O mito da internação compulsória

coringa1O governador de São Paulo (prefiro nem escrever esse nome aqui) venceu! A mídia fez a propaganda e as opiniões de pesquisas indicam a aprovação da  maioria da população. Como vimos visto em outro post ( O mundo lucrativo dos zumbis) , os gestores (em geral médicos corruptos) indicados pelo governo poderão abocanhar sem restrições  a verba do SUS ( Sistema Único de Saúde) em hospitais públicos ou particulares.

Escorado no princípio do cristo cósmico Baha’u’llah ( Eliminação de todos os tipos de preconceitos), o usuário de crack agora é visto apenas como problema de saúde, sendo que o tema é muito mais profundo.

Como disse Frederico Eckschmidt em seu artigo: “…Para algumas pessoas, uma vez ingerida uma substância psicoativa (drogas), seus efeitos ficam gravados para sempre no cérebro como uma “ótima” alternativa para obter prazer imediato e fugir de situações desagradáveis…”. Isso significa que o governo não quer curar ninguém em sim lucrar como a mega empresa burocrática que se foi criada, o CATROD . E se alguém se opor ao sistema é sumariamente  demitido:

Resumo da notícia: “Diretora do Cratod discorda de internação forçada e é demitida – Centro é o pilar da política pública de combate ao uso de drogas e sede do plantão judiciário no centro de São Paulo. “Me opus à atual política e fui demitida”, disse Marta Jezierski ao iG…”

Por outro lado, se JESUS estivesse por aqui fatalmente seria preso e morto pelo governador  de São Paulo, pois o mesmo não estaria respeitando o Estado Laico e o [1]- Estatuto dos zumbis no Artigo 2. O versículo abaixo é uma ofensa a ordem mundial de Baha’u’llah, ao direito  humano de fumar crack e aos contratos de gestão pública da saúde (as OSS sem fim lucrativo$):

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”  (João 8 : 36)

E assim, mães desesperadas levam seus filhos acorrentados para uma suposta cura governamental que apenas aumentará o uso do vício. No centro das grandes cidades eles caminham como mortos vivos em busca de uma lata, um cigarro uma pedra e por fim dormem ao relento sonhando com o dia em que foram  crianças e  entoando canções de ninar para si mesmos.

[1] – https://apocalipsetotal.wordpress.com/2012/02/06/o-estatuto-dos-zumbis-do-crack-esta-pronto/
http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2013-01-24/diretora-do-cratod-discorda-de-internacao-forcada-e-e-demitida.html
http://datafolha.folha.uol.com.br/busca/ver_busca.php?q=crack&submit.x=11&submit.y=6
http://www.psicoanalitica.com.br/dep_tem_cura.htm

Anúncios