• fevereiro 2017
    S T Q Q S S D
    « jan    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728  

O homem bi centenário

“E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.”  (Apocalipse 17 : 11)

No dia  12 de Novembro 1817 em Teerã, capital da Pérsia, hoje Irã, – Nasce Mirzá Husayn Alí. Seu pai é Mirzá Buzurg de Núr e sua mãe, Khadijih Bagum; porém,  somente no dia 16 de Agosto de 1852 é “batizado” com o nome Baha’u’llah e recebe o seu chamado divino não de mãos humanas, mas da Rainha dos Céus que o reveste de poder dentro da prisão  de Siyáh-Chál (A Cova Negra em Teerã).

Não gosto de usar essa palavra, mas…Que desgraça! Isso significa que no dia 12 de Novembro de 2017 acontecerá o aniversário de 200 anos de Baha’u’llah. Isso é sufocante, agonizante e desmotivador para qualquer cristão a quem DEUS deu entendimento sobre a ordem mundial de Baha’u’llah, afinal…são 200 anos de tortura e até agora nada dele sair do abismo… Algumas vezes me pego sozinho  lembrando desse versículo, mas procuro tirar do pensamento:

“Maldito o dia em que nasci; não seja bendito o dia em que minha mãe me deu à luz.” (Jeremias 20 : 14)

E o que tivemos nesse período. Duas guerras mundiais,o início e fim da guerra fria, uma pequena virada para o socialismo e agora um grande virada para o capitalismo.  Todos os dias peço a DEUS muita – mas muita paciência mesmo – para aturar essa nova ordem mundial chata que nunca se concretiza. Tão triste é a situação que muitas pessoas desistiram de escrever na internet devido a lentidão. Sei que é difícil, mas deixo esse versículo para o nosso consolo. Que DEUS possa fortalecer seus corações queridos leitores (as):

“Porque a visão é ainda para o tempo determinado, mas se apressa para o fim, e não enganará; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará.”  (Habacuque 2 : 3)

Anúncios