A midia brasileira está condicionando pessoas sobre o tribunal universal

Basta ligar por alguns minutos a televisão que estamos vendo uma série de julgamentos. Muitos até sensacionalistas e outros crimes são bem antigos como  a morte de um ladrão chamado PC Farias, mortes do Carandiru e uma série de  assassinatos cruéis.

O objetivo aqui não é fazer com que o cidadão global acredite na justiça brasileira, na verdade ela nunca e jamais vai existir, mas sim condicionar o cidadão sobre o futuro tribunal universal como descrito abaixo:

“…Através do poder de Bahá’u’lláh, todos serão unidos. Ele ergueu este estandarte da unicidade da humanidade (…) Ele escreveu aos reis e governantes do mundo (…)  incumbindo-os de estabelecerem um corpo de arbitramento internacional – que de todas as nações e governos do mundo deveriam ser selecionados delegados para um congresso de nações para constituir um tribunal universal de justiça…” ( A paz universal – Abdul’bahá).

Como visto acima nesse post. Os crimes que estão em destaque na mídia são os mais variados possíveis. Independente do crime analisado, isso acaba gerando a expectativa de saber a sentença final de cada caso.

Agora vamos avançar um pouco apenas no futuro através desse versículo:

“Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.”  (Apocalipse 13 : 10)

Essa passagem fala sobre a futura perseguição aos cristãos deixados para trás e ela só poderá acontecer através de um julgamento no tribunal universal. Na medida em que as pessoas forem assistindo  esse noticiário banal de hoje  ficarão dispostas a cooperar com o governo e entregar os “rebeldes” para a morte (adicione aqui os falsos cristãos como delatores).

Anúncios

Que tal uma terapia do amor com Edir Macedo ?

O amor que se perde deixa uma ferida na alma. Lembranças dos momentos felizes entram em conflito com a angustia da perda. Raiva, tristeza, angustia se convertem em uma dor que se assemelha a perda de um ente querido, mas a tentativa de ver uma luz ou um novo recomeço é mais forte e todas as ações se transformam em um silêncio. Não existe recomeço e nem outra chance. Acabou!

A alma vagueia pela terra sem estar no céu ou no inferno. As pessoas são cinzas. O céu é cinza. Dúvida – sempre ela – insiste em rodear acusar e condenar. Por quê as flores murcham? Seria pela traição, um sentimento que desaparece rapidamente como a fumaça soprada pelo vento, o desgaste do relacionamento, a rotina, a falta de respeito ou algo inexplicável. É impossível renovar o coração a cada dia. O que há de errado no corpo, na alma e no espírito? Sou um gordo (a) ,negro (a) , branco (a)  indio (a) ,  magro (a) , feio (a) , humano (a) , ridículo (a) ou limitado (a)?

Passei muito tempo fora e quando voltei já era tarde demais. Você disse que não precisava mais de mim. Sim! Eu te magoei…Fiz de novo! Só queria que chovesse. A minha alma está corroída e não tem volta. As trevas dessa chuva serão o pagamento eterno pelo meu erro. Nunca mais vou te abraçar.

Oh! Maldita solidão você voltou! A angustia do dia a dia voltou! Aquele fogo que estava acesso apagou. Caminho sem esperança apenas vagando por ruas solitárias no meio de uma multidão sem vida. Ah! Se chovesse agora eu lamentaria eternamente no inferno.Não sei o que aconteceu…um disparo e agora está chovendo aqui. Ouço um coral celestial, mas a chuva continua.  Apenas deixe chover!

O texto acima é um resumo de duas canções supostamente românticas usadas na terapia do amor com Edir Macedo. Como alguém tão grosso, estúpido que apóia a morte de crianças (especialmente as pobres) poderia entender esse sentimento? A verdade é que essas músicas são usadas para colocar demônios nas pessoas e depois a igreja supostamente liberta.

A verdadeira vida sentimental possui dois caminhos. O da Solidão e da companhia. Nem todos nasceram para namorar, casar ou ter filhos. Nessa hora a alma diz: “ Sou uma árvore seca e inútil”,

“E não fale o filho do estrangeiro, que se houver unido ao SENHOR, dizendo: Certamente o SENHOR me separará do seu povo; nem tampouco diga o eunuco: Eis que sou uma árvore seca.” (Isaías 56 : 3)

Mas DEUS promete dar um nome que nunca se apagará:

Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará. (Isaias 56:5)

Quando a tristeza e a solidão baterem a porta o jeito é meditar nesse versículo com fé. O jeito é olhar para a meta final onde DEUS enxugará cada lágrima de uma vida desolada.

Também existem aqueles que podem ter uma companhia nesse mundo formando assim uma só carne, mas para isso exige um respeito mútuo que a cada dia se torna raro.

A nova ordem mundial de Baha’u’llah avança e os corações das pessoas começam a se esfriar. A fonte também nesse tipo de música, embora sejam muito bem elaboraras e clássicas, pois muitas pessoas já vivem o que está escrito nessas letras.

“E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.” (Mateus 24 : 12)

Deus meu! Ajude-nos a caminhar nesse novo mundo que está surgindo. Pela sua misericórdia não deixe o verdadeiro amor que está em ti esfriar, mesmo que o nosso destino seja a solidão esteja conosco para consolar.