A diversidade na nova ordem mundial

A nossa investigação tem como meta ampliar o conceito da unidade da diversidade por ser algo tão divulgado na nova ordem mundial do cristo cósmico Baha’u’llah. Primeiramente, partiremos sobre a luz das escrituras sagradas. Logo em seguida iniciaremos uma reflexão sobre as escrituras Bahá’is, bem como o que está sendo realmente colocado em prática na atualidade.

“Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.” (Habacuque 2 : 5)

circulosA essência da diversidade está em congregar todos os povos. A palavra congregar da ênfase para uma diversidade religiosa, mas quando refletimos em “todos os povos” percebemos que se cria uma rede semântica de unidades em diversidades, dessa forma temos várias diversidades como: Diversidade religiosa, diversidade sexual e outras. Quando cada uma delas assume um rótulo próprio e se transformam em unidades são como vários círculos concêntricos dentro do outro.

Porém, tal prática é condenável aos olhos do DEUS verdadeiro, assim como existe apenas um caminho para a salvação (JESUS CRISTO). A unidade da diversidade é como o efeito de vinho que seduz ficando cada vez melhor, mas o preço a pagar depois do efeito será uma ressaca eterna. Como vimos, o ato de congregar os povos está centralizado na religião, por isso o versículo de Habacuque é um dos primeiros textos do antigo testamento que falam da besta do abismo. Já no novo testamento, a unidade da diversidade se transforma no principal ingrediente da apostasia :

“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,” (II Tessalonicenses 2 : 3)

Dessa forma concluímos que a unidade de diversidade é algo ruim, mas para complementar esse argumento vamos a origem da unidade da diversidade e em seguida a apresentação de alguns exemplos concretos colocados em prática.

O vídeo abaixo é uma produção da comunidade Bahá’i de Portugal, porém é uma brasileira que explica os conceitos na perspectiva Bahá’i. Em poucas palavras, ela explica o conceito do uno e do diverso. O uno, formado por vários tipos de sociedade e cultura que formam o diverso e a tolerância, mas essa tolerância não significa a busca pela verdade e sim o relativismo, por exemplo: Aos olhos da comunidade Bahá’i não existe nada de errado no casamento entre um praticante de umbanda com um cristão.

Um dos pontos mais importantes do vídeo é a explicação sobre os manifestantes divinos da revelação progressiva Bahá’i. Do ponto de vista bíblico são as sete cabeças da besta ( Krishna, Zoroastro, Buda, Maomé, Jesus, Báb, Baha’u’llah).

https://estudosdafe.wordpress.com/category/04-a-revelacao-progressiva/

Já o conceito de nove religiões inclui Abraão, por esse ser o pai de todos. Abaixo temos um texto Bahá’i enfatizando o absoluto e os manifestantes da unicidade:

“… e sorve do cálice do Absoluto e contempla os Manifestantes da Unicidade (…) Em seu próprio nome vê ele o Nome de Deus (…) Ele contempla todas as coisas com a vista da unicidade, e vê os brilhantes raios do sol divino, que emanam do ponto do alvorecer da Essência, atingirem igualmente todas as coisas criada… (O VALE DA UNIDADE – SETE VALES – BAHA’U’LLAH)

O absoluto representa aqui o espírito do relativo, uma vez que o conceito de diversidade seja entendido e que todas as religiões em unidade levam ao mesmo deus para a maior parte de pessoas possíveis, a unidade da diversidade está consumada.

Mas como vimos no início dessa investigação, a unidade da diversidade se transporta para outros seguimentos sociais, por isso temos a diversidade religiosa, a diversidade gay, a diversidade do fim de preconceito….Ora, várias tribos unidas exigem vários métodos, por isso o bahaismo criou os 12 princípios de Baha’u’llah que estão moldando em caráter global todas as unidades, sejam elas políticas, religiosas, sociais ou econômicas.

Vamos usar como exemplo a diversidade gay. Essa agenda que encontra-se em estágio avançado de implantação faz parte de vários governos. O importante aqui é transformar conceitos errados em certos, porém inicia-se um conflito com a doutrina cristã, por exemplo: na cartilha abaixo, mesmo sem qualquer comprovação ciêntifica social, os autores dizem que uma homossexual não pode influenciar o comportamento de uma criança:

http://www.recursoshumanos.sp.gov.br/lgbt/cartilha_diversidade.pdf

Já nesse outro artigo a notícia diz que a legalização da maconha é algo inevitável, pois é de interesse econômico:

http://www.correiocidadania.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9615:manchete150514&catid=63:brasil-nas-ruas&Itemid=200

Implantar a diversidade em seu sentido mais amplo significa eliminar todas as formas de preconceitos, por isso podemos incluir na unidade da diversidade todos os tipos de tribos que vão desde usuários de drogas até tribos urbanas, porém é criado ao mesmo tempo grupos pós e contra uma diversidade qualquer, isso faz com que os conflitos sejam permanentes até que a diversidade seja implantada à força ou mediante a manifestação espiritual de Baha’u’llah que provocará alterações mentais nas pessoas através de um falso espírito santo:

“…E se um rouxinol alçar vôo do barro do ego e, aninhando-se no roseiral do coração, relatar em melodias das quais uma só palavra traz vida nova e fresca aos corpos dos mortos, e concede o Espírito Santo aos ossos deteriorados desta existência – verás mil garras de inveja, miríades de bicos rancorosos que O perseguem …” (Vale do Conhecimento- Sete Vales- Baha’u’llah)

Nessa passagem as pessoas que serão batizadas por Baha’u’llah perceberão que um pequeno grupo de cristãos não estarão em êxtase adorando o cristo cósmico, esses são os bichos rancorosos e para os seguidores de baha’u’llah torcem o nariz por terem inveja de não terem sido escolhidos para uma nova era.

Referências:

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2010/08/06/os-12-principios-da-nova-ordem-mundial/

http://pt.bahaikipedia.org/Unidade_na_diversidade

 

Anúncios