Conselho de psicologia inicia um processo de cassação de Marisa Lobo perseguição religiosa

“Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;”  (Mateus 5 : 10)

Conselho de psicologia da um prazo de 15 dias para que Marisa Lobo tire das redes sociais toda mídia que a vincule a sua fé Cristã estando ameaçada de cassação..

No último dia 09 de fevereiro às 11 horas da manhã a psicóloga Marisa Lobo, recebeu uma convocação para se apresentar ao conselho regional de psicologia, motivo seriam várias denúncias recebidas pelas redes sociais sobre seu exercício profissional.

Ao chegar ao conselho, Marisa Lobo, tirou uma foto lendo a bíblia, dizendo estar lendo seu manual de ética enquanto aguardava. (foto postada nas redes sociais, que já virou motivo de perseguição).

Ao entrar no conselho foi recebida por duas fiscais, que a colocaram a par das denúncias, todas feitas por ativistas gays, usuários de maconhas e ateu, que estavam se sentindo incomodados com a postura da mesma em se declarar psicóloga e cristã, por assumir em suas redes sociais que é Cristã, e pelos seus questionamentos de conteúdo do kit gay.

As fiscais leram todo código de ética, reforçando que ela é muito conhecida e que sua posição fere o conselho de psicologia e estão induzindo pessoas a posições contrárias ao homossexualismo e a convicções religiosas.

Relata Marisa Lobo

“Sobre a mesa colocaram Xerox de recados de twitter, o que me deixou indignada, como poderia estar sendo chamada para discutir ética, por denúncias de ateus, militantes gays, canabistas sem base legal alguma e que claramente me perseguem pelas minhas posições de direito de professar minha fé. Me senti perseguida, ouvi coisas absurdas, uma pressão psicológica que se eu não tivesse sanidade mental, teria me acovardado e desistido de minha fé.”

“Tentaram o tempo todo me vincular a homofobia, deixei claro que processaria todos eles, pois não sou homofóbica, nunca agredi ninguém apenas tinho minhas opiniões, que foram claramente negadas a mim pelas fiscais, me senti tolhida em meu direito de liberdade de expressão.”

Frase que foram ditas pelas fiscais que me indignaram

* “Você não tem o direito, não pode se dizer Cristã e psicóloga ao mesmo tempo é ferir o código de ética.”

* “Você não pode dizer que Jesus cura, sendo psicóloga,”

* “Você não pode se dizer psicóloga e cristã, guarde sua fé pra você, não tem direito de externar para mídia.”

* “Você não pode dar declarações que induza pessoas a acreditar que seu Deus cura, como faz em seus sites e blogs.”

* “você não tem direito de dizer em público que ama gay, mas quer ter um filho hetero.”

(Continue lendo…)

Comentário:  O conselho de psicologia odeia Jesus, mas ama o cristo cósmico Baha’u’llah, a sua diversidade e ouve atentamente os seus ensinamentos descrito em seu  Kitáb-i-aqdas (a carta magna da nova ordem mundial) :

“K- 162. Se Ele decretar lícito o que desde tempos imemoriais fora proibido (…)  a ninguém é dado o direito de Lhe questionar a autoridade. Quem vacila, por menos de um momento que seja, é considerado transgressor.” (Kitáb-i-aqdas – Baha’u’llah)

Como o leitor já conhece aqui no blog, as leis espirituais de Baha’u’llah viram essa palhaçada criada pelo “conselho de psicologia” que está transformando a loucura em sanidade.

“Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.”  (Romanos 1 : 22)