Os vencedores da besta e o cântico de Moisés

nom“E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos.” (Apocalipse 15 : 3)

O cântico de Moisés aconteceu após a passagem do mar vermelho. O povo hebreu estava desesperado e blasfemando. Faraó e seu exército avançavam para capturá-los, porém o poder DEUS se manifestou e o mar engoliu os soldados egípcios.

“Porque os cavalos de Faraó, com os seus carros e com os seus cavaleiros, entraram no mar, e o SENHOR fez tornar as águas do mar sobre eles; mas os filhos de Israel passaram em seco pelo meio do mar.” (Êxodo 15 : 19)

E assim, como gratidão, surgiu o cântico de Moisés que inicia com o seguinte versículo:

“ENTÃO cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR, e falaram, dizendo: Cantarei ao SENHOR, porque gloriosamente triunfou; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro.” (Êxodo 15 : 1)

Tal como em Apocalipse, naquela época remota o Senhor JESUS manifestou o seu poder, sendo chamado como a destra do Senhor, por isso que temos o cântico de DEUS e do Cordeiro:

“A tua destra, ó SENHOR, se tem glorificado em poder, a tua destra, ó SENHOR, tem despedaçado o inimigo;” (Êxodo 15 : 6)

Embora seja uma passagem do velho testamento, o milagre surge também no livro de Apocalipse. O ciclo histórico surge novamente pela última vez, porém a sua função está relacionada ao arrebatamento.

De fato, as grandes civilizações egípcias, babilônicas e romanas criaram impérios, mas nada se compara ao quarto animal descrito pelo profeta Daniel e que se transformará no sistema da besta de Apocalipse, onde a besta do abismo possui um destaque histórico na futura perseguição aos cristãos e as Testemunha Mártires.

Não temos como saber quando será o evento, mas ao estudar o cântico de Moisés podemos perceber que será um pouco após a manifestação espiritual da besta do abismo, também conhecido no mundo esotérico como o cristo cósmico (II Tessalonicenses 2 : 3). Vamos imaginar a cena futura: quase 99% da população mundial adorando a besta pensando que é o Cristo verdadeiro e 1% dizendo que se trata de uma armação satânica.

Não vai demorar para que o maior grupo comece a querer matar os que não estão no clima da nova ordem mundial, por isso resta perseguir e matar, porém antes disso é que acontece a intervenção divina através do arrebatamento.

Mas como é de se esperar somente depois desse evento a outra parte de cristãos vão cair na realidade dos fatos, mas esse será o momento do dragão se irar contra o restante:

E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo. (Apocalipse 12:17)

Salvação? Sim é possível, mas agora tem um preço… pagar com o próprio sangue:

“Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.” (Apocalipse 13 : 10)

Ora, como vencerão a besta do abismo se não souberem quem é? E se não souberem o seu nome, sinal e número…?

Anúncios