Uma análise da música Cloud Number nine – Parte I

“Cloud Number Nine” é uma canção  escrita por Bryan Adams, Max Martin e Gretchen Peters que faz parte do álbum On a Day Like Today Ao contrário da música –Revolution 9 – dos Beatles que fala sobre a ordem através do caos,  essa canção  fala sobre o reinado do cristo cósmico nas regiões celestiais do mal (Efésios 6 : 12), local onde ele permanecerá  após a sua manifestação espiritual  (Apocalipse 17 : 8),  influenciando nas decisões da  humanidade como descrito no livro abaixo de sua autoria:

22 “… Quiçá possam se levantar, diante dos habitantes da terra e do céu, para exaltar e magnificar este Jovem que Se estabeleceu, no âmago do Paraíso, sobre o trono de Seu nome, o Auxiliador Todo-Suficiente – Aquele sobre cujo semblante brilha o esplendor do Todo-Misericordioso, de cujo olhar surgem os fulgores do Todo-Glorioso..” ( O chamado do Senhor das hostes)

Agora veremos os príncipais condicionamentos para que as pessoas aceitem a nova ordem mundial nesse vídeo clip ( o vídeo sobre abre no yotube) :

Distorção da palavra de DEUS

O cenário do vídeo se passa em outra dimensão, uma espécie de mundo das nuvens. Segundo a epístola de Baha’u’llah descrita abaixo, ele distorce o versículo de Apocalipse 1:7 (que fala sobre a volta  do verdadeiro Cristo ) para convencer os cristãos (especialmente o Papa)  de que ele é Jesus, ou seja, ao acontecer a manifestação,  as pessoas que ouviram essa música vão associar Ap 1:7 com a palavra nuvens, especialmente aqueles que ouvirão o discurso do Papa que Baha’u’llah ordenou que ele faça.:

1. Ó PAPA! Rasgue o véu em pedaços! Aquele que é o Senhor dos Senhores, o Rei dos Reis, veio escondido sobre as nuvens (Ap 1:7) (..)  proclamar Bahá’u’lláh, o esplendor da Autoridade do teu Senhor (Epístola do Papa- Baha’u’llah)

Adoração ao número do cristo cósmico sobre as núvens

Logo no início do vídeo aparece o número 9 sobreposto na camisa do vocalista. Esse número foi consagrado pelo arauto da fé Bahá’i, o Báb, como o número do prometido. E ele serve como uma forma de adoração que é feita através dos portais que existem nas regiões celestiais do mal (Efésios 6 : 12); e  também é o número do cristo cósmico descrito em Ap 13:18, onde na númerologia cablística é (6+6+6=18) e (1+8=9).

Condicionamento para aceitação ao batismo com o falso espírito santo

Aproximadamente aos 00:11 do vídeo o vocalista abre uma geladeira e pega uma garrafa de leite. Isso representa o alimento  espiritual  ou o êxtase  esperado pelos  os aderentes da nova era   (bahaismo, maçonaria, budismo e etc.) e outros  como os católicos e protestantes que serão enganados.

Aos 1:07  temos o vôo do pombo místico, outra representação do falso espírito santo. Baha’u’llah usa esse símbolo em várias epístolas como a descrita abaixo:

“..inclinaste teu ouvido para o arrulhar do Pombo da Revelação divina e ouviste o Rouxinol da fidelidade emitir suas notas sobre o Ramo da Glória: Verdadeiramente, nenhum outro (..) há, senão Eu, o Incomparável, O de tudo Informado…” (EXCERTOS DE OUTRAS EPÍSTOLAS  de Baha’u’llah)

Aos 2:00 o vocalista fica em posição de meditação Sukhasana, muito utilizada na prática de yoga. Essa posição é ideal para a ativação dos sete chakras em busca do lótus de 1.000 pétalas (foto)   e o fogo serpentino de Kundalini.

