Aprovar casamento gay via “Ato Administrativo” não vale!

Resumo da notícia: “Cartórios são obrigados a realizar casamento gay a partir desta quinta – A nova resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetiva …”(G1)

casamento gay

É incrível como a mídia globalista oculta os fatos. O primeiro é que essa resolução foi inspirada no principio do cristo cósmico Baha’u’llah sobre o fim de toda forma de preconceito. E o segundo é que o deputado do BBB Jean Wyllys burlou na lei para conseguir aprovar essa resolução de forma ilegal.

O deputado BBB fez uma série de etapas para conseguir êxito. A primeira foi conseguir um grupo de famosos para levantar a bandeira do movimento  como: Fernanda Montenegro, Ney Matogrosso, Chico Buarque , Caetano Veloso, Daniela Mercury, Arlette Salles, Alexandre Nero, Marisa Monte, Mônica Martelli, Zélia Duncan, Preta Gil, MV Bill, Mariana Ximenes, Ivan Lins, Tuca Andrada, Serjão Loroza, Sandra de Sá, Rita Beneditto, Sônia Braga e Bebel Gilberto.

Essas criaturas  fabricada pela mídia recebem o nome de idiotas úteis no comunismo, lideres morais no bahaismo; guias de cegos que receberão a condenação eterna em momento oportuno pelo mal que estão fazendo:

“Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.” (Romanos 1 : 32)

Além disso, esses artistas são fundamentais para intimidar o CNJ através da opinião pública.

A segunda etapa de Wyllys foi burlar as leis brasileiras aprovando um “ Ato Administrativo” através do CNJ, sendo que não compete a esse legislar. Isso se deve ao alto grau de burrice dos políticos e a vida de parasitas do legislativo. O “ Ato Administrativo” deve estar relacionado ao regime interno do CNJ (ler artigo 103-B da Constituição).

Esse ato precisa ser revogado urgentemente (LEI Nº 9.784 CAPÍTULO XIV ARTIGO 54), pois viola as leis desse país . Se isso não for feito a terrível “profecia “ de Raul Seixas que diz : “Homem com homem sempre deu em lobisomem e mulher com mulher sempre deu em jacaré” pode se cumprir, ou seja, daqui apouco vão aprovar casamento entre humanos e animais usando “Atos Administrativos”. Tsk!Tsk!Tsk! Podemos ter também ônibus  especial para mulheres, negros, brancos, indios, loiras e outras palhaçadas.

Outra intenção do deputado Wyllys é obrigar que as igrejas aceitem o casamento gay através de leis estatais. Isso pode ser visto no PEC criado por ele criou descrito abaixo:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

§ 2.º O casamento religioso tem efeito civil, nos termos da lei

Ora, como sabemos a Ordem Mundial de Baha’u’llah e sua diversidade vão totalmente contra os princípios cristãos, por isso, é mais do que natural que ele esteja presente no CNJ. Isso acontece da seguinte forma: Ele é composto por 15 pessoas, sendo nove magistrados ( olha o número da fera aí!) e os outros 6 divididos na proporção (2) (2) (2).

Se querem aprovar isso façam no parlamento mundial de Baha’u’llah e quando o último sangue cristão deixar de existir na Terra.

Referências:

http://www.cnj.jus.br/atos-administrativos/atos-da-presidencia/resolucoespresidencia/24675-resolucao-n-175-de-14-de-maio-de-2013

http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/05/cartorios-sao-obrigados-realizar-casamento-gay-partir-desta-quinta.html

http://jeanwyllys.com.br/wp/jean-wyllys-parabeniza-cnj-pela-regulamentacao-federal-do-casamento-civil-igualitario-no-brasil

http://casamentociviligualitario.com.br/wp-content/uploads/2011/09/Projeto-de-lei-de-casamento-civil-igualit%C3%A1rio.pdf

http://www.cnj.jus.br/sobre-o-cnj/composicao/composicao-atual