Trump, Another Brick in the Wall

E um dos primeiros atos na Nova ordem mundial de Trump  iniciou-se a parte burocrática da construção do muro entre México e EUA. A grande mídia de direita, com medo do magnata e seu poder de devastar o jornalismo mundial,  limitou-se a apresentar apenas os fatos sem tomar posição. Já a mídia de esquerda limitou-se a copiar e colar a mesma notícia.

Percebe-se aqui a importância de preservar o capital mundial (Bancos, empresas…) tanto pela  direita e esquerda para não comentar nada sobre o assunto. Essa foi uma das últimas notícias publicadas nos jornais que declaram o início do processo de segredo nas negociações, ou seja, a mídia já ficou de fora.

O muro capitalista de Trump em nada se difere do muro comunista que dividiu as a Alemanha, pois colocam em prática os mesmos princípios de segregação, racismo e preconceito. Como se sabe, é tradição na cultura americana um grande racismo pelos  latinos.  Essa prepotência do atual presidente em suas ordens está caminhando em direção para  uma profecia descrita pelo profeta Jeremias, onde os muros da última Babilônia serão derrubados:

“Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Os largos muros de Babilônia serão totalmente derrubados, e as suas altas portas serão abrasadas pelo fogo; e trabalharão os povos em vão, e as nações no fogo, e eles se cansarão.”  (Jeremias 51 : 58)

Trump (e outros governantes americanos que adotarem a ideologia da supremacia americana sobre os demais povos) provavelmente continuará atropelando qualquer diversidade e respeito ao ser humano durante seu reinado. A única forma de destruir esse poder e colocar limites será um dia através da Besta de 10 chifres associada a besta do abismo. É na besta do abismo que estão os princípios da diversidade praticados pela besta de 10 chifres no futuro.

Nesse momento nossa reflexão paira nos ensinamentos da ordem mundial do cristo cósmico  Baha’u’llah e seus princípios como o mundo sem fronteira:

“…Não existirão nações com fronteiras separadas e restritas – tal como a Pérsia, por exemplo. Os Estados Unidos da América serão apenas um nome.  (…). Quando se perguntar às pessoas do futuro: “Qual a sua nacionalidade?”, a resposta será: “Pertenço à nação da humanidade. Vivo à sombra de Bahá’u’lláh. Sou servo de Bahá’u’lláh ( A paz Universal Abdu’l’Bahá.

Ora, o que estamos assistindo é justamente ao contrário, porém não se pode devastar um país no futuro sem que exista um motivo. Aos poucos o mundo caminha para isso, pois várias pessoas no mundo manifestam seu apoio a unidade da diversidade Bahá’i, mesmo sem conhecer ou saber que Baha’u’llah existiu.

E assim, vamos continuar vendo as atrocidades de Trump até que em um futuro a última gota de transgressão transborde do copo d’água. Ditaduras vem e vão: Muro do comunismo, muro do capitalismo e por fim o muro da diversidade que está no outro lado do muro aguardando o momento para surgir e isolar quem se opor a ordem mundial de Baha’u’llah. Another Brick in the Wall…

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2017/01/27/trump-compara-muro-com-mexico-ao-de-israel-com-territorios-palestinos.htm

https://noticias.terra.com.mx/mexico/adios-starbucks-mexico-trump-muro-grupo-alsea-mcdonalds-coca-cola-adiosstarbucks,81d15f361130fab8048d72998abcfad2p55401et.html

Anúncios