Culto ao oitavo rei  e ao deus estrela renfã

O culto ao oitavo rei (Apocalipse 17 : 11) aparece de várias formas nesse vídeo. Uma das mais usadas são as estrelas de oito pontas, variações  do deus estrela Renfã (Atos 7 : 43). Apesar do cenário do clip passar nas regiões celestiais do mal (Efésios 6:12) , a estrela surge como se estivesse vindo de buracos negros de outras dimenções (isso é chamado de potestades criadas por satanás). Essas variações de formas são conhecidas no hinduismo como mandalas. A mandala é uma representação geométrica da dinâmica relação entre o homem e o cosmo.

Aos 2:00 o vocalista fica em posição de meditação Sukhasana, muito utilizada na prática de yoga. Essa posição é ideal para a ativação dos sete chakras em busca do lótus divino que é a adoração ao cristo cósmico.

Culto a Rainha dos Céus  (deusa mãe e deus filho)

Ao chegar nas regiões celestiais do mal, o vocalista se depara com uma donzela vestida de branco que paira sobre o ar (1:47 do vídeo) é ela que abre os portais como descrito nessa parte da canção:

“Primeira dica foi quando você bateu na minha porta//clue number one was when you knocked on my door”

“Segunda dica foi o jeito que você estava vestida//clue number two was the look that you wore”

Foi a Rainha dos céus que deu poder a Baha’u’llah e agora surgirá novamente através da nona aparição Mariana para anunciar o seu reinado.

Outra forma de culturar a Rainha dos Céus (Jeremias 7 : 18) e através da dinvidade filho e mãe. Ela pode ser vista na capa do DVD  (foto ao lado). O elefante que aparece nela é um culto ao deus Ganesh. Segundo a mitologia indiana, ele é filho do deus  Shiva e da deusa  Parvati. Esse conceito de deusa mãe e deus filho também é praticado no catolicismo na forma de Maria e o menino Jesus, mas a verdade bíblica é que isso representa um culto a Rainha dos céus e ao crísto cósmico .

Condicionamento para aceitar a parceria entre a ciência e a religião

Isso pode ser visto aos 3:00 do vídeo quando aparece um rato branco em uma roda. Ele representa a necessidade dessa parceria entre a ciência e religião, sendo essa de total importância para a comprovação dos sinais de Baha’u’llah e de seu sinal unificador, a estrela de nove pontas  (Apocalipse 13 : 15).

Culto aos avatares

O vídeo faz referência a quatro avatares da revelação progressiva que são os sete chifres da Besta (Apocalipse 17 : 10). Que são Krishna (o culto a Ganesha),  algo parecido com o Buda (aparece na cena do bule) , Baha’u’llah (com o número 9)  e Jesus (o falso paraiso nas nuves). Nesse caso, o verdadeiro Cristo teve o seu nome blasfemado e sua palavra distorcida por Baha’u’llah. Os avatares (os chifres da besta)  que não foram utilizados são: Moisés, Maomé e o Báb).

A inverção do número 666 em 999


Aos 3:41 aparece o número 2-2-2 que somado através dos cálculos da  cabala é igual a 6. Ele mostra o duplo sentido do 666 e 999 revelados na tábua da esmeralda por   Hermes Trismegisto (tenha cuidado ao entrar em sites esotéricos se você não estiver firme na fé) que diz:

“Quod est inferius est sicut quod est superius, et quod est superius est sicut quod est inferius, ad perpetranda miracula rei unius”

“O que está embaixo (999) é como o que está em cima (666)  e o que está em cima (666) é como o que está embaixo (999), para realizar os milagres de uma única coisa..”

E assim,  satanás se veste de branco e mais uma vez se transfigura em anjo de luz mostrando o seu plano sórdido de governo através de uma música alva e suave:

“E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.”  (II Coríntios 11 : 14)

E mais uma um cantor se curva  as leis do Kitáb -i-aqdas de Baha’u’llah que diz:

K-29. “Dize: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso.”

Por : Apocalipsetotal/@ngel…

Referências:

http://www.yogalotus.com.br/ganesha.htm

http://www.triada.com.br/espiritualidade/fe_oriental/aq173-201-314-1-ganesha-o-deus-com-cabeca-de-elefante.html

Anúncios