Fóruns globais repartem a economia verde

Todo mês de janeiro somos presenteados com dois fóruns ridículos que ficam discutindo quem e como vão manipular ou mandar na sociedade. A única diferença desse ano é que o nome recebeu uma nova maquiagem e criou a sociedade ambiental. Vale lembrar que esses  fóruns chatos servem de condicionamento para que socialistas e capitalistas criem leis cruéis no futuro Parlamento Mundial de Baha’u’llah:

1) O fórum econômico de Davos

É aqui que os mega líderes capitalistas se reúnem para traçar suas metas. Esse ano não foi diferente dos outros, pois para eles não importa que economia seja aplicada e sim como serão liberados os empréstimos financeiros para cada país, ou seja, não interessa se é economia verde, socialista ou capitalista. Esse espírito de avareza pode ser visto nessa frase abaixo durante os discursos do fórum:

16h00 “Estou aqui com a minha mala para juntar algum dinheiro”. Foi assim, em jeito de brincadeira, que Christine Lagarde pediu mais fundos para o Fundo que lidera.

Em Davos, Lagarde voltou a revelar o seu atual objetivo: aumentar a capacidade de empréstimos do Fundo Monetário Internacional, de modo a combater o contágio da crise da dívida a grandes economias da Zona Euro.

2)  Fórum social mundial

Já a esquerda mundial fez uma série de palestras tão confusas que muita gente não deve ter entendido quase nada, mas no meio dessa desorganização surgiu um rascunho para a economia verde que será apresentada na RIO +20. Os comunistas pretendem abocanhar o mercado de  eco empregos como: catadores de lixo,  eco zumbis do crack (esses catam latinhas e trocam por pedras)  e a administração de uma espécie de Bolsa Família Global para que eles jamais saiam da casta que estão.  O governador do Rio Grande do Sul,  Tarso Genro,  chama esse delírio de elementos mínimos para buscar a unidade de um novo projeto socialista.

Ouvindo a melodia que o rouxinol místico entoou do mais profundo abismo das trevas unificadoras (a solução espíritual para problemas econômicos)  e de olho na classe “c”, os comunistas perceberam que ela possui muitos evangélicos; por esse motivo, e com a função de socializar o cristianismo, algumas igrejas evangélicas abraçaram a causa política ambiental do fórum:

Resumo da notícia:  Evangélicos participam do Fórum Social Temático – “Organizações e redes evangélicas vão participar do Fórum Social Temático, que começou no dia 24 e vai até o dia 29 de janeiro, em Porto Alegre, RS. O evento, que é a edição preparatória do Fórum Social Mundial (Cúpula dos Povos) que acontecerá paralelamente ao Rio+20 (conferência da ONU para o meio ambiente no Rio de Janeiro em junho), abriu espaço para organizações e movimentos que queiram discutir temas relacionados ao que fazem.

RENAS (Rede Evangélica Nacional de Ação Social), Visão Mundial, Rede FALE, Evangélicos pela Justiça, Asas de Socorro e outros vão dirigir palestras hoje e no sábado. “Justiça Socioambiental e Cristianismo: o lugar da Igreja na luta contra a pobreza e o modelo de desenvolvimento brasileiro” é um tema principal hoje, a partir das 9 horas.

Hoje também, a partir das 13 horas, o tema será “Mudanças Climáticas: como alterar a rota?”. Uma das palestras, sob responsabilidade de Morgana Boostel, da Rede FALE, será o relato da iniciativa em defesa de direitos ambientais em Marabá (PA), registrado no livro Assim na Terra como no Céu, da Editora Ultimato.(…)”

O fórum também não esqueceu do principio de Baha’u’llah referente à educação universal compulsória, onde as crianças passarão a ser propriedade do Estado e educadas de acordo com os princípios da unidade do cristo cósmico (ênfase para a diversidade gay). O programa Escola de Tempo Integral  desenvolvido pela Prefeitura de Mogi das Cruzes  ganhou destaque no evento para a criação do cidadão global:

“…A nossa (civilização) funda-se no ódio (..) As crianças serão tomadas das mães ao nascer, como se tiram os ovos da galinha (…) A procriação será uma formalidade anual como a revelação de um talão de racionamento (..) Não haverá amor, exceto amor ao Grande Irmão…” (George Orwel – 1984)

Que DEUS nos dê  paciência  – e muita paciência mesmo – para  aturar tantas manobras podres que são praticadas na política global.

“Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa.”  (Hebreus 10 : 36)

http://renas.org.br/2012/01/26/evangelicos-participam-do-forum-social-tematico/

http://www.jornaldacidadearuja.com.br/noticias.php?id_noticia=9619&idioma=16

http://www.vermelho.org.br/go/noticia.php?id_secao=1&id_noticia=174158

http://diariodonordeste.globo.com/noticia.asp?codigo=333762&modulo=964

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=534581

Anúncios