Resident Evil, o recomeço

O título é uma alusão  ao que aconteceu na cracolândia hoje (11/6/017), assim como no filme os zumbis não desaparecem, mesmo no último filme da série no final temos uma indireta de que eles sempre voltarão.

O mesmo acontece na cracolândia, mais uma vez a  nova higienização feita nas ruas centrais apenas espalhou os zumbis para outros lugares. Isso é  uma tática antiga da elite burguesa. No passado, um bairro que seria destinado para as pessoas ricas em São Paulo foi ocupado por pobres. O governo daquele tempo decidiu reagir expulsando os moradores e posteriormente fez a lavagem do local. Os pobres foram para áreas afastadas e criaram as favelas, já esse bairro ficou conhecido com o nome de Higienópolis, ou seja, assim como a favela cresceu sem controle cada dois zumbis são capazes de criar novas mini cracolândias, triplicando a população.

Para acabar com a cracolâdia é muito fácil…São necessárias apenas três etapas : 1) eliminar os traficantes, 2) Cuidar dos doentes para superarem a abstinência e 3) Reintegração na sociedade através de ações públicas do Estado e da Igreja , Simples assim, mas na prática é impossível devido a corrupção política.

Na etapa um os governantes não podem acabar com o tráfico. Se quiserem fazer isso terão que prender o ex-presidente Fernando Henrique do PSDB e não colocar na cadeia um ser qualquer que porta apenas 700 gramas de crack. O Governador e o prefeito vão fazer isso com um membro poderoso do mesmo partido? Essas medias estão sendo feitas apenas por terem passado na mídia.

A etapa 2 e tão impossível como a um. Como gerar empregos dignos em um sistema político que privatiza tudo e todos.  Um governo que não quer ter a responsabilidade de governar como administrador, por isso passa tudo  aos  gestores da iniciativa privada que apenas renovam o ciclo de precário dos Serviços Públicos.

A etapa 3 é conseqüência da 2, pois onde seriam tratados os dependentes e usuários? Hospitais Públicos que sofrem com a terceirização e transformação em Organizações Sociais de Saúde, onde contratos milionários são celebrados, mas não possuem qualquer investimento prático de melhoria. É comum uma OSS fechar contrato com o PSDB por troca de apoio na campanha eleitoral e em troca não fazer absolutamente nada de melhoria nos hospitais públicos. Onde vão trabalhar se já não existe emprego e o Estado está vendido?

Não  foi por acaso a data escolhida ser o dia 11. Isso mostra as luzes do iluminismo e como a elite aristocrática pouco se importa com os cidadãos. Muito longe de ser apenas nossos zumbis brasileiros, mas toda a população. Ora, o sonho desses governantes é muito simples: Usarem o Estado para criar leis que favoreçam a exploração do trabalho e a criação de mão de obra descartável, escrava e barata. O que está sendo implantado no Haiti é um sonho não só da JBS , mas de outros monstros que detém o poder pela riqueza. Dessa forma, o que acontece na cracolândia é um teste para algo maior.

Infelizmente não adianta denunciar e resta apenas observar. Um dia jogam bomba na população de drogados e no outro comem um pastel chinês  com os mesmos em busca do seu voto e a perpetuação no poder. Um olhar estúpido de quem quer devorar a câmera nas entrevistas ajuda muito!  Cumprimentam com a mão esquerda e esbofeteiam com a direita. Isso tem funcionando muito bem por mais de 20 anos com o PSDB no poder. Só DEUS sabe até quando…

Acaso um cego pode guiar outro? Em ambos os  lados temos viciados. Um grupo na droga química e outro da droga da vaidade política. Vaidade de homens que não precisam mais de dinheiro, mas buscam sempre mais, achando que com isso se tornarão  felizes e nunca se satisfazem. Não bastar estar nas colunas sociais  como Dória Junior ou Alckmin é preciso ter o exército ou a polícia em seus pés, prontos para obedecer como cachorros adestrados.

Faltaria tempo para falar da outra face dessa burguesia suja como. Médicos fajutos como Drauzio ou Empresas de Containers. O Local parece mais um campo de extermínio ou estufa para o verão, devido ao material ridículo utilizado.

Pode parecer bizarro, mas o princípio da diversidade, onde todos ocupam o seu lugar na Ordem Mundial de Baha’u’llah continua preservado.

Anúncios