Brigada da ONU pode matar à vontade no Congo

O Conselho de Segurança da ONU entregou para a brigada da ONU o primeiro mandato ofensivo, isso permite que essa espécie de futuro exército mundial mate antes e pergunte depois.

O local escolhido para os testes foi o Congo. Embora as vitimas sejam milícias armadas, isso será aplicado em escala global para todos aqueles que se oporem a unidade da diversidade pelo exército mundial.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/06/brigada-de-intervencao-da-onu-comeca-a-patrulhar-rd-congo.html