Vírus Ébola não é lucrativo, diz máfia farmacêutica

Tem havido esforços para se desenvolver uma vacina contra o vírus de ébola. Estão a avançar?
Houve alguns ensaios muito promissores de vacina nos macacos – e até um ensaio em seres humanos, que concluiu que a vacina é segura. Mas esta não é uma doença com a qual os laboratórios farmacêuticos possam ganhar muito dinheiro: é esporádica, atinge poucas pessoas e atinge as populações mais pobres do mundo. Para mais, os surtos acabam por ser controlados. Ou seja, não há realmente mercado para uma vacina.

Comentário: O que está acontecendo na África parece mais um verdadeiro teste para a  redução populacional, ou seja, doenças que não dão lucro, especialmente se estiverem em países pobres onde os seres humanos  só atrapalham o contrabando  de diamantes como em Serra Leoa.

http://www.publico.pt/ciencia/noticia/daniel-bausch-sobre-o-ebola-o-surto-nao-esta-sob-controlo-neste-momento-1665108

Anúncios