• março 2016
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Anúncios

A diversidade na nova ordem mundial

A nossa investigação tem como meta ampliar o conceito da unidade da diversidade por ser algo tão divulgado na nova ordem mundial do cristo cósmico Baha’u’llah. Primeiramente, partiremos sobre a luz das escrituras sagradas. Logo em seguida iniciaremos uma reflexão sobre as escrituras Bahá’is, bem como o que está sendo realmente colocado em prática na atualidade.

“Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.” (Habacuque 2 : 5)

circulosA essência da diversidade está em congregar todos os povos. A palavra congregar da ênfase para uma diversidade religiosa, mas quando refletimos em “todos os povos” percebemos que se cria uma rede semântica de unidades em diversidades, dessa forma temos várias diversidades como: Diversidade religiosa, diversidade sexual e outras. Quando cada uma delas assume um rótulo próprio e se transformam em unidades são como vários círculos concêntricos dentro do outro.

Porém, tal prática é condenável aos olhos do DEUS verdadeiro, assim como existe apenas um caminho para a salvação (JESUS CRISTO). A unidade da diversidade é como o efeito de vinho que seduz ficando cada vez melhor, mas o preço a pagar depois do efeito será uma ressaca eterna. Como vimos, o ato de congregar os povos está centralizado na religião, por isso o versículo de Habacuque é um dos primeiros textos do antigo testamento que falam da besta do abismo. Já no novo testamento, a unidade da diversidade se transforma no principal ingrediente da apostasia :

“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,” (II Tessalonicenses 2 : 3)

Dessa forma concluímos que a unidade de diversidade é algo ruim, mas para complementar esse argumento vamos a origem da unidade da diversidade e em seguida a apresentação de alguns exemplos concretos colocados em prática.

O vídeo abaixo é uma produção da comunidade Bahá’i de Portugal, porém é uma brasileira que explica os conceitos na perspectiva Bahá’i. Em poucas palavras, ela explica o conceito do uno e do diverso. O uno, formado por vários tipos de sociedade e cultura que formam o diverso e a tolerância, mas essa tolerância não significa a busca pela verdade e sim o relativismo, por exemplo: Aos olhos da comunidade Bahá’i não existe nada de errado no casamento entre um praticante de umbanda com um cristão.

Um dos pontos mais importantes do vídeo é a explicação sobre os manifestantes divinos da revelação progressiva Bahá’i. Do ponto de vista bíblico são as sete cabeças da besta ( Krishna, Zoroastro, Buda, Maomé, Jesus, Báb, Baha’u’llah).

https://estudosdafe.wordpress.com/category/04-a-revelacao-progressiva/

Já o conceito de nove religiões inclui Abraão, por esse ser o pai de todos. Abaixo temos um texto Bahá’i enfatizando o absoluto e os manifestantes da unicidade:

“… e sorve do cálice do Absoluto e contempla os Manifestantes da Unicidade (…) Em seu próprio nome vê ele o Nome de Deus (…) Ele contempla todas as coisas com a vista da unicidade, e vê os brilhantes raios do sol divino, que emanam do ponto do alvorecer da Essência, atingirem igualmente todas as coisas criada… (O VALE DA UNIDADE – SETE VALES – BAHA’U’LLAH)

O absoluto representa aqui o espírito do relativo, uma vez que o conceito de diversidade seja entendido e que todas as religiões em unidade levam ao mesmo deus para a maior parte de pessoas possíveis, a unidade da diversidade está consumada.

Mas como vimos no início dessa investigação, a unidade da diversidade se transporta para outros seguimentos sociais, por isso temos a diversidade religiosa, a diversidade gay, a diversidade do fim de preconceito….Ora, várias tribos unidas exigem vários métodos, por isso o bahaismo criou os 12 princípios de Baha’u’llah que estão moldando em caráter global todas as unidades, sejam elas políticas, religiosas, sociais ou econômicas.

