Socializando a realidade da previdência

No dia 15/03/17 estão previstas manifestações contra a segunda fase da agenda neoliberal do governo federal que é a destruição do sistema da previdência ( a última fase chama-se farra da terceirização).O fascismo neoliberal  que está sendo implantado no Brasil muito se assemelha ao dos Estados Unidos, onde qualquer direito social e visto como algo de esquerda, por exemplo: Na área de saúde, onde o governo americano conseguiu convencer a população que um plano como SUS que seria gratuito  como o inglês é algo de comunista e não poderia  ser implantado.

O mesmo está ocorrendo com a previdência. Trata-se de uma lei cruel, desumana,  corrupta e mentirosa. Se isso for aprovado condenará pessoas ao trabalho até a morte. Isso para aqueles que conseguirem ficar no mercado, pois sabemos que não se criam vagas para pessoas com mais de 40 anos. O que dizer de 50 ou 60 anos? Não dá para comparar o sofrimento do trabalhador brasileiro com o padrão europeu e colocar na mesma medida.

Corrupta, pois o cálculo apresentado pelo governo exclui impostos como COFINS, PASEP e a contribuição das empresas para a previdência. Corrupta, pois qual empresa em estado de falência pagaria tão bem aos seus servidores? Sabemos que o salário dos funcionários do INSS não são ruins. Ora, trata-se de desvio de dinheiro para a política. Nesse caso fundo partidário, pois os governantes desse país temem que uma pessoa não ligada ao sistema ganhe as eleições e para isso precisam pagar caro aos marqueteiros. Afinal, não sai barato transformar Alckmin ou Doria Junior em heróis do povo…

Sobre pagamento de juros,  o governo Temer nem esconde, pois basta ler nos jornais da grande mídia que se destruírem o sistema previdenciário o país será bem visto pelo sistema financeiro, sendo agraciado com taxas menores.  Dinheiro usado não para o pagamento de dívida, mas para a distribuição da arrecadação entre políticos e banqueiros.  O que dizer do bolsa família…? O dinheiro da previdência deveria ser usado exclusivamente  para a aposentadoria.  Será que temos mesmo uma crise? Acaso se tivéssemos uma nova Olimpíada não seriam feitos ginásios superfaturados ou novos monotrilhos inacabados que ligam nada a lugar nenhum?

Diante desses fatos é natural que a população se revolte e clame por justiça. Mas a grande mídia como a Folha de São Paulo prefere generalizar os fatos e dizer que se trata apenas de um sensacionalismo  de esquerda  e seus petistas. O atual golpe que querem implantar é uma parceria entre PT e PMDB. Será que o PT não sabia quem era o vice da chapa?  Então um partido que se diz comunista faz parceria com um homem da elite burguesa….

Infelizmente deveria ocorrer uma revolta popular apartidária, pois sem lideranças qualquer governo se desespera. Afinal,  o governo não teria uma pessoa para poder subornar ou comprar. Suborno que a folha tentou fazer usando um pirralho chamado Kim Kataguri do Movimento Brasil Livre, cria bastarda do Olavo de Carvalho , que foi  transformando em formador de opinião como Reinaldo Azevedo da Veja. Opinião que confunde direito social com socialismo, sendo que são coisas diferentes. Aposentar aos 48 ou 55  anos é coisa de comunista, mesmo que tenha trabalhado 35 anos.

Após 35 anos de contribuição é um direito social aposentar-se  e isso independente da idade que se tenha. Agora se o governo está desviando a receita arrecadada,  o que deveria ser feito é uma auditoria e não punir o povo novamente condenando cada um de nós a morte e deixando  jovens sem esperança e perspectiva de futuro, ou seja, a falência do sistema previdenciário, pois é melhor sair fora dele, isso se o projeto for aprovado como o governo quer.

Inglaterra e a migração para a ordem mundial de Baha’ u’llah

Segundo a grande mídia global, ficou para o final do mês de março de 2017 a confirmação da saída dos governantes da Inglaterra da União Européia.  Se de fato isso for confirmado pela parasita da  rainha inglesa,  a Inglaterra passa a ter mais autonomia econômica e estará pronta para iniciar a transição de poder entre EUA e Inglaterra,  pois é da família real que Baha’u’llah agraciou com o cargo de executivo  mundial  através de uma visita de seu filho Abdu’l’Bahá a então Rainha Vitória.

Ora, para tal cargo é inevitável que os governantes da Inglaterra não tenham vínculos com o sistema iluminista americano. O jeito é a guardar até o fim do mês quando teremos algo definitivo.

 

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-39226351