A nova era do capitalismo brasileiro

Impeachment

Onde encaixa a troca de presidente  na nova ordem mundial? Ora, temer – o vampiro sugador de sangue do trabalhador –   também é um servo de Baha’u’llah seu filho estuda nas Escolas das Nações, escola criada pela comunidade Baha’i em Brasília,  porém não existe conversão no bahaismo e cada um transforma em uma filosofia (entende-se aqui modo de vida) subjetiva. É tempo de tribulação e sofrimento para nós. O bahaismo entende isso como apenas uma transição para seu sistema espiritual de governo.

Esse sistema é mais conhecido no esoterismo como tempo de tribulação (666). A lista de privatização é enorme, por exemplo:  Presídios, escolas…A função em todas as repartições é a mesma, ou seja, o governo distribui todo o dinheiro roubado na forma de impostos aos empresários e paga até 100 vezes mais  caro por um serviço prestado de má qualidade. Se possível terceirizar tudo, assim abre-se caminho para o crime organizado também. Esses podem e vão trabalhar como entregadores de lojas, tirador de contas de água ou luz e outros serviços que ajudam a traçar o perfil da vítima de um futuro assalto.

Nem mesmo essa ganância é capaz de deter a crise cíclica do capital. Vejamos: Era FHC:  aumento do tempo de aposentadoria. Resolveu o problema? Privatização de bancos Estatais (Banespa e Nossa Caixa). Resolveu o problema? Era Dilma: Aumento no tempo de aposentadoria. Resolveu algo? Retirada do seguro desemprego para trabalhadores com menos de um ano. Resolveu? A resposta é não, pois o capital e a riqueza são  como a morte que nunca se farta. Falando nela (Dilma), fica claro que foi agraciada com privilégios de continuar com direitos políticos por ter facilitado essa transição do Estado Mínimo.

 Para o povo – como bem representado nessa charge (que somos nós) – resta lutar para que não derramem todo o nosso sangue, pois o outro papel do estado mínimo é ser um órgão repressor sem limites. A ordem é muito  objetiva: spray de pimenta, paulada e  balas de borracha, de preferência no olho do manifestante para que fique claro quem manda e quem tem o direito de tirar a visão, o Estado Mínimo.

Dessa forma, a conta como sempre fica para os trabalhadores que – e isso se depender do governo – não terão direito a absolutamente a nada, pois a eliminação de direitos como férias, fim de semana remunerado e aposentadorias  são de extrema importância para a nova era do capital ter o seu sustento.

Já para um futuro próximo temos supostamente um tempo de paz (999). É por isso que esse monstro colocou o seu filho na escola Bahái, assim ele vai se preparando para ser um cidadão do mundo.  Suas metas nada se diferem dos demais políticos, ou seja, acumular mais riqueza para seu filho (se é que ele tem mesmo) e sua  miss  jovem e bonita que não passa de um objeto, um prêmio conquistado pelos magnatas da política suja, podre, imunda, avarenta, covarde, cruel, abominável, usurpadora, corrupta….

 

Referências:

http://www.escoladasnacoes.com.br/

http://oglobo.globo.com/brasil/michel-temer-busca-filho-na-escola-em-brasilia-19787512

https://pt.wikipedia.org/wiki/Escola_das_Na%C3%A7%C3%B5es_(Bah%C3%A1%27%C3%AD)

Anúncios