Veja como funciona a privatização água pelo PSDB

Resumo da notícia: “Cantareira: Racionamento pode vir depois de novembro, diz especialista  (..) Hespanhol diz que sua maior preocupação em termos de qualidade da água é com uma situação de racionamento. Segundo ele, quando o abastecimento de algumas linhas de distribuição de água é interrompido, as linhas aspiram a sujeira que está nas proximidades. Em seguida, quando o abastecimento é liberado novamente, a água daquelas linhas é distribuída à população com a sujeira…”

A estratégia desse tal de Alckmin que pretende se tornar dono soberano e absoluto do Estado de São Paulo (inclusive acima de DEUS) consiste em garantir primeiro a sua reeleição e depois disso  torturar a população carente com racionamento de água.  Se não bastasse o racionamento, as pessoas terão que beber água suja como descrito acima.É interessante dizer que o racionamento não antige a região nobre do Morumbi, local onde a criatura mora.

Para tentar tapear a população, segundo  o jornal Estadão, o governador tratou de retirar o símbolo do Estado da SABESP, empresa responsável pelo fornecimento de água. Isso mostra não só a falta de caráter, mas também a ausência de qualquer virtude mínima que poderia ajudar a classificar esse ser como humano. E assim,  temos a imprudência administrativa aliada com a falta de sensibilidade.

O sistema de represas do Estado são os mesmos de 30 anos atrás e a população triplicou. Isso mostra que manter as mesmas represas trata-se de uma política de acúmulo de capital para ser distribuído entre os principais acionistas da SABESP. A estratégia consiste em lucrar muito e investir pouco:

agua-sabesp-1a

Muito dos acionistas da SABESP são advogados, pois uma das especialidades do PSDB é procurar brechas jurídicas para destruir a população ou o funcionalismo público  e beneficiar os empresários milionários do Estado. Assim como no setor de construção civil, transporte  e saúde, são criados verdadeiros cartéis que beneficiam empresas ligadas a esse partido. Isso tem criado o desinteresse de muitos em participarem do processo de licitação, pois as cartas dos jogos estão marcadas.

São essas cartas marcadas e a assessoria jurídica partidária que permitem o descaso com a manutenção do sistema, pois milhões de litros de água são simplesmente desperdiçados. Ainda temos o problema dos invasores de movimentos “sociais sem teto” que burlam o sistema hídrico criando verdadeiros paraísos de mangueiras azuis nos locais que estão invadidos.

Como apresentado, o projeto de ampliar a captação não interessa aos acionistas, mas com a privatização da água através de Parcerias Públicas Privadas, o governo poderá captar água de mananciais distantes, mas isso tem um preço, ou seja, aumentar a conta atual para no mínimo 10 vezes mais.

Infelizmente São Paulo corre o risco de ultrapassar a marca de duas décadas sobre o controle de um homem e seu partido  injusto/ cruel. As temperaturas aumentaram. Hoje, o inverno de São Paulo que era de 12 graus passou para 29. A maldade dos governantes e a imbecilidade do povo chegaram das alturas e mudaram o clima atmosférico. Tudo isso nos faz lembrar o futuro de São Paulo muito bem descrito no filme “O Livro de Eli”. Um mundo cruel, com sol permanente e a água valendo ouro. Porém, falta ao  vilão ser fazer “deus”, para isso ele parte em busca de um livro que possa manipular os eleitores  e se manter no poder pela eternidade… FORA PSDB!

http://outraspalavras.net/outrasmidias/destaque-outras-midias/sp-por-tras-da-falta-dagua-privatizacao-e-negligencia/
http://www.valor.com.br/politica/3585126/cantareira-racionamento-pode-vir-depois-de-novembro-diz-especialista
http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,falta-dagua-em-sao-paulo-e-com-dilma-imp-,1159111