União Européia começa a introduzir conceitos Bahá’is na economia

Dentre os princípios criados na economia divina do cristo cósmico  Bahau’llah (Apocalipse 13:17)  para a futura implantação da sua nova ordem mundial está a criação de :  1) Um sistema unificado de moedas,  2) Uma autoridade central e 3) Uma regulamentação de segurança coletiva. Esses princípios podem ser visto no vídeo abaixo na pequena aula do professor  Bahá’i Suheil Bushrui (infelizmente por algum motivo o blog não está aceitando mais vídeos do youtube) :

http://www.youtube.com/watch?v=wbBLJUuhrQ4&feature=player_embedded

Inclinando os seus corações para o  reino de Abhá  , os governantes da União Européia estão tentando dar poderes de supervisão ao Banco Central Europeu :

Resumo da notícia: “ A Comissão quer que o Banco Central Europeu receba o papel de supervisor e que se concedam a ele novos e amplos poderes, desde a capacidade de outorgar e retirar licenças bancárias até ter autoridade suficiente para investigar e multar os bancos que não cumpram as normas…”

Essa supervisão pode ser chamada também de segurança coletiva dos bancos, porém os países integrantes da União Européia não querem participar dessa pequena simulação para ser aplicada em escala global (link no final do post).Isso acontece por que é necessário despertar o espírito de unidade através de um batismo com o falso espírito santo de Baha’’u’llah nos governantes da Terra. Por esse motivo, continuaremos a ter soluções paliativas até que chegue esse dia.

Além disso, a economia divina também deve possuir um falso caráter solidário com os pobres e não ajudar apenas bancos com dividas. Por esse motivo a ONU enviou o seguinte alerta:

“..As reformas econômicas na União Europeia (UE) devem ser realizadas de acordo com as obrigações dos direitos humanos dos Estados. Essa é a opinião de diversos especialistas da ONU..”

Ou seja, a base da economia divina de Baha’u’llah e o seu sinal unificador (a estrela de nove pontas) está na circulação por pulsos eletrônicos na conta corrente dos mais pobres, pois são esses que realmente estarão  dispostos a quitar suas dívidas. Já os bancos,  uma vez que estejam interligados entre si , só administrarão os recursos supervisionados pelo executivo mundial de Baha’u’llah ( O Anticristo) e seus nove mestres eleitos para não roubarem muito.  Isso tudo trará uma curta  paz de três anos e meio ao mundo.

http://www1.valor.com.br/internacional/2831152/europa-em-desacordo-por-reforma-bancaria#ixzz28k1X9mKm

http://www.ohchr.org/EN/NewsEvents/Pages/DisplayNews.aspx?NewsID=12630&LangID=E