Vamos usar como exemplo a diversidade gay. Essa agenda que encontra-se em estágio avançado de implantação faz parte de vários governos. O importante aqui é transformar conceitos errados em certos, porém inicia-se um conflito com a doutrina cristã, por exemplo: na cartilha abaixo, mesmo sem qualquer comprovação ciêntifica social, os autores dizem que uma homossexual não pode influenciar o comportamento de uma criança:

http://www.recursoshumanos.sp.gov.br/lgbt/cartilha_diversidade.pdf

Já nesse outro artigo a notícia diz que a legalização da maconha é algo inevitável, pois é de interesse econômico:

http://www.correiocidadania.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9615:manchete150514&catid=63:brasil-nas-ruas&Itemid=200

Implantar a diversidade em seu sentido mais amplo significa eliminar todas as formas de preconceitos, por isso podemos incluir na unidade da diversidade todos os tipos de tribos que vão desde usuários de drogas até tribos urbanas, porém é criado ao mesmo tempo grupos pós e contra uma diversidade qualquer, isso faz com que os conflitos sejam permanentes até que a diversidade seja implantada à força ou mediante a manifestação espiritual de Baha’u’llah que provocará alterações mentais nas pessoas através de um falso espírito santo:

“…E se um rouxinol alçar vôo do barro do ego e, aninhando-se no roseiral do coração, relatar em melodias das quais uma só palavra traz vida nova e fresca aos corpos dos mortos, e concede o Espírito Santo aos ossos deteriorados desta existência – verás mil garras de inveja, miríades de bicos rancorosos que O perseguem …” (Vale do Conhecimento- Sete Vales- Baha’u’llah)

Nessa passagem as pessoas que serão batizadas por Baha’u’llah perceberão que um pequeno grupo de cristãos não estarão em êxtase adorando o cristo cósmico, esses são os bichos rancorosos e para os seguidores de baha’u’llah torcem o nariz por terem inveja de não terem sido escolhidos para uma nova era.

Referências:

https://apocalipsetotal.wordpress.com/2010/08/06/os-12-principios-da-nova-ordem-mundial/

http://pt.bahaikipedia.org/Unidade_na_diversidade

 

Anúncios

PMDB e Uma ponte para o futuro?

temer coringaCom a possível queda do PT entra em cena o plano econômico do PMDB. Se você pensa que já tinha visto tudo de ruim e pensava que as coisas não poderiam ficar pior esqueça esse conceito. De fato, temos muito que “Temer”.

Trata-se de um plano onde uma pequena aristocracia burguesa nacional e internacional terão o controle total e irão dividir todo o dinheiro roubado entre eles, deixando a população desamparada, destruída, arrasada e devastada. Claro que em nome do bem maior, o orçamento econômico.

“…Sua solução será muito dura para o conjunto da população, terá que conter medidas de emergência, mas principalmente reformas estruturais…”, palavra do partido PMDB de consolo para a população entender e cooperar com a crise.

Nem mesmo qualquer conceito Bahá’i será aplicado, trata-se de um sistema de governo para servir ao imperialismo americano. Vejamos os pontos principais traduzindo-os para uma linguagem normal:

a) construir uma trajetória de equilíbrio fiscal duradouro, com superávit operacional e a redução progressiva do endividamento público;

Traduzindo: Entende-se por redução não só o bolsa família, mas qualquer tipo de ajuda para as pessoas pobres. O bolsa família é algo errado por escravizar a pessoa, porém existe a necessidade de um estímulo para o retorno ao trabalho. Essa redução também significa colocar em prática o Estado Mínimo, onde somente os políticos e as empresas possuem o direito de viver.

b) estabelecer um limite para as despesas de custeio inferior ao crescimento do PIB, através de lei, após serem eliminadas as vinculações e as indexações que engessam o orçamento;

Traduzindo: Isso representa entre outras coisas o fim da aposentadoria. O que o PDM quer implantar para a maioria dos aposentados é apenas uma pequena ajuda de custo muito inferior ao salário mínimo. Claro! Desde que os aposentados não sejam políticos

Também temos a destruição do funcionalismo público sendo entregue para terceirizadas e quarteirizadas, ou seja, além de não existir qualquer qualidade do serviço, as novas empresas poderão cobrar o que bem quiserem, por exemplo: Cobrar taxas por cada vídeo assistido no youtube ou aumentar em 400% uma conta de luz.

