As pessoas entenderam o ajuste fiscal?

“…O Brasil está adotando decisões difíceis…Nós precisamos fazer o ajuste fiscal para retomar o crescimento e as pessoas entenderam isso..”

A frase estúpida descrita acima saiu da boca do novo presidente do Brasil que é o ministro da economia chamado Levy. Em curtas palavras o ser diz que as pessoas entenderam e aceitam perder o pouco poder aquisitivo que possuem para a inflação, empregos, aposentadoria e outras maldades em nome do  tal crescimento.

O que a imprensa não fala é a origem da tal divida do Estado. Apenas dizem que gastaram mais do que arredaram. Ora, as pessoas entendem que a crise acontece devido apenas pela corrupção, pois carga tributária elevadíssima o Brasil possui faz muito tempo, ou seja, dinheiro tem de sobra, mas não para pagar um salário justo para a população.

Infelizmente como visto em algum post anterior por aqui trata-se de um ciclo de crise econômica. O mesmo que aconteceu em 1995 no governo FHC do maldito PSDB. Naquele tempo ele roubou o máximo que pode da população através de impostos e também tirou o direito de aposentadoria de muitas pessoas que foram obrigadas a trabalhar muito mais do que 35 anos na vida.

O resultado após esse ajuste foi um festival de privatizações e concessões jamais visto. Hoje, está acontecendo a mesma coisa em termos desse “milagre do crescimento”. No link abaixo pode-se observar o interesse em aumentar a competição pela concessão de obras no país:

http://www.valor.com.br/brasil/4012158/e-preciso-aumentar-competicao-nos-processos-de-concessao-diz-levy

As visitas ao FMI desse tal Levy apontam para mais austeridades em busca de empréstimos que servem apenas para sustentar o sistema político que mantém a praga do PT no poder. Para o povo resta apenas um trabalho análogo ao escravo nas empreiteiras e obras inacabadas. Se alguma estrada for entregue pelo cartel só restará o pagamento de pedágios caríssimos.

Tal como no passado do PSDB o presente que está sendo construído pelo PT está destruindo a vida de pessoas, pois a inflação galopante é maquiada pelos órgãos de estatísticas do governo e a população caminha para um Estado Cubano á brasileira. A diferença é que em um futuro próximo muitas pessoas estarão comprando um simples pastel no crédito. Isso se não for sabor de carne de cachorro inspirado na culinária porca da China…

Observando os fatos do ponto de vista apocalíptico temos o velho sistema babilônico americano de privatizações exigindo austeridade total para emprestar dinheiro que será usado na corrupção, por exemplo: É necessário molhar a mão dos deputados para aprovar um projeto qualquer que irá destruir mais ainda a vida de cada um de nós.

Referência:

http://www.valor.com.br/brasil/4013572/levy-defende-no-fmi-medidas-fiscais-para-retomar-crescimento

Anúncios