• dezembro 2010
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Anúncios

2011, o ano em que poderemos dar adeus à liberdade na internet

Cada vez mais governos e instituições parecem controlar o uso da web, caso de países como China e Estados Unidos.

Este artigo de final de ano é, acima de tudo, um modesto olhar sobre o que vejo e imagino para o futuro. Afinal, estamos prestes a começar 2011, e ao que tudo indica, será um ano decisivo para a Internet e para todo o seu grande potencial livre.

Ao longo de sua história, a Internet tem sido essencialmente livre de regulamentação governamental. Embora existam exceções – alguns países estão trabalhando bastante para controlar o conteúdo online.

Mas, sem dúvida, tem sido profundo o impacto da Internet sobre a indústria da música e do cinema, jornais, entretenimento, privacidade, transparência de governo (voluntária ou não) e educação.

Claro, existem muitas pessoas que não estão felizes com estas mudanças, muitas vezes, impostas pela web. Por alguns anos, a indústria dos direitos autorais protestou bastante contra a Internet.  Ainda que alguns indivíduos tenham realmente tido dores de cabeça, nada realmente mudou para a maioria, pelo menos até o momento.

Entrentato, os esforços para controlar a rede de outras maneiras estão começando a crescer.

Governos x Internet

Um exemplo recente foi o evento ITU Plenipotentiary Conference, em Guadalajara, no México, onde ocorreu uma grande discussão sobre a possibilidade de extender à Internet o regime regulatório dos sistemas mundiais de telefonia. Mas, no final, o encontro terminou sem a conclusão de um regulamento global.

Uma outra tentativa surgiu com a Comissão para Ciência e Tecnologia das Nações Unidas, que votou no sentido de estabelecer um comando único, nas mãos do Fórum para Governança da Internet – um grupo responsável por discutir questões na web relacionadas, principalmente, a direito de imagens.

Agora, um grupo, constituído por países integrantes da ONU, investigará como ajustar a IGF para este comando. Sinceramente, não é preciso muita imaginação para prever o provável resultado.

Afinal, os governos, em geral não gostam muito da internet ou pelo menos de atividades online que eles não controlam. Alguns, como a chinês, por exemplo, estabeleceram inúmeras restrições aos websites de seus próprios países. Um caso recente é a Venezuela.

Uma possível reestruturação da Internet permitiria a cada país gerenciar o conteúdo de tal forma que se tornaria difícil descobrir o que está acontecendo ao redor do mundo.

Mas não temos de esperar a ONU para refletirmos sobre o futuro. Recentemente, o governo dos EUA tirou do ar uma série de domínios, sem qualquer notificação oficial aos proprietários.

Caso semelhante pode ter ocorrido caso o governo dos EUA tenha realmente pressionado o PayPal e a Amazon para interromper seus serviços ao WikiLeaks, novamente, sem a utilização de nenhum meio legal.

Você não tem de ser um fã do WikiLeaks para entender que deixar o governo dos EUA decidir sozinho, sem nenhum processo jurídico como o definido pela Constituição, não é um caminho para a liberdade. Além disso, a FCC votará um novo marco regulatório para a internet no dia 21 de dezembro – e o conteúdo está sendo mantido longe dos holofotes.

Posso estar sendo um pouco alarmista, mas os sinais indicam que a Internet do futuro não será igual àquela que um dia conhecemos, a não ser no nome. Feliz Ano Novo.

(Scott Bradner)

http://idgnow.uol.com.br/internet/2010/12/14/artigo-2011-o-ano-em-que-poderemos-dar-adeus-a-liberdade-na-internet/

Anúncios

Faculdade de umbanda diploma teólogos para a nova ordem mundial

Resumo da notícia: “ A Faculdade de Teologia Umbandista, primeira credenciada pelo MEC, divulgou nesta semana a diplomação de 21 teólogos, os primeiros graduados em terceiro grau, fazendo parte de um marco histórico na isonomia do país….”(advivo)

Comentário: O papel da umbanda  na Nova Ordem Mundial abrange os principais tópicos relacionados abaixo:

1) A África é a guardiã da Arca que será utilizada para  retirar Baha’u’llah do Abismo;

2)  A cidade se Salvador, por ser o maior centro esotérico afro  do Brasil, tem a função de propagar o sinal  para todo o país; muitos não sabem, mas a cidade de Salvador  recebeu esse nome não em homenagem a Jesus, mas a Baha’u’llah, pois os Templários queriam  homenagear o prometido desde a sua fundação.

3) A Faculdade de Umbanda começa a colocar em prática os princípios Sociais, políticos e econômicos de Baha’u’llah que foram transformados aqui no Brasil no Plano Nacional de Educação do PT ; nesse caso,  está sendo colocado em prática o CAPÍTULO II – DA DIVERSIDADE – ESTRATÉGIAS E AÇÕES -2.1.5.

Mas o Teólogo Umbandista  vai mais ainda além. O objetivo do curso é unificar as pessoas através dos seguintes itens:

– Criar pesquisadores envolvidos com os princípios da paz mundial da ONU;

– Aplicar a dialética na vida diária;

– Criar agentes facilitadores da nova ordem mundial em nome do bem comum.

O Símbolo da faculdade  mostra o tão quanto estão envolvidos com a ordem mundial de Baha’u’llah. Ao lado temos uma estrela de 12 pontas, representando as 12 casas dos zodíacos da Umbanda astrológica,  e uma estrela de sete pontas.

Somando os números de pontas temos: 12+7 =19 que é um número sagrado no bahaismo utilizado em seu calendário, um dos fortes concorrentes ao calendário maia  na implantação da mudança dos tempos. Já o sete, representa os sete reis da revelação progressiva Bahá’i (que são os sete chifres da besta).

Todo esse sistema de teologia não é muito diferente da falsa teologia cristã que também está sendo enganada através de cursos de lideranças como o de Mylles Munroe com  o mesmo objetivo; ou seja,  instalar o reino de “deus” na terra.

E assim, através desse sistema de educação compulsória universal, as mais diversas religiões se curvam as leis do Kitáb de Baha’u’llah (símbolo do Apocalipse 5) , por não saberem que foi ele que manipulou todo o cenário espiritual da nova ordem mundial, nesse caso a seguinte lei foi aplicada:

K -75 “Convivei, pois, com os seguidores de todas as religiões, e proclamai a Causa de vosso Senhor, o Mais Compassivo. É esse o próprio diadema de todos os atos, se sois dos que compreendem….”(Kitáb-i-aqdas- Baha’u’llah)

Os planos da Umbanda para cumprir o mandamento descrito acima estão ficando cada vez mais organizados e no ano que vem (2011) já corremos o risco de conseguirem espaço na televisão (isso se o verdadeiro DEUS e o Senhor JESUS permitirem para que se cumpram as profecias sobre a Apostasia).