• dezembro 2011
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Anúncios

Lisa Simpson revela fase lésbica da sua vida

O episódio de Natal da série de animação “The Simpson” traz uma revelação: Lisa Simpson é lésbica ou, pelo menos, teve uma relação homossexual durante os tempos de universitária. A novidade é dada num episódio que decorre no futuro.

O episódio está pronto e chama-se “Holidays of Future Passed”, tendo estado disponível no Youtube durante algumas horas. Contudo, a produtora – a Twentieth Century Fox Film Corporation – mandou-o retirar invocando direitos de autor.

Por sinal, o episódio de Natal da 29.ª temporada da Fox, que será emitido esta semana nos EUA, é passado no futuro. Lisa encontra-se com Bart 30 anos depois na sua casa da árvore e, ali, recordam como foram crescendo.

Bart está mais gordo, divorciado e tem dois filhos mais estudiosos do que ela, enquanto Lisa teve vários relacionamentos com mulheres durante a vida universitária. Contudo, acabou por se casar com Milhouse e ter uma filha rebelde, ainda que não pareça nada feliz.

Por seu turno, Maggie tornou-se numa artista de rock e tem filhos. Homer e Marge continuam juntos e viajam até Marte.

Não é a primeira vez que se relacionam personagens dos ‘The Simpsons’ com a homossexualidade. No episódio “There’s Something About Marrying”, da 16.ª temporada, a tia Patty anunciou o seu casamento com uma mulher chamada Verónica.

Comentário: Mais uma vez a terrível e assustadora agenda gay entra na etapa e do plano de sete etapas de mudança do comportamento. Nessa etapa os gays estão por toda parte mostrando o lado “bom” desse modo de vida alternativo e contra os princípios cristãos.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Media/Interior.aspx?content_id=2195020

Anúncios

Mitt Romney lidera corrida presidencial republicana nos EUA

O candidato republicano à eleição presidencial dos Estados Unidos, Mitt Romney, que já liderou e foi o mais cotado para representar os republicanos nas eleições presidenciais, está de volta à liderança.

Menos de três semanas antes que a batalha dos republicanos, de estado em estado, comece em Iowa para encontrar o melhor oponente ao presidente Barack Obama, as pesquisas mostram que o apoio ao seu principal rival, Newt Gingrich, já pode estar diminuindo.

Romney também ganhou um apoio importante na sexta-feira, o da governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley.

Com outros candidatos lutando para ficar com uma parte do apoio a Gingrich, Romney foi um exemplo de decoro durante o debate final dos republicanos, na quinta-feira, antes do inicio da escolha de candidato em 3 de janeiro, em Iowa.

XXX

Leia também: Mitt Momney,  o candidato preferido de Baha’u’llah para o imperialismo babilônico americano.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1023022-mitt-romney-lidera-corrida-presidencial-republicana-nos-eua.shtml

O Grande Irmão “zela” por ti – Parte I

Muito mais do que um sistema de monitoração e rastreamento, o livro “1984” de George Orwell ou o” Grande Irmão” revela muitas  outras características da futura vida do  cidadão global, do reinado do cristo cósmico Baha’u’llah e do Anticristo.

 “…A nossa (civilização) funda-se no ódio. Em nosso mundo não haverá outras emoções além do medo, fúria, triunfo e auto-degradação. Destruiremos tudo mais (…) cortaremos os laços entre filho e pai, entre homem e homem e  mulher e mulher (…) no futuro não haverá  esposas e nem amigos. As crianças serão tomadas das mães ao nascer, como se tiram os ovos da galinha (…) A procriação será uma formalidade anual como a revelação de um talão de racionamento (..) Não haverá amor, exceto amor ao Grande Irmão e ao Partido. Não haverá riso, exceto o riso de vitória sobre o inimigo derrotado. Não haverá nem arte, nem literatura, nem ciência. Quando formos onipotentes não teremos mais necessidade de ciência. Não haverá mais distinção entre a beleza e a feiúra. Não haverá curiosidade, nem [1] fruição  do processo da vida. Todos os prazeres concorrentes serão destruídos. Se queres uma imagem do futuro, pensa numa bota pisando no rosto humano – para sempre…” (George Orwel – 1984).

O livro narra a história de Winston Smith, um dos escolhidos da era “vindoura” que trabalha para o partido do governo (INGSOC). Após se comportar de forma suspeita como sentir amor pela personagem Júlia e não sorrir diante da tele-tela entre outros, o partido resolve monitorar e rastrear a sua vida até que seja preso para ser torturado, humilhado e questionado. Devido a tantos castigos, injeções e choques, ele se esvazia de si mesmo e confessa crimes que nunca cometeu por amor ao Grande Irmão, caminhando assim para a morte.

