Jesus Cristo Superstar e a blasfêmia oculta

jesus super starResumo da notícia: “A cantora, dançarina e atriz Negra Li é a convidada do Mais Cultura desta quarta-feira (9/4), às 13h, na TV Cultura – Durante o bate-papo com a apresentadora Barbara Thomaz, a cantora fala da carreira e de sua personagem Madalena, na superprodução Jesus Cristo Superstar, que aborda a última semana de vida de Jesus na Terra, da chegada a Jerusalém ao momento de sua crucificação…. “

Como sempre a  mídia trabalha usando evidências falsas e ocultando  a verdade. Nesse caso, a polêmica com a Igreja Católica, especialmente na velha blasfêmia do romance entre JESUS e Madalena, é usada para conseguir mais público para o espetáculo e serve como pano de fundo para ocultar o foco principal.

A peça foi criada por Andrew Lloyd Webber e é uma imitação do antigo musical Aquárius, porém essa versão que se espalha pelo mundo tem como foco principal despertar a visão política no telespectador.  A maior parte do musical tem como meta apresentar a queixa de Judas por Jesus não ter criado uma ordem mundial para a humanidade.

Pela foto podemos perceber que Andrew é gay e a mídia britânica tem publicado notícias do seu caso amoroso com  Matt Lucas. Devido a essa situação, é inevitável que o espetáculo apresente algo de ocultismo para seduzir a humanidade.

O foco principal não está no relacionamento absurdo entre Jesus e Maria Madalena como pensam os  católicos, mas no contexto político do espetáculo. Andrew destaca a queixa de Judas por Jesus não ter criado um plano político e econômico  para a humanidade. Esse cenário serve para preparar a humanidade para a chegada  da ordem mundial de Baha’u’llah.andrew

Shoghi Efendi, guardião da fé Bahá’i, fez uma comparação muito parecida em seu livro abaixo, onde mostra a “superioridade”  Baha’u’llah sobre JESUS, pois o cristo cósmico, segundo a visão pagã do guardião, fez o que JESUS não fez. Satisfazendo assim o desejo de Judas no espetáculo e da maior parte dos habitantes da Terra:

“….Se volvermos o olhar ao passado, se investigarmos a Bíblia e o Alcorão, prontamente reconheceremos que nem a Dispensação Cristã nem a Islâmica podem oferecer um paralelo, quer ao sistema de Economia Divina tão cuidadosamente estabelecido por Bahá’u’lláh…”(Shoghi Effendi – A Ordem Mundial de Bahá’u’llah).

http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,664488,Negra_Li_fala_do_espetaculo_Jesus_Cristo_Superstar_no_Mais_Cultura,664488,1.htm
http://www.andrewlloydwebber.com/
http://www.bbc.co.uk/pressoffice/pressreleases/stories/2007/05_may/30/norton.shtml