• junho 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  

Analisando a Agenda 2030 da ONU

Durante muitas décadas, a comunidade Bahá’i pensou  em como poderia organizar e colocar em prática os ensinamentos do cristo cósmico Baha’u’llah em prática. Isso fez com que criassem 12 princípios:

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2010/08/06/os-12-principios-da-nova-ordem-mundial/

O bahaismo é algo muito oculto da grande população. Basta sair na rua e perguntar para as pessoas se conhecem Baha’u’llah. A maioria esmagadora, cerca de 99,9% vão dizer que nunca ouviu falar dele, por isso a solução foi convocar pessoas de todos os outros seguimentos para as causas baháis.

Nesse cenário surge a ONU/ECOSOC que colocou em prática durante anos na forma de metas do milênio, objetivos do milênio e por ultimo a Agenda 2030. Desde a sua primeira concepção esse projeto nunca foi realizado de forma satisfatória. Vejamos alguns exemplos aqui no Brasil:

1) Acabar com a pobreza: Bolsa família. O nome já diz tudo se a pessoa for miserável e solitária está condenada a morte. Trocar o nome de favela por comunidade para ocultar a pobreza da periferia.

2)Acabar com a fome: A alta dos alimentos fez com que muitas pessoas deixassem de almoçar em restaurantes.

3) Assegurar água e saneamento para todos: O governo do PSDB de São Paulo, por exemplo, serve uma água com puro cloro e chega nas torneiras com cor de leite. Retirada do carvão no processo de purificação e o que dizer da taxa incorporada quando os reservatórios estão mais vazios.

4) Combater a mudança climática. Imposição do pagamento de sacolinhas de mercado para alguns Estados, porém sem qualquer programa de reciclagem para as mesmas.

5) Assegurar o acesso de energia para todos. O semáforo criado na conta de luz (bandeiras verde, amarela e vermelha) apenas aumentam o lucro dos acionistas das empresas de energia.

6) Tornar os assentamentos sustentáveis. As invasões do movimento sem teto, onde marginais organizados ocupam a prima fase da invasão para venda posterior de terrenos grilados mostra bem a realidade brasileira.

Diante disso, não importa o nome que dão, pois essa Agenda nunca seria concretizada. Poderiam mudar para 2090, 2130 e ainda assim os problemas seriam os mesmos (corrupção, avareza e interesses pessoais). Mais uma vez o problema centraliza na espiritualidade, pois sem a manifestação espiritual de Baha’u’llah e o seu batismo com o falso espírito santo, o coração dos governantes não se inclinarão  para essas metas.

http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/presscenter/articles/2017/06/09/grupo-assessor-da-agenda-2030-lan-a-documentos-tem-ticos-sobre-os-ods/

Anúncios