A ausência do mal na política

Mais uma vez o programa chamado “Fala Malafaia” está levando pessoas para o abismo do erro e escolheu o tema errado. Segundo o tal  pastor, o mal não reina sobre a política e só existem divergências ideológicas. Mais do que nunca é hora de desligar a TV ou mudar de canal  ao meio dia no domingo e fazer algo mais útil.

A ausência do mal é uma dos ensinamentos mais conhecidos do Bahaismo, sendo  divulgado amplamente pela comunidade Bahá’i.Segundo os ensinamentos do cristo cósmico Baha’u’llah, o mal não existe, ele é apenas a ausência do bem. É certo que o tal pastor não chegou a dizer que o diabo não existe, mas dizer que ele não atua na política está errado. A Bíblia é clara quando diz que satanás distribui o seu reinado aos homens, seja isso através do socialismo, capitalismo, comunismo, monarquia e outras formas de governo:

“E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.”  (Lucas 4 : 6)

E a meta final é estabelecer o seu reinado como descrito em Apocalipse capítulo 13. A consequencia dessa apostasia será em ver o reinado do Anticristo e do cristo cósmico Baha’u’llah como algo bom.

Conclusão: Como esse pastor se envolvendo em questões políticas , satanás pode ficar tranqüilo no inferno maquinando outros projetos para o Brasil.

Falando em malafaia…segue apenas uma nota sobre o seu desafio:

O vídeo mostrado no dia 16 fala de algumas convicções (creio que são seis) que estão todas erradas, pois é muito normal os aderentes dessa teologia da prosperidade fazerem isso.

No item 5 ele diz “ Toda oferta é uma semente para o seu futuro” e usa um exemplo onde doou R$.8.500,00 reais para o ministério de Murdock e uma senhora surgiu do nada nessa reunião  com um cheque de R$.60.000,00 para ele.

O versículo usado foi Mateus 7:20:

“Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.”  (Mateus 7 : 20)

Entende-se por fruto$ na teologia da prosperidade o acumulo de bens materiais desnecessários e a exibição dos mesmos perante a sociedade (quanto mais dá mais recebe), mas nesse caso o Senhor Jesus está se referindo ao método de reconhecer falsos líderes como descrito no início desse capítulo:

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.”  (Mateus 7 : 15)

Ora, quem está devorando o dinheiro do povo vendendo produtos superfaturados em troca de bençãos? Existem outros erros no vídeo, mas isso gastaria muito tempo em escrever. A lógica é sempre a mesma, ou seja, texto fora do contexto.