TV Cultura ensina a diversidade de gênero para crianças

Já se foi o tempo em que a TV Cultura era sinal de uma programação sadia para as crianças. Hoje, sempre que possível, a nova programação atende os requisitos da unidade da diversidade do cristo cósmico Baha’u’llah, nesse caso o fim de toda forma de preconceito.

A cada dia as crianças estão sendo treinadas para substituir o sexo masculino e feminino pelo gênero, essa opção permite que cada cidadão global escolha o que quer ser.

A abertura do programa Quintal da Cultura é um desses exemplos, pois a diversidade pode ser vista na música que diz: “Eu agora era você/Você agora vira ele/Ele agora vira ela/Ela agora vira eu/Então ta combinado/Então ta tudo trocado/Então ta tudo mudado…”

Mas a mensagem de identificação de gênero não fica apenas na letra. No baú do episódio pode ser visto o número do cristo cósmico (9) e a letra K, uma referência ao Kitáb-i-aqdas (Apocalipse 10:2) , a carta magna da sua nova ordem mundial. Até o sol da diversidade brilha de forma diferente e paira sobre o número 9. Para que a diversidade fique gravada nas crianças, o programa infantil trata as crianças como debilóides, umas das técnicas mais conhecidas de manipulação pela mídia.

Já que estamos falando da lei do “troca-troca” então vamos colocar aqui:

“K162. Se Ele decretar lícito o que desde tempos imemoriais fora proibido (..) , a ninguém é dado o direito de Lhe questionar a autoridade…”( Kitáb-i-aqdas Baha’u’llah).

quintal 1

Os laços entre a comunidade Bahá’i e a TV Cultura são antigos. Em 2005 a emissora fez um documentário especial sobre o Báb para ajudar a divulgar o bahaismo:
http://bahai.uga.edu/2002/021021-3.html

A idéia de “Então ta tudo trocado/Então ta tudo mudado”, como diz nessa canção, aos poucos vai sendo aplicada em escala mundial de diversas formas. No link abaixo a Alemanha já criou o terceiro gênero:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/08/alemanha-cria-terceiro-genero-para-registro-de-recem-nascidos.html

Anúncios