O projeto “Limpa Brasil” e a implantação do eco fascismo ambiental

O governo de São Paulo e a região do grande ABC lançaram nesse final de semana (26 e 27 de maio) uma campanha de reciclagem de lixo. As pessoas se inscrevem como voluntárias e saem catando o lixo de seu bairro para entregar nos eco pontos de reciclagem. E claro que devemos cuidar do local onde moramos, mas a meta da agenda global está muito longe de ser um processo de educação.

 Essa  suposta idéia de salvar o ambiente tem origens nos ensinamentos de Baha’u’llah, comunidade Bahá’i e ONU-PNUMA como descrito abaixo em um de seus sites:

“O bem estar da humanidade, sua paz e segurança são inatingíveis, a menos e até que a sua unidade esteja firmemente estabelecida”, escreveu Bahá’u’lláh. “A terra é um só país e a humanidade seus cidadãos”. Os principais temas relacionados com os movimentos ambientais atuais, dependem deste ponto.

O governo mundial espera que com esse tipo de mobilização a pessoa desenvolva amor e lealdade ao governo chegando a sacrificar a sua vida. É isso que se chama de unidade firmemente estabelecida.

Como temos explicado em vários posts, os princípios do cristo cósmico Baha’u’llah são aplicados pelos illuminatis que visam apenas o lucro. Abaixo segue alguns tópicos da eco maldade que a mídia não fala nessa ação global:

1) A mídia usa alguns líderes morais para manipular as massas com os seus propósitos. No vídeo abaixo temos algumas pessoas, entre elas o famoso simpatizante do comunismo Chico Buarque de Holanda (o socialismo no Brasil é tão bom que ele mora em Portugal).

2) O programa “Limpa Brasil” pretende recolher mais de meia tonelada de lixo reciclável. O que não é revelado no site oficial é o nome da empresa que vai lucrar com essa ação global.

3) Os voluntários que gostarem da causa podem se transformar em agente facilitador do bairro, ou seja, um futuro delator do governo mundial que entregará todos aqueles que não estão cooperando com o sistema.

4) Tanto os voluntários como os líderes morais usam uma camisa com as palavras “ Eu sou catador”. Essa frase tem como missão a valorização moral do catador de lixo. É aqui que temos o lado mais sombrio desse eco governo, pois a valorização é apenas moral. A valorização financeira fica com o governo e as grandes empresas que estão surgindo no mercado do meio ambiente. Para os catadores resta apenas algumas moedas. Os que tiverem sorte poderão ganhar um cartão do bolsa família e se tiverem filhos com menos de  6 anos um “vale” do governo de R$70,00. Assim, poderão gerar novos escravos ambientais para o sistema.

5) Os voluntários serão agraciados com um show musical no final desse domingo (26/05/12). Opa! Mas tem um preço…se alguém jogar uma latinha, um papel de bala uma cinza de cigarro no chão agredindo a mamãe terra  e os olhos eletrônicos detectarem o eco show é cancelado.

Diante de tanta ganância e imundice, é inevitável que a ira de DEUS venha sobre os habitantes da terra em um futuro muito próximo, mas o nosso DEUS dará entendimento aos seus servos naqueles dias:

“Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus.”  (Apocalipse 7 : 3)

http://www.bahai.org.br/virtual/EmaNatu.htm

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/05/campanha-incentiva-populacao-recolher-material-reciclavel-das-ruas.html

http://www.limpabrasil.com/site/home/

Anúncios