c) alcançar, em no máximo 3 anos, a estabilidade da relação Dívida/PIB e uma taxa de inflação no centro da meta de 4,5%, que juntos propiciarão juros básicos reais em linha com uma média internacional de países relevantes – desenvolvidos e emergentes – e taxa de câmbio real que reflita nossas condições relativas de competitividade;

Traduzindo: Uma promessa falsa! Trabalhadores com a renda pior do que a de hoje não terão qualquer poder de compra.

d) executar uma política de desenvolvimento centrada na iniciativa privada, por meio de transferências de ativos que se fizerem necessários, concessões amplas em todas as áreas de logística e infraestrutura, parcerias para complementar a oferta de serviços públicos e retorno a regime anterior de concessões na área de petróleo,dando-se a Petrobras o direito de preferência;

Traduzindo: Entregar toda a riqueza do país para a iniciativa privada administrar e cobrar o quanto quiser pelos péssimos serviços prestados. Ao Estado compete apenas ser um órgão repressor para dispersar as manifestações.

e) realizar a inserção plena da economia brasileira no comércio internacional, com maior abertura comercial e busca de acordos regionais de comércio em todas as áreas econômicas relevantes – Estados Unidos, União Europeia e Ásia – com ou sem a companhia do Mercosul, embora preferencialmente com eles. Apoio real para que o nosso setor produtivo integre-se às cadeias globais de valor, auxiliando no aumento da produtividade e alinhando nossas normas aos novos padrões normativos que estão se formando no comércio internacional;

Traduzindo: Isso é para empresários, mas se quiserem entrar na máfia desse comércio vão ter que financiar as campanhas eleitorais.

f) promover legislação para garantir o melhor nível possível de governança corporativa às empresas estatais e às agências reguladoras, com regras estritas para o recrutamento de seus dirigentes e para a sua responsabilização perante a sociedade e as instituições;

Traduzindo: Entende-se por governo corporativo uma quantidade tão grande de acionistas que quando acontecer algum desastre ou corrupção no setor ninguém será punido.

g) reformar amplamente o processo de elaboração e execução do orçamento público, tornando o gasto mais transparente, responsável e eficiente;

Traduzindo: Uma vez que não se diz como e de que forma isso será feito percebe-se que trata-se apenas de mais uma mentira política.

h) estabelecer uma agenda de transparência e de avaliação de políticas públicas, que permita a identificação dos beneficiários, e a análise dos impactos dos programas.O Brasil gasta muito com políticas públicas com resultados piores do que a maioria dos países relevantes;

Traduzindo: Se for para o bem do Orçamento, corte empréstimos para alunos fazerem faculdade, acabe com o seguro desemprego, acabe com programas habitacionais, bolsa-família podem dizer adeus.

i) na área trabalhista, permitir que as convenções coletivas prevaleçam sobre as normas legais, salvo quanto aos direitos básicos;

Traduzindo: Se os sindicados aprovarem a terceirização total do país, o fim da aposentadoria e outras atrocidades poderão ficar com uma fatia do orçamento.

j) na área tributária, realizar um vasto esforço de simplificação, reduzindo o número de impostos e unificando a legislação do ICMS, com a transferência da cobrança para o Estado de destino; desoneração das exportações e dos investimentos; reduzir as exceções para que grupos parecidos paguem impostos parecidos;

Traduzindo: Isso não significa que a carga tributária vai diminuir, pois um a alíquota de um imposto pode ser incorporada em outro.

k) promover a racionalização dos procedimentos burocráticos e assegurar ampla segurança jurídica para a criação de empresas e para a realização de investimentos, com ênfase nos licenciamentos ambientais que podem ser efetivos sem ser necessariamente complexos e demorados;

Traduzindo: Exclusividade para políticos criarem empresas terceirizadas e quarteirizadas sem ter que assumir qualquer responsabilidade por desvios.

l) dar alta prioridade à pesquisa e o desenvolvimento tecnológico que são a base da inovação.

