• novembro 2016
    S T Q Q S S D
    « out    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  

“Espiritualizando” o fascismo neoliberal brasileiro

Talvez a pergunta mais importante para o fascismo neoliberal brasileiro seja: Como convencer a população em aceitar cada vez mais medidas de austeridades de forma pacífica?

Austeridade pode e deve ser entendida como sinônimo de maldade, pois seu objetivo principal nunca foi acabar com a crise econômica, algo que é cíclico, mas sustentar o sistema rentista e financeiro do capital sacrificando a vida do povo. Os males são bem conhecidos como: fim do aumento de salário, fim de férias, Aposentadoria, corte de verbas fundamentais, direito a educação, carteira registrada, dias de folga, fim do SUS…

Ora, o fascismo só acontece devido a falta de equilíbrio político, pois agora temos o excesso concentrado apenas em um lado do poder pelos partidos (PSDB , PMDB…) , embora os partidos de esquerda também sejam escravos do capital (PT, PCdoB,… ), algumas vezes – mas somente algumas – costumam respeitar um pouco o trabalhador. O importante aqui é convencer o povo que qualquer coisa pelo social está relacionada a socialismo e conseqüentemente ao comunismo, sendo que não é bem assim.

Por exemplo, chegaremos um dia em que o governo tentará acabar com o SUS substituindo –o por planos populares de saúde. Esse tipo de atendimento precário já está se espalhando gradativamente. Nos EUA isso já acontece, pois saúde gratuita do padrão Inglês ou canadense e vista como coisa do comunismo. Não são poucos os que passam a fronteira em Detroit em busca de socorro médico no Canadá.

O que dizer da educação e a tentativa de retirar disciplinas como Artes, sociologia e Filosofia? Artes, como dizia o filósofo Hegel, serve para liberar o sentimento subjetivo (raiva, tristeza..). Uma vez liberado na forma de pintura, desenho, dança, música…a pessoa se torna menos agressiva.

Sociologia é fundamental para a busca do entendimento do comportamento humano e seu diagnostico, por exemplo a violência. Filosofia…Ela faz a ponte entre as ciências (todas elas) e a matemática. A habilidade do pensamento crítico produz argumentação sólida e comprovada, o que irrita qualquer governante, pois suas leis injustas são desmascaradas. Dessa forma, as categorias metafísicas livres são substituídas pelo Estado que faz essa ponte da forma que quiser formando professores e alunos burros, mas obedientes.

Para aplicar todos esses pacotes de maldades e criar um novo comportamento social vamos acompanhar r o fenômeno da espiritualização do fascismo neo liberal através de líderes evangélicos (falsos cristãos mesmo). Monstros como Crivella e Edir Macedo saem do mar antes da Apocalíptica besta de 10 chifres com a mesma intenção. No site do PRB, partido da IURD, o novo prefeito carioca deixa claro que seu reinado será de austeridade:

Prefeito eleito diz que governo será de austeridade e parcerias

http://www.prb10.org.br/noticias/municipios/prefeito-eleito-diz-que-governo-sera-de-austeridade-e-parcerias/

Dessa forma era de se esperar que jamais implantaria algo ligado a teocracia, mas que defenderia os mesmos interesses corruptos do capital fascista neoliberal. De uma lado os cofres públicos jorrarão fortunas para novas empreiteiras, bancos e outras empresas aristocratas corruptas ligadas a IURD e por outro o aumento da miséria, desolação, pobreza e sofrimento para a povo comum

Mas o que tem de novo será o esforço de Crivella em aumentar o poder de Edir Macedo convocando seu exército de fanáticos e doentes para a espiritualização e o consentimento da população de que pode até ser maldade, mas é necessária. Feitiçaria? Sim!

E assim, o bahaismo permanece oculto e coloca na linha de frente outras seitas. Primeiro foi a maçonaria e agora essa seita evangélica, mesmo que de forma involuntária.

E assim, Crivella pega carona na besta evangélica que sai do mar com a cabeça do Edir Macedo iniciando seu reinado. Até nos sites judaicos recebeu elogios, mas convém que seja assim para que se cumpram as profecias:

“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.” (Apocalipse 2 : 9)