Cristãos e Budistas unidos em nome da paz universal

O Pontifício Conselho para o Diálogo Interreligioso, em ocasião da Festa budista do Vesakh/Hanamatsuri,  elaborou algumas metas para a implantação da educação compulsória universal, um dos princípios do cristo cósmico Baha’u’llah.
 
Segundo o cardeal Jean-Louis Tauran e o arcebispo Píer Luigi Celata, a meta consiste em ensinar a diversidade religiosa para os jovens:
 
“…2. Hoje, cada vez mais, nas aulas do mundo inteiro, estudantes pertencentes a várias religiões e crenças sentam-se lado a lado, aprendendo uns com os outros e uns dos outros…”
 
Uma das principais metas do bahaismo para o cristianismo (católico ou protestante) consiste em fazer uma ligação entre os sete reis da revelação progressiva (Apocalipse 17:10)  em nome da paz universal do oitavo rei (Baha’u’llah).
 
O bem comum, nesse caso a paz esotérica, é muito diferente da paz no
cristianismo, pois a consciência não acusa diante de  erros cometidos.

 

 
http://www.zenit.org/article-30045?l=portuguese
Anúncios