Traduzindo: Não gostou desse plano de governo! Nada melhor para o estado mínimo ser o máximo em repressão, por isso a idéia de criar drones e um bom toque de recolher para que a sociedade não se manifeste contra não é nada mal…

Quanto a elite petista… Nada melhor do que criar um teatro falso e pular fora do governo por uma boa quantia de dinheiro que garante vida com regalia aos seus descendentes.

Infelizmente e por falta de tempo faltou falar do fim da carteira de trabalho, vale transporte, férias e fim de semana renumerado desse projeto…a austeridade não tem fim.

 

http://ponteparaofuturo.org.br/docs/RELEASE-TEMER_A4-28.10.15-Online-2.pdf

http://www.sindservsantos.org.br/noticia.php?cd_materia=1220

A injustiça do STF

Marmelada

Feminismo x bahaismo

Saba Farbodkia é uma Bahá’i e estuda neurociência no Canadá, para defender a sua religião do argumento de que existe uma sincronia entre o bahaismo e o feminismo seu artigo (link no final do post) pode ser resumido na seguinte frase: O bahaismo não é completamente compatível com os objetivos feministas.

De fato, o argumento de Saba é valido, mas isso não o torna verdadeiro. O bahaismo não tem poder para ser implantado sozinho e nem se oferece como opção de conversão para as demais pessoas. Isso faz com que o pensamento ideológico de Baha’u’llah seja anexado a uma agenda já estabelecida, ou seja, no caso do feminismo, é incorporado princípios baháís como igualdade entre homens e mulheres anexando a agenda do aborto, do movimento lésbico e outros.

E assim, o capitalismo vê no aborto uma forma de lucro criando clínicas especializadas, o socialismo vê o feminismo como um aliado partidário com poder de votos…Se por um lado o socialismo luta contra a mulher objeto, por outro o capitalismo investe nesse mercado, especialmente na internet e ambos usando, ou melhor, adaptando os princípios de Baha’u’llah conforme o desejo do coração.

É por isso que vamos continuar insistindo até o fim dizendo que a ordem de Baha’u’llah é – e sempre será – um fracasso trazendo desordem social, política, econômica e religiosa. Para que o argumento de Saba Farbodkia fosse verdadeiro ele deveria ser capaz de predominar e excluir os erros contidos no feminismo. Esse tipo de conversão só pode ser realizada no cristianismo:

“A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.” (Lucas 4 : 19)

Ora, são cristos diferentes e com propósitos muito  diferentes. Existem duas verdades, a saber: 1) Só JESUS tem o poder de dar vida aos mortos e libertar e 2) Só Baha’u’llah afirmou que um dia implantará uma ordem mundial portadora do seu nome, numero de letras  do seu nome e sinal…

http://www.cartacapital.com.br/blogs/escritorio-feminista/o-que-as-feministas-defendem-3986.html

http://feminismandreligion.com/2014/01/09/is-my-bahai-faith-compatible-with-feminism-by-saba-farbodkia/

Princesa Xena agora é lésbica e casada com Gabrielle

XenaEra os anos 90 quando surgiu o seriado da princesa guerreira Xena e sua fiel companheira Gabrielle (foto das antigas atrizes que interpretavam os papéis no seriado). Para quem assistiu a série dava para suspeitar de algo, mas naquela época o sol da diversidade de Baha’u’llah não brilhava nas faces das pessoas. Agora é outro tempo…e o roteirista não deixou de adaptar para realidade. Abaixo as suas palavras:

“Xena será uma série muito diferente da original por diversos motivos. Não podemos recomeçar a série sem explorar o relacionamento amoroso que só podia ser mostrado de maneira implícita durante os anos 90”, afirmou o roteirista.

