O centenário da “Nossa Senhora Católica de Fátima”

“Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.”  (Jeremias 7 : 18)

O admirável gado caminha pelas ruas. Terços e cânticos. “Seu povo segue . Em procissão.No peito ardente.A batida da fé.E o terço na mão”. É dia da nossa senhora… A nossa mãe dos céus, dizem eles.  Bolos, doces e muita festa marcaram a data histórica. Mas de onde ela vem? Qual suas origens? Ará! Sô! Deixa de bobagem e não fale mal da santa!

Fátima foi uma filha de Maomé e  se converteu ao catolicismo se tornando freira. Isso aconteceu após a derrota dos muçulmanos na luta pelo território de Portugal. Os homens foram mortos e as mulheres tiveram a vida poupada.  A Rainha dos céus escolheu o túmulo de Fátima para se manifestar, por isso ficou conhecida como Nossa Senhora de Fátima.  Seu centenário apresenta o sincretismo religioso entre o islã e a igreja católica. Conta a lenda que Maomé profetizou as seguintes palavras para a sua filha: “Tu serás a mais abençoada senhora SAYYIDH de todas as mulheres no Paraíso, depois de Maria”.

Ela também teve um papel relevante na Ordem Mundial de Baha’u’llah lhe concedendo poderes. Vejamos como isso aconteceu nas palavras dos próprios baháis:

“A missão de Bahá’u’lláh teve início em uma masmorra negra (Síyáh-Chál) em Teerã, em agosto de 1852, onde estava preso. Então se iniciava uma jornada de 40 anos de perseguição liderada por dois governos: da pérsia e Otomano e lideres religiosos muçulmanos (..)  Depois Ele viu a Donzela do Céu suspensa diante dEle, falando a Seu ser interno e externo, referindo-Se a Ele como o Mais-Amado dos mundos, A Beleza de Deus, e o poder da soberania de Deus. Bahá’u’lláh descreve como a Donzela, simbolizando o “Mais Elevado Espírito”, apareceu a Ele…Enquanto mergulhado em amarguras, ouvi uma voz, a mais doce e maravilhosa, a chamar sobre Minha cabeça. Voltando Meu rosto, vi uma Jovem – personificação do nome do Meu Senhor – suspensa no espaço diante de Mim. Tão jubilosa estava em sua própria alma, que o Seu semblante irradiava a graça Divina e Suas faces inflamavam-se com o esplendor do Todo-Misericordioso. Pairando entre o céu e a terra, fez uma exortação que cativou o coração dos homens. Deu-Me a conhecer as boas novas que alegraram todo o Meu ser e as almas dos honrados servos de Deus. Apontando para a Minha cabeça, dirigiu-SE a todos os que estavam no céu e a todos os que estavam sobre a terra, dizendo: “Por Deus! Este é o Mais Amado em todos os mundos, mas ainda não compreendeis isso! Ele representa a Formosura de Deus entre vós e o poder de Sua soberania em vosso seio – saberíeis, se vos o fosse dado aentender! Este é o Mistério de Deus e Seu Tesouro, a Causa de Deus e Sua Glória, para todos os que estão nos domínios da Revelação e nos reinos criados – saberíeis, se estivésseis entre aqueles que percebem…”

 

http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/7578/Nossa-Senhora-de-Fatima-e-a-conversao-dos-muculmanos

http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_8457/artigo_sobre_baha%E2

Anúncios