Rapture-Palooza, o pior filme sobre o Apocalipse que já fizeram

raptureSinopse: Sobrevivente do arrebatamento, o casal Lindsey (Anna Kendrick) e Ben (John Francis Daley) embarca numa missão para derrotar o Anticristo (Craig Robinson) durante o apocalipse. Vizinhos no subúrbio de Seattle, os três se envolvem em um inesperado triângulo amoroso.

 Distorção das escrituras, Blasfêmia, preconceito e ateísmo. Essa é a fórmula do filme mais absurdo sobre o Apocalipse.

 Rapture-Palooza é uma comédia do tipo humor negro americana. A meta principal do filme é propagar o ateísmo e destruir os valores cristãos ao extremo. O tipo de arrebatamento pode ser classificado como pré-tribulacionista. Como essa é uma das interpretações mais sem sentido, os autores do filme tentam promover a idéia de que o arrebatamento não vai acontecer. As pessoas arrebatadas estão se divertindo no mundo e alguns partem no meio de um gole de cerveja. Mais uma vez se passa a idéia de que DEUS não é justiça.

 A tradição interpretação errada de que o Anticristo e a Besta do abismo são as mesmas pessoas também é passada pelo filme. O autor Craig Robinson faz os dois papéis ao mesmo tempo. O fato de ser negro serve como mensagem subliminar para incentivar mais ainda o preconceito.

 Em uma das cenas, o suposto Jesus desce do céu em um cavalo branco sendo morto por uma espécie de raio laser, mas mesmo assim o cristo do filme assume um novo corpo na forma de um homem oriental sem educação e que fala muitos palavrões e ofensas. Mais uma tentativa para dizer que JESUS era um homem como qualquer outro.

 A personagem vivida por Anna Kendrick se orgulha de ter matado JESUS e o Diabo na forma de Anticristo. E assim, ela e seu namorado iniciam a vida em um mundo melhor sem DEUS ou o diabo, onde cada um faz o que quer e o Apocalipse passa a não existir mais.

 Diante desse relato só resta o silêncio e clamar a DEUS que não leve essa blasfêmia em consideração punindo os povos da Terra.

 http://www.adorocinema.com/filmes/filme-192320/

Anúncios