Isso nos faz refletir sobre a ética da nova ordem mundial de Baha’u’llah, onde ela se molda em cada época até que o errado se transforme em certo dentro da conduta moral das pessoas. E assim, a arte curva-se para os ensinamentos do cristo cósmico descrito em seu sete vales (Apocalipse10:2):

“…O viajante torna-se agora inconsciente de si próprio e de tudo além de si. Não vê a ignorância nem o conhecimento, nem a dúvida nem a certeza; não distingue entre a manhã da orientação e a noite do erro…” ( VALE DO AMOR – BAHA’U’LLAH)

 

http://www.megacinema.com.br/noticias/xena-princesa-guerreira-sera-lesbica-e-casada-com-gabrielle-no-reboot-da-serie/

Uma análise do filme “deuses” do Egito

Resumo do filme: o deus horus vive tranquilamente e suas paixões, vaidades e desejos são satisfeitos. Ele está prestes a se tornar o novo rei do Egito, mas o deus SET intervém na cerimônia se auto- proclamando rei ao matar Osiris e retirar os olhos de horus. Com a ajuda de um ladrão horus recupera apenas um de seus olhos e inicia uma luta contra o império das trevas de set. Aos poucos ele vai se tornando mais humano e com a ajuda do deus sol Rá ele reconquista seu império e reina junto ao seu povo.

De fato, a cada ano os filmes estão cada vez piores. A Paris Filmes produziu anteriormente o filme de Moises para que esse despertasse o interesse no público e também dizer que ele era apenas um iniciado nos mistérios do Egito, mas nem isso serviu para evitar o fiasco que foi.

O filme é uma mistura de mitologia grega, romana e egípcia, pois explora o mesmo conceito de deuses com características humanas. Os responsáveis são tão atrapalhados que deixam também a possibilidade de divulgar o ateísmo fazendo isso. Se continuarmos assim as análise futuras não vão passar de um parágrafo…

Pouco podemos extrair de interessante nesse fiasco. A única cena mais importante mostra o deus horus subindo em um monte onde se tem uma estrela de nove pontas, o portal para o deus Rá. Nesse local ele faz suas preces para vencer set.

portal

Seguindo os conceitos da ordem mundial de Baha’u’llah, temos o executivo mundial pedindo auxilio ao cristo cósmico Baha’u’llah, nesse caso através da sua imagem que é a estrela de nove pontas (biblicamente falando temos o relacionamento entre o anticristo e a imagem da besta do abismo). Ora, o executivo mundial não terá uma visão completa dos fatos em seu reinado por ser muito materialista, por isso ele precisa tentar ser um pouco humilde e se curvar diante do deus errado.

Reunião ministerial

Lula-Ministro

Iniciou-se uma nova era no Brasil. A era da consolidação da corrupção. O retorno desse sujeito ao governo – e com carta branca para fazer o que bem quiser – é um verdadeiro tapa na cara para todos os que se manifestaram contra o lulismo. Isso mostra que eles estão acima da lei e não tem quem os julgue. O sinal está verde para a corrupção, pois o retorno desse monstro – e ainda com possibilidade de ser reeleito- terá sete anos no poder se nada for feito.

Os jornais publicam que o mercado financeiro viu com rejeição a volta do presidente ao governo. Isso só se for o nacional, pois para os EUA e a EUROPA as portas da corrupção abriu-se totalmente. Agora as empresas internacionais ligadas ao imperialismo babilônico americano poderão explorar o mercado de serviços como nunca cobrando taxas mais que abusivas em pedágios, energia elétrica, CPMF, água, fim dos direitos trabalhistas e até na internet. Essa última logo desaparecerá com a consolidação do mercado absurdo de franquias.

Corrupção brasileira e a nova ordem mundial

Inwo BrazilO nosso estudo tem como meta analisar o impacto da corrupção sob a nova ordem mundial. Ora, esse país que por um triste rumo destino nascemos instalou um sofisticado sistema de corrupção para abastecer a elite do capitalismo local e mundial, em especial o sistema capitalista babilônico americano/ europeu e seu projeto para os países do terceiro mundo.

O conceito de que o Brasil não surgiu como nação, mas apenas um colônia para ser explorada continua até os dias de hoje. A lógica é simples, porém poucas são as pessoas aceitam essa verdade: A maior parte da arrecadação do país vai para sustentar o sistema de privatização e bancário com seus juros abusivos.

