Ariel Sharon espalha o seu rastro de enxofre mesmo morto

“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.”  (Apocalipse 2 : 9)

Demora, mas até os poderosos dessa Terra um dia morrem. Apesar de  Sharon se achar importante para o mundo, a sua vida serviu apenas para espalhar o rastro de enxofre sobre o cristianismo ao ponto de aparecer nas profecias heréticas do judaísmo.

Jogando à própria sorte durante anos, finalmente Sharon morreu. Os palestinos festejaram muito a sua morte,  porém o poder de satanás em usar os reis da Terra sai de um corpo e procura outro hospedeiro para continuar. Essa é uma verdade que os governantes jamais vão aceitar.

Durante o massacre na Líbia, Sharon usou um grupo de terroristas cristãos chamado de “a falange”  para matar sem dó nem piedade muitos palestinos civis. Terrorismo não é uma conduta cristã seja ela católica ou protestante, o que leva a acreditar na existência de  uma manobra com o objetivo de sujar mais ainda o nome do cristianismo. E assim, temos mais um motivo para perseguirem cristãos de algo que  inexistente no futuro com esse rastro de enxofre.

Outro rastro está nas profecias Judaicas.   A mídia globalista tem apresentado um  rabino chamado Yitzhak Kaduri que tinha mais de 100 anos afirma ter falado com JESUS em visão e esse revelou o seu nome, ou seja, JESUS mesmo. O  filho desse rabino nega tudo, inclusive chega a dizer que aceitar JESUS como Messias seria uma blasfêmia, pois significaria a conversão dos judeus ao cristianismo (link no final do post).

130530_kadurinoteOs especuladores de plantão  pegaram apenas as iniciais de uma frase escrita por Yitzhak Kaduri e criaram uma adaptação para lá de forçada dizendo que é o nome de JESUS. No Bilhete do rabino diz : “ Quanto a abreviatura letra do nome do Messias, Ele vai levantar as pessoas e provar que sua palavra e lei são válidas.” Em hebraico fica da seguinte forma: “Y arim H a’Am V eyokhiakh S hedvaro V etorato O mdim” (ao lado temos a foto do bilhete do rabino).

Yitzhak Kaduri era um judeu cabalista, por tanto espera a chegada de Baha’u’llah e não de JESUS. Os Judeus cabalistas são mais espirituais, por isso esperam a  manifestação da besta do abismo (Os ortodoxos é que esperam o anticristo) . Observe que a mensagem diz que esse tal messias ira provar que suas palavras são válidas.  Baha’u’llah pretende fazer exatamente isso.

Dizer que esse messias  cabalístico surgirá depois de  morte de Sharon não muda em nada o destino das coisas, pois isso poderá acontecer em um tempo determinado. Não tem como saber se será daqui 1,2,3 ou 10 anos. A tentativa de santificar um monstro como Sharon caiu por terra e apenas sobrou o seu rastro de enxofre também nas profecias judaicas.  Ora, o verdadeiro Cristo só virá de pois da apostasia e a manifestação do filho da perdição, por isso não vai adiantar esperar algo sobre isso na lua sangrenta de abril.

http://www.israeltoday.co.il/NewsItem/tabid/178/nid/23877/Default.aspx