Da imigração ao idioma universal

“…Não existirão nações com fronteiras separadas e restritas – tal como a Pérsia, por exemplo. Os Estados Unidos da América serão apenas um nome. Alemanha, França, Inglaterra, Turquia, Arábia – todas essas nações serão interligadas em união. Quando se perguntar às pessoas do futuro: “Qual a sua nacionalidade?”, a resposta será: “Pertenço à nação da humanidade. Vivo à sombra de Bahá’u’lláh. Sou servo de Bahá’u’lláh…” (16 DE ABRIL DE 1912 – Abdu’l’Bahá na Palestra no Hotel Ansonia para os Amigos Bahá’ís de Nova Jersey)

 O trecho extraído do livro de Abdu’l’bahá (filho do cristo cósmico Baha’u’llah) projetou para um futuro a eliminação de fronteiras entre os países. No ano de 2015, o processo começou a acelerar através das imigrações. De uma forma misteriosa vários paises abraçaram esse princípio do cristo cósmico para promover a diversidade.

 Porém, nos bastidores dessa unicidade surge a principal causa Bahá’i que é a criação de um idioma universal .Um dos caminhos para isso é a diversidade cultural que está se instalando no mundo. No caso do Brasil cidades como São Paulo já estão recebendo pessoas de todas as raças.

 Alguns amantes da causa Bahái acreditam que ao misturar os povos uma nova língua nascerá, ou seja, teríamos um falso pentecostes que é o batismo com o falso espírito santo com um dom de línguas ativando as estruturas lingüísticas dos povos unidos. Ora, o que existe de ruim isso? Exatamente a diversidade, pois ela torna tudo relativo, ou seja, se em uma cultura é comum degolar ou queimar pessoas isso deve ser visto como algo normal. Abaixo segue alguns países que iniciaram 2015 com essa vontade de reconstruir a torre de Babel:

 O U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) anunciou na última semana que começará a receber, a partir de 18 de fevereiro, os requerimentos para o Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA) com as novas regras anunciadas em novembro, o que amplia o benefício para um número maior de jovens com status imigratório irregular no país.

http://gazetanews.com/imigracao-comeca-aceitar-pedidos-daca-dia-18/

 A Alemanha é cada vez mais um país de imigrantes. Enquanto alguns líderes defendem sistema de pontos semelhante ao do Canadá como resposta para onda migratória, outros afirmam que normas atuais são suficientes.

http://www.dw.de/pol%C3%ADticos-alem%C3%A3es-divergem-sobre-regras-para-imigra%C3%A7%C3%A3o/a-18232340

 Canadá oferece residência permanente a estrangeiros que integram novo programa de imigração – O ministro da Cidadania e Imigração do Canadá anunciou hoje que o primeiro grupo dos candidatos com melhor classificação do novo programa de imigração Express Entry vai poder requerer a residência permanente no país.

http://www.acorianooriental.pt/noticia/canada-oferece-residencia-permanente-a-estrangeiros-que-integram-novo-programa-de-imigracao

 Governo do Syriza pensa anunciar ministério para a Imigração –

http://www.sol.pt/noticia/122827

Paraná recebe nova onda de imigração de muçulmanos em busca de emprego-“Brasil, muito bom. Tudo gente boa, trabalho. Só ruim feijão, tudo dia feijão [sic]”, afirma o bengalês Abdus Samad, 29, no país há dois anos. Os novos islâmicos são de países africanos e asiáticos…”

FolhaSp