A quem diga que as privatizações trazem um bem, porém basta deduzir pelos fatos que isso não é verdade. Vamos usar como exemplo a telefonia. No passado a empresa estatal cobrava uma conta justa, mas depois que passou para as grandes operadoras (telefônica/VIVO), nesse caso do império europeu triplicou-se os valores das contas.

E agora – justamente agora – que o mundo caminha para uma conexão total – e com aval do governo petista/ANATEL – corremos o risco de ter uma internet com franquias absurdas. De fato, podemos começar a dizer adeus aos vídeos, filmes, vídeo aulas …

O que teremos é uma internet no modelo cubana que não serve para nada. Como grande parte dessas empresas já instalaram antenas no sítio lulista as portas para a corrupção tarifária estão abertas. Dessa forma, as operadoras já podem usar seus antônimos: oi=tchau, Vivo=morto, Claro=Escuro…

Nada diferente acontece no PSDB, pois estados como São Paulo possuem infinitas obras paradas que já foram pagas e jamais terminarão. A corrupção do sistema de transporte Estadual aprendeu que pode triplicar seus lucros dessa forma. Se é para criar um país justo teria que exterminar esse dois partidos malditos (PT e PSDB)!

O nome muda (concessão, privatização, OSS, parcerias..), mas o sistema é o mesmo, ou seja, o governo precisa de uma reserva financeira alta para garantir que os pagamentos absurdos pagos pelos serviços mal prestados sejam feitos. Em alguns casos o serviço pode até ter qualidade como a ecovias, porém o seu custo com o pedágio é uma verdadeira injustiça. E assim, temos o toma lá da cá, ou seja, as empresas financiam campanhas políticas e em troca o governo faz a partilha dos bens públicos para serem roubados.

É por isso que temos uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo e é como a morte que nunca se farta. ICS, IOF, ICMS, COFINS, IPTU,IPVA..e agora o imposto sobre tudo, mais conhecido como o fantasma da CPMF tenta consolidar a estrutura de reserva financeira. Isso ao lado do sistema de previdência que embora não possua déficit algum, o governo continuará mentindo até que ninguém mais se aposente.

Esse sistema do fim de aposentadorias conseguiu êxito na Colômbia. Por lá os aposentados recebem apenas uma pequena ajuda de custo e precisam continuar trabalhando até como empacotadores de supermercados para sobreviverem. Aqui nem isso teremos, pois em muitos estados foram banidas as sacolas plásticas. O dinheiro dessas sacolas também entrou no caixa de campanha dos políticos.

E por fim os políticos…Somos obrigados a assistir um reality show diário na mídia da internet e na TV que já dura dois anos com as mesmas cenas ridículas envolvendo Lula, Dilma, FHC, Eduardo Cunha e outros vagabundos. O fato é que ninguém é julgado, por exemplo: Se tirassem a Dilma do poder não seria por meio de julgamento e sim de votação, ou seja, basta negociar algumas secretarias, direção de estatais e outros absurdos que tudo se resolve.

E quando se prende alguém a velocidade que sai é estonteante, pois algum dos perdões presidências beneficiaram o culpado como: prisão domiciliar, indulto de natal, dia das mães, festa junina e outros abrem as portas da liberdade e transformados em heróis.

Ora, o que assistimos nesse espetáculo e a disputa para ver quem continuará no poder para se beneficiar do sistema. PT, PSDB, PMDB…não importa quem vença, pois os perdedores somos nós…Muito longe das manifestações serem contra o sistema capitalista imposto o que se vê na grande maioria é apenas a visão dos problemas locais e não globais, sendo que os locais criaram o mecanismo aqui descrito no qual se tornou praticamente impossível de destruir.

E assim, a elite branca dominante (PSDB) continua protestando e a minoria negra e nordestina (PT) continua também protestando. Ingratos! Com Lula o povo viajou de avião, teve comida na barriga, conseguiu ser classe “d”…isso incomodou os neoliberais…Tsc! Tsc!Tsc!

Tenha paciência! Temos uma dialética ridícula e mentirosa na qual se ganha tempo para que tudo fique do mesmo jeito.É por isso que a mídia enfatiza tanto os dois lados. Resultado imparcial gera uma política imparcial.