O mundo idealizado por Orwell é controlado por um homem, alias não bem um homem, mas um mito criado pelo partido (INGSOC), de onde emana toda a força de poder chamado Grande Irmão, por um dos membros do partido chamado O’Brien e quatro ministérios que são: O Ministério da Paz, Ministério do Amor, Ministério da Fatura e o Ministério da Verdade.

Toda essa estrutura controla os escolhidos e o povo (chamado de “os proles”). Os “proles”, por já estarem inseridos no sistema, raramente possuem uma tele-tela, aparelho que monitora a vida de cada cidadão do partido. A tele-tela pode ver  o que cada  cidadão faz da sua vida e também transmitir programas do  governo.

O mundo do livro também é dividido em três blocos que são: Oceania (o bloco principal liderado pela Inglaterra), Eurásia e  Lestásia. Para se manter no poder, a Oceania sempre está em conflito com um dos outros dois blocos.

A unificação dos povos acontece através de um idioma universal chamado de novilíngua. Esse idioma reduz as palavras para uma forma mais simples, por exemplo: O Ministério da paz é chamado em novilíngua de Minipaz. Outro objetivo da nova língua é fazer com que as palavras não tenham mais o seu sentido antigo, destruindo dessa forma o pensamento crítico.

Para que ninguém saia da linha, o mundo do Grande Irmão conta com a polícia do pensamento.

Grande Irmão “zela” por ti – Parte II

Resumo: Como cada descrição das personagens e ações do livro se assemelham ao processo de globalização que estamos vivendo.

1) O Grande Irmão

Além de representar a ditadura digital, o Grande Irmão é uma força espiritual usada para um determinado objetivo do partido. Durante a tortura da personagem Smith, ele é apresentado como algo que não possui um corpo físico. Abaixo temos um diálogo retirado do livro, onde Smith está sendo torturado por O’Brien:

Smith: “Creio que existo (…) tenho braços e pernas (…) Nesse sentido, existe o Grande Irmão?”

O’Brien : “Não tem importância. Existe.”

Na vida real, esse é o perfil do cristo cósmico Baha’u’llah (Ap 17:8)  e sua nova ordem mundial. Os seus princípios são usados pelo imperialismo babilônico americano e o socialismo como forma de lucro.

O Grande irmão é descrito com um grande bigode no livro. Quando lembramos de um ditador com bigode vem em nossa mente Hitler , mas ele usava um “bigodinho” bem ridículo. Isso indica que o regime de governo do Grande Irmão é uma fusão de todos os anteriores, pois agora o bigode está completo. A imagem dele espalhada por todos os lugares para ser adorado se assemelha à futura imagem do cristo cósmico.

2) O’Brien

Usa o poder do Grande Irmão para que o partido sempre esteja ditando as regras, deixando a população com medo, pânico e sendo humilhada.

Ele representa o anticristo canalizando as forças do cristo cósmico para estabelecer uma falsa paz mundial. Ao mesmo tempo em que tortura Smith, se apresenta ao mesmo como um protetor e salvador de sua alma. Porém, O’Brien usa o poder do Grande Irmão convertendo-o em um sistema de ditadura e vigilância completa do cidadão global. Por uma estranha coincidência ele é inglês, tal como os candidatos ao cargo de executivo mundial de Baha’u’llah.

3) Ministério da Paz

A sua função é deixar o mundo em uma guerra ou rumores constantemente, por isso a Oceania (país principal do livro) sempre está em guerra com os outros dois blocos (Eurásia e Lestásia).

Em nosso mundo o que ocorre até os dias de hoje são guerras e rumores de guerras causados por uma divisão na Maçonaria. Existem maçons que esperam o cristo cósmico (GADU) e outros o executivo mundial.

O outro lado da guerra é bem conhecido, pois é uma forma das super-potências  lucrarem, por exemplo : Os EUA, após devastar o Iraque e tomar o petróleo do país, se retirou estrategicamente para investir no mercado de armas.

Baha’u’llah, em epístola reservada aos governantes americanos, ordena que o imperialismo devaste todos os países pensando exatamente nesse fim, ou seja, a ordem illuminati se apodera dos princípios de Baha’u’llah para ganhar mais dinheiro.

4) Ministério da Verdade

Smith trabalha nesse ministério. Sua função é manipular as notícias, estatísticas e o mundo do entretenimento  (esporte, filmes, músicas eletrônicas)  para que tudo esteja de acordo com as metas do partido.  Ele tem a forma de uma pirâmide, indicando assim a influência do iluminismo (ou Illuminatis) no mundo globalizado.

Esse é um dos princípios de Baha’u’llah, chamado “livre e independente pesquisa da verdade”, que visa implantar o relativismo no mundo, pois cada pessoa interpretará a notícia como quiser.

5) Ministério da Fatura

A sua função é cuidar das atividades econômicas deixando o mundo sempre em crise. Esse é o conceito praticado pela Ordem Illumniati através da criação de créditos que na Ordem de Baha’u’llah é conhecido como paz menor.

6) Ministério do Amor

A sua função é exterminar qualquer pessoa que se opor ao sistema de governo através da tortura. O método preferido é vaporizar as pessoas. Ele também conta com a polícia do pensamento.

7) A polícia do pensamento

Rastrear, investigar e eliminar qualquer pensamento que represente uma verdade absoluta. Esse tipo de censura já está acontecendo na internet, no twitter e em outras mídias sociais, por exemplo: Se uma pessoa for contra a diversidade gay, um dos princípios que tem origem nos ensinamentos de Baha’u’llah, já  será  motivo de perseguição.

8) Duplipensar

O duplipensar garante que o princípio do relativismo seja praticado, por exemplo, um dos lemas do partido é “Guerra é paz” que pode ser invertido para “Paz é Guerra”, ou seja, através da guerra e do lucro que ela trás se transforma na fonte de paz do partido.

O Grande Irmão “zela” por ti – Parte III

Resumo: Como cada descrição das personagens e ações do livro se assemelham ao processo de globalização que estamos vivendo.

8) Novilíngua

A criação de um idioma universal é um dos princípios mais urgentes da Ordem Mundial de Baha’u’llah; por isso, o mundo caminha reduzindo cada vez mais as palavras, como descrito no livro abaixo:

“…A décima primeira edição da novilíngua será definitiva (…) estamos é destruindo as palavras às dezenas e às centenas todos os dias (…)  Se temos a palavra “bom”, para que precisamos de “mau”? “Imbom” faz o mesmo efeito; No fim, todo o conceito de bondade será descrito por seis palavras…”Não vês que todo o objetivo da novilíngua é estreitar a gama do pensamento? No fim, tornaremos a crimédia literalmente impossível, porque não haverá palavras para expressa-las…”

Um exemplo do que o idioma universal está fazendo é impor o fim da identidade de gênero (masculino e feminino). O movimento gay já conseguiu colocar em vários modelos de fichas cadastrais a opção sexual deles (travestis, gays, lésbicas…). Dessa forma, segundo o conceito gay e da globalização, no futuro não teremos homens e mulheres, mas apenas escravos do governo.

9 ) Crimédia

Crime que o cidadão global comete ao pensar e escrever de forma diferente e aprovada pelo governo.

9) A teletela

Um dos objetivos da comunidade Bahá’i que está cada vez mais próximo de se concretizar. É a criação de um aparelho de comunicação unificado (internet + telefonia + celular). Ele será responsável pela educação do cidadão global. O livro de Orwell mostra bem que tipo de educação teremos:

Os dois minutos de ódio. No livro e na vida real, um dos papéis da mídia é fazer com que  as pessoas sintam sempre ódio. Diariamente, somos castigados com o jornalismo sensacionalista de emissoras como a TV Bandeirantes e a TV Record, que fazem questão de mostrar crimes violentos e muito sangue no asfalto.

Outra forma de estimular o ódio é através do futebol. Quantas torcidas rivais adoram soltar fogos como sinal de ódio quando um time opositor perde a partida e os torcedores ficam tristes? Todo esse ódio está criando a sociedade de assassinos, ou seja, os delatores da Nova Ordem Mundial de Baha’u’llah.

Outro atrativo da tele-tela é apresentar estatísticas falsas para o cidadão global (Ministério da Fartura). Hoje, podemos pegar vários casos como exemplo. A mídia globalista adora dizer que a classe C está cada vez melhor e não pára de ganhar dinheiro.

A tele-tela  também sabe onde cada pessoa está. O computador já tem essa função devido ao endereço IP de cada máquina. Também temos os novos celulares que já vem com rastreador completamente grátis.

10) O INGSOC

Dentre os significados do sufixo “ing”, em inglês o mais interessante é o que usa palavras como verbos em particípio, dando a idéia de que o governo mundial é algo sempre presente. Já a sigla SOC, nos lembra o socialismo, a última forma de governo indicada por Baha’u’llah em sua Nova Ordem Mundial..

 11) Os proles

A principal função dos proles é movimentar a economia solidária criada pelo governo para os menos favorecidos.

Existem muitas outras particularidades contidas no livro como: A indução para o movimento feminista que aparece na amante de Smith (Júlia), a alimentação universal que é uma comida péssima, o controle do governo sobre a energia elétrica e também dos monopólios dos produtos vitória. Mas essa análise divida em três partes teve como função mostrar a semelhança do livro com o governo de Baha’u’llah, o reinado do Anticristo, os Illuminatis e uma visão bíblica sobre o assunto.

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”  (João 16 : 33)