As faces da besta do abismo – A inimizade

Quando o estudo está relacionado ao Apocalipse, onde temos a instalação de um governo global, o personagem principal é a besta do Abismo. Nela, ou melhor…nele, está centralizado todo o poder de governo que será distribuído para os reis da terra, e isso inclui o Anticristo.

É comum até os dias de hoje existir uma confusão entre o Anticristo e a besta do abismo, porém quando lemos Apocalipse 13:15, onde é dado fôlego para que a imagem da besta fale através do seu espírito fica mais fácil entender que se trata de uma pessoa que de fato estava morta e através de magia saiu do abismo e do sono do inferno e virou espírito vivente nas regiões celestiais do mal.

Resolvido o problema entre a besta do abismo e o anticristo vamos avançar no estudo para a sua primeira aparição na Bíblia da Besta do Abismo que está em Gênesis 3:15:

E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar ( Gênesis 3:15)

A palavra semente pode ser substituída por geração ou genealogia . Dessa forma, DEUS inicia o a profecia da futura redenção em Cristo que a semente que fere a cabeça da serpente por ter poder sobre ela, porém da mesma genealogia surge a semente do mal que é a besta do abismo.

E assim, com o passar do tempo a profecia foi sendo concretizando. Agora voltaremos no tempo, mais precisamente na era de Abrão, onde temos mais uma profecia das duas sementes que são Isaque e Ismael. De Isaque surgiu Jesus que fundou o cristianismo e de Ismael Maomé que fundou o Islã e todas as sua variações como xiitas e sunitas, porém o islã xiita foi sofrendo modificações até que foi criado o Babismo pelo profeta Báb e posteriormente o Bahaismo pelo profeta Baha’u’llah, recaindo sobre Baha’u’llah como o último dos manifestantes divinos.

Nessa primeira face da besta do abismo (a face da intriga) temos nos dias atuais o conflito entre o cristianismo e bahaismo. Embora ainda seja muito pacífico, as idéias centrais caminham de forma oposta, por exemplo: A diversidade religiosa que é a crença em vários DEUS não é aceita no cristianismo verdadeiro.

Tal como a profecia em Gênesis, os princípios cristãos ferem a cabeça do bahaismo e esse apenas com a unidade da diversidade que representa apenas um ataque no calcanhar do cristianismo, pois até os dias de hoje o bahaismo não conseguiu produzir um argumento válido, muito pelo contrário, se apodera das escrituras de forma totalmente errônea para justificar suas profecias. Vejamos um exemplo:

POR QUE O NOVO MANIFESTANTE DA VONTADE DIVINA SE CHAMA BAHÁ’Ú’LLÁH? J.o. 11.40: “Respondeu-lhe Jesus: não te disse Eu que se creres, verás a Glória de Deus?”.

Ora, os baháis ao interpretarem a Bíblia tiram o versículo do seu contexto original e adaptam para suas profecias.No caso acima o Senhor Jesus está falando do milagre que aconteceu durante a morte de Lázaro e não anunciando a vinda de Baha’u’llah através do seu nome que é a Glória de DEUS em português.

Anúncios