Evasão de divisas, um caso sem solução

O governo mundial vai além de colocar nas pessoas uma estrela de nove pontas na mão ou na testa como sinal de lealdade e adoração, a ordem mundial de Baha’u’llah propõe entre outras coisas: uma ética espiritual nos políticos, uma suposta distribuição de renda e cooperação n o lugar de competição na economia (…mais)

Em uma das suas últimas reportagens, o jornalista Marcelo Justo, correspondente da BBC, publicou uma matéria descrevendo as dificuldades de acabar com a evasão fiscal. Elas foram classificadas em quatro tipos:

1) As grandes potências –  Países como os EUA não querem acabar com o sistema, pois se alimentam dele.

2) Os grandes bancos – Não tem como fiscalizar o sistema “bancário sombra”

3) Multinacionais – Precisaria ser criado um cadastro com os verdadeiros donos de empresas offshore.

4) Fortunas individuais- Esse ítem conhecemos bem. A máfia dos artistas famosos, atletas de todas as modalidades, empresas…todos contribui com propinas para políticos se perpetuarem no sistema de corrupção.

De fato, a idéia dos seguidores do cristo cósmico Baha’u’llah seria algo muito viável para uma melhor distribuição de renda, porém impossível de ser colocada em prática. Embora aguardem a chegada do executivo mundial, isso não mudará em nada a situação, pois ele, juntamente com uma minoria de pessoas que conhecem o nome do prometido, vão repartir toda a riqueza da terra de forma secreta. Isso é algo profético e de fato irá acontecer um dia:

“Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço.” (Daniel 11 : 39)

Só nos resta clamar a DEUS para que nossos corações não se corrompam com a prática da injustiça desse mundo.

http://www.bbc.com/portuguese/internacional/2016/05/160505_paraisos_fiscais_obstaculos_fim_rb

Anúncios