Olimpíadas 2016

mascote olimpiadas

Depois da superestrutura capitalista devastar a Grécia, as Olimpíadas chegam ao Brasil com o mesmo objetivo.

Sua origem está na Grécia antiga como uma forma de culto aos deuses (em especial Zeus), mas também tinha o seu caráter político e social. Durante o evento as cidades viviam um período de paz. O culto ao corpo “perfeito “ acontecia com a apresentação dos atletas nus e o maior prêmio era a coroa de louros que ao  vencedor. Além desse detalhe, os atletas também recolhiam o “ suor sagrado” após as competições. Nesse momento é impossível não traçar um paralelo com o suor de Valdemiro Santiago. Seus fãs disputam com muita fé uma toalha ungida com suor em busca da cura.

Mas voltando as Olimpíadas: A única diferença dessa história bizarra para os nossos tempos é que ela foi apenas atualizada. Primeiramente, no lugar de Zeus entra Baha’u’llah. O cristo cósmico da nova era surge promovendo a unidade da diversidade. Essa é a essência primeira do evento.

Podemos observar essa essência em um dos mascotes das Olimpíadas. O animal bizarro e ridículo que se assemelha a um gato ou macaco segue os princípios numéricos da ordem mundial de Baha’u’llah da seguinte forma. No seu rosto o número 9 aparece na forma de 3 saliências, sendo uma entre as orelhas, ele possui oito dedos nas mãos e seis dedos no pés; dessa forma temos os números 9-8-6. O nove é o numero de Baha’u’llah que representa o seu sinal, nome e número de letras do seu nome. O oito o oitavo rei ou como os bahaís gostam de dizer…o oito manifestante divino e o seis a inversão do nove. Esses números querem dizer que o reinado do oitavo rei vai ficar oscilando no Brasil entre uma economia ruim e péssima até que o cristo cósmico saia do abismo. O segundo mascote bizarro lembra um  abacaxi. Nada poderia ser melhor, pois toda a corrupção que envolve esse evento sobrou para o povo descascar a fruta. Vejamos como isso acontece:

Primeiro abacaxi

Patrocinadores: Coca Cola, Visa, Bridgestone, GE, Mac Donalds, Panasonic, P&G, Samsung,Bradesco, Dow, Panasonic, Bradesco, Rede Globo, Claro, Estácio,Batavo,Skol,TAM, Cisco, Airbnb – EF Education First – Eventim – ISDS – ManpowerGroup – Microsoft – Mondo – Nielsen – Nike – RGS Events – SEG Gymnastics – Symantec – Technogym,Correios, Casa da Moeda do Brasil .Essas foram algumas das empresas presentes na superestrutura que pretendem ganhar muito com o evento. Durante o ano de 2015 essas e muitas outras empresas implantaram o plano de austeridade no Brasil. Todas agora aguardam o retorno de seus investimentos.

Segundo abacaxi

As empreiteiras superfaturaram tanto as obras que agora estão nadando em dinheiro, juntamente com os políticos como Lula e outros, pois uma outra parte da bolada irá para ele e seus companheiros (as).

Terceiro abacaxi

A desapropriação de imóveis foi tão injusta que nem mesmo a ONU acreditou no que fizeram. Alguns casos os valores de indenização eram absurdos e muitas pessoas foram simplesmente expulsas. E assim, o governador do Rio ficou feliz, pois agora entregou vários terrenos aos seus financiadores de campanha, nesse caso as grandes empreiteiras de sempre, para construírem apartamentos de luxo.

Quarto abacaxi

Assim como na Grécia, nos brasileiros e o povo do Rio de Janeiro vamos pagar muito caro por isso. Que DEUS ajude os cariocas, pois o dinheiro para saúde e educação foram todos transferidos para o evento. Fim de aposentadoria, aumento de preços, taxas de serviços abusivas e perda de poder aquisitivo tendem a agravar com o fim do evento.

Quinto abacaxi

Qual o sentido desse evento? Ora, como vimos acima trata-se de uma mega partilha entre empresários e políticos. Isso explica o choro de lula quando soube do sorteio que escolheu o Rio de Janeiro. Como sabemos até isso foi comprado por alguns milhões.

Outro sentido como vimos é promover a união dos povos e também o nacionalismo fanático, onde a mídia espera que se crie o sentimento de orgulho entre brasileiros por esse país ser o centro do universo por alguns dias.

Sexto abacaxi

Hoje, os atletas não ficam mais nus como na Grécia, mas o culto ao corpo e a vaidade continuam se propagando. Para o atleta passa a ser o momento mais importante e a verdadeira razão da existência humana subir ao pódio investido de vaidade.

A coroa de louro foi substituída pela medalha de ouro, mas o seu significado continua o mesmo. Diz a mitologia que o deus Apolo se apaixonou pela ninfa Dafne, porém ela não tinha o mesmo sentimento e fugiu. O pai de Dafne a transformou em uma coroa de louro e ela se livrou do chato. O sentido da olimpíada também é esse, ou seja, o disfarce, onde todos nós pagamos caro e muitos perderam até casas para promover a unidade da diversidade, mas isso fica oculto como uma coroa de louros.

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16 : 33)

 

http://esporte.uol.com.br/rio-2016/ultimas-noticias/2014/03/07/rj-contrata-grupo-suspeito-cartel-em-licitacao-para-tocar-obra-da-rio-2016.htm

http://www.desapropriacao.net.br/noticias_aberto.php?id=151

http://folhacentrosul.com.br/brasil/6201/olimpiadas-de-2016-ja-custam-r-36-7-bilhoes-de-reais

Anúncios