acordo com a Epístola de Baha’u’llah enviada ao Papa Pio IX.

Os índios estarão presente durante esse governo mundial e com sua cultura e costume preservada. Baha’u’llah descreve essa ordem em seu Livro Kitáb-i-aqdas (Apocalipse 10:2). No caso abaixo  estamos referindo o costume tribal com o uso de peles e ossos devem ser preservados durante a adoração ao cristo cósmico:

“…K9. Pêlos de animais não vos invalidam a oração, nem nada que já não tenha espírito, como ossos e coisas semelhantes. Podeis vestir pele de zibelina, assim como usais a de castor, de esquilo e de outros animais…” ( Baha’u’llah, Kitab-i-aqdas)

É bem provável que o Papa Francisco nunca descubra que está sendo manipulado por alguém que está acima dele. É isso de forma literal, pois o templo Baha’i’ emana toda a sua energia cósmica no alto de uma montanha.

http://www.valor.com.br/internacional/5260053/papa-francisco-chega-ao-chile-sob-um-clima-pouco-amistoso

[1] – http://templo.bahai.cl/en/

Hoje é dia da tristeza

Hoje é o dia mais triste do ano. Isso é o que apontam pesquisas realizadas pela Universidade de Cardiff, no País da Gales.

Pelos estudos, a terceira segunda-feira de janeiro é o dia do ano em que as pessoas se sentem mais tristes. Isso porque, com as dívidas, o fim das férias e das festas, além da falta de planejamento para os objetivos do ano, a maioria das pessoas sente uma queda na motivação.

A data tem sido chamada há mais de uma década de “Blue Monday” e é levada à sério no Reino Unido, onde é constatado um maior número de faltas no trabalho neste dia.

https://www.terra.com.br/diversao/arte-e-cultura/hoje-e-o-dia-mais-triste-do-ano-veja-como-supera-lo,853101946670032beba95e5ed6ae9b4bqrk1ea1d.html