O triste avanço do fascismo neoliberal no “brasil”

Para a aristocracia (políticos, banqueiros e os grandes empresários) o trabalhador nunca passou de uma mão de obra descartável. A quantidade de trabalhadores para uma determinada produtividade  deve ser mantida conforme a lei de oferta e demanda, ou seja, flexibilização e rápida adaptação do quadro de funcionários diante da crise cíclica do capital. Simplificando, para quem assistiu “Tempos Modernos” e exatamente esse o retrocesso que está sendo implantando.

Para que seja criada essa massa popular de miseráveis, o governo do PMDB avançou em seus pacotes de maldades destruindo a educação através da reforma no ensino médio, o investimento do estado na saúde através da lei de responsabilidade e agora foi a vez da terceirização total, restando apenas devastar a previdência.

Entre os males inevitáveis da terceirização podemos citar:  salários menores, rotatividade, elevação do número de acidentes, mão de obra descartável e barata, demissão de funcionários contratados com troca por temporários, péssima qualidade nos produtos finais de toda a espécie, falta de responsabilidade empresário, fim do direito trabalhista, aumento de horas trabalhadas e a anistia ao trabalho escravo para as grandes empresas.

Agora só falta a aprovação da negociação coletiva através do PL 6787 de Temer, onde os empresários poderão burlar toda a lei trabalhista e regulamentar a retirada de direitos como vale-transporte, cesta básica, auxilio creche, licença maternidade…

Ora, diante desses fatos é inevitável o aumento da miséria, da criminalidade, da falta de esperança, pois com a terceirização/quarterização torna-se impossível as pessoas se aposentarem devido a grande rotatividade no trabalho. E também do fechamento da pequenas empresas, ficando no futuro apenas as empresas gigantes.

E com a chegada da quarta revolução industrial, onde não  existira mais estoque e os produtos somente serão fabricados diante da lei de oferta e demanda, não serão poucas as pessoas que viverão na mais extrema miséria e sem produtos para consumir.Esses fatos levam para algo pior que é dependência de um auxilio do governo tipo bolsa família, porém, como o nome diz, somente para os miseráveis e desgraçados que se reproduzirem.

É justamente nesse caos que entra a Maçonaria que tanto apoiou  Temer para continuar sendo cruel e avançar no pacote de maldades e também o bahaismo, embora esse último não aprove a ganância do capital; pois a pergunta que fica é: Até quando o povo aguentará esses tapas na cara?Esses são pequenos passos que poderá um dia levar a uma guerra civil. Não só aqui, mas no mundo inteiro, pois essa é uma das dores do parto da nova ordem mundial de Baha’’u’llah.

Se por um lado surge o executivo mundial e seus nove mestres eleitos  ligados a maçonaria e ao iluminismo para supostamente fiscalizar o fascismo neoliberal, por outro surge a ordem de Baha’u’llah espiritualizando povos e nações para a reconstrução de um mundo novo, mal sabem que isso é apenas o início de coisas muito piores. Só me resta clamar a DEUS por proteção e força para viver, pois se os dias estão ruins se tornarão a cada dia piores. Triste é viver debaixo do sol apenas para ver tristeza e devastação!

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2017/03/21/sobrevivendo-ao-apocalipse/

Noticia da terceirização: Em qualquer desses jornalecos como folha, estadão, veja, reinado azevedo…e outros que apoiam a agenda nefasta.

Anúncios