Celulares poderão ter nove dígitos em todo país em 2015

Os celulares poderão ter nove dígitos em todo o Brasil em 2015. A proposta consta de consulta pública aberta nesta terça-feira pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O objetivo da medida é oferecer uma maior quantidade de combinações possíveis, uma vez que, com o crescimento do mercado, as combinações atuais estão acabando.

O problema é mais grave na cidade de São Paulo, onde até o final do ano não deverá haver mais combinações disponíveis para novos usuários de celular. Na semana passada, a Anatel já tinha informado que estudava adicionar dois dígitos aos números de telefones celulares da cidade de São Paulo e de sua região metropolitana.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u737035.shtml

Anúncios

Celular, seu próximo cartão de crédito

O que você acha de trocar o seu cartão de crédito ou débito por um celular capaz de realizar transações financeiras? A tecnologia para isso já existe no Brasil e está a caminho da popularização. Trazido por operadoras de cartões como Visa e Mastercad, o padrão Near Field Communication (NFC) é capaz de habilitar a função de pagamento nos telefones móveis, criando mais uma opção para os consumidores.

O serviço da Visa já está disponível no país desde 2009 em parceria com a Nokia (exclusivamente por meio do celular Nokia 6212 NFC), Bradesco, Banco do Brasil, Claro e Cielo. A versão para aparelhos com cartão microSD, responsável por aumentar a capacidade de armazenamento dos telefones, deve chegar ao mercado entre 2011 e 2012. Já o produto da Mastercad ainda não tem data específica de lançamento no país, mas a companhia já anunciou parcerias com a rede Itaú Unibanco, Redecard e a operadora Vivo.

A utilização do recurso é simples: basta aproximar o aparelho de uma base receptora no local em que se efetua a despesa. Um chip no celular transmite os dados do usuário, que são enviados juntamente com o valor da compra à central de processamento da instituição bancária. Ali, a transação é concluída, e o resultado é enviado ao cliente, que recebe o comprovante. Por seguir os mesmos conceitos dos cartões de crédito e débito com chip, a tecnologia NFC praticamente dispensa a participação das operadoras de telefonia.

Para funcionar, a tecnologia NFC depende de um chip especial. Ele pode vir integrado aos celulares, em cartões SIM, utilizados pelas operadoras de telefonia, ou em cartões microSD. No caso do iPhone, da Apple, o consumidor pode utilizar um adesivo especial colado na parte de trás do aparelho. Uma vez instalado, o chip deve ser vinculado à conta bancária do usuário para que os descontos possam ser efetuados a cada pagamento.

No Japão, os consumidores já usam seus celulares para fazer compras em máquinas de auto-atendimento, que fornecem produtos como refrigerantes e alimentos. Se obtiver sucesso por aqui, o padrão poderá avançar para diversas áreas, como lojas e até pedágio.

Percival Jatobá, presidente-executivo de produtos da Visa do Brasil, lembra que o serviço de proximidade não oferece riscos de cobrança indevida caso o usuário apenas passe por um caixa com um receptor habilitado. “Essa é uma das maiores dúvidas dos usuários. Para que a cobrança seja feita, o telefone deve estar de fato muito próximo do aparelho. Se ele estiver dentro do bolso da calça ou da camisa, não há chances de detecção”, explica.

Além do NFC, as empresas de crédito também apostam em outro modelo, conhecido como “remoto”. Ele funciona como uma operação de compras em lojas na internet. Para gerar a despesa, é preciso usar um aplicativo ou acessar site específico, via celular. Nesse caso, as operadoras de telefonia entram como parceiras para habilitar o contato entre a central bancária e o cliente.

“Essa modalidade oferece também o serviço de recarga para celulares pré-pagos”, explica Ricardo Pareja, diretor de pagamentos móveis da Mastercard. “O usuário não precisará mais passar no caixa de um mercado, por exemplo, para abastecer seu cartão com minutos: poderá fazê-lo de casa”.

Basicamente, o usuário acessa uma espécie de portal de pagamento dentro do aparelho. Com a devida autenticação, pode efetuar as transações a partir de qualquer lugar. “Você poderia pedir uma pizza e pagar antes mesmo de o entregador chegar”, afirma Pareja.

http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/celular-seu-proximo-cartao-de-credito

Edir Macedo prega o ABORTO como forma de Planejamento Familiar

Por muito tempo  algumas pessoas pensaram que era um boato o apoio do monstro Edir Macedo  ao aborto, mas o vídeo  abaixo não deixa dúvidas:

Segundo a palavra de DEUS não se deve julgar esse infeliz, mas podemos  mostrar como ele está totalmente errado e  inserido na nova ordem mundial ao apoiar o aborto.

Nesse vídeo ele usa de forma totalmente errada o versículo abaixo:

Se o homem gerar cem filhos, e viver muitos anos, e os dias dos seus anos forem muitos, e se a sua alma não se fartar do bem, e além disso não tiver sepultura, digo que um aborto é melhor do que ele. (Eclesiastes 6 : 3)

Usar  versículos fora do contexto é uma prática comum da IURD; afinal, essa é a fonte de riqueza da mesma. Se bem que essa prática foi introduzida no cristianismo através do Báb (arauto da fé Bahá’i) no século 19.

O capítulo seis de Eclesiastes fala exatamente de pessoas que conquistaram riquezas e se tornaram enfermas como ele.No contexto geral, o capitulo diz que seria melhor que esses avarentos nunca  tivessem nascido:

Um homem a quem Deus deu riquezas, bens e honra, e nada lhe falta de tudo quanto a sua alma deseja, e Deus não lhe dá poder para daí comer, antes o estranho lho come; também isto é vaidade e má enfermidade. (Eclesiastes 6:1)

Como pode ser visto, não existe nenhuma referência que apóie a prática do aborto, mais adiante,  Eclesiastes completa o raciocino sobre a ganância da avareza que nunca se farta:

Todo o trabalho do homem é para a sua boca, e contudo nunca se satisfaz o seu espírito. (Eclesiastes 6:7)

Ele também fala sobre os  mendigos que, segundo ele, não podem participar da vida social por não serem prósperos. Isso é ridículo, pois um mendigo tem muito mais chance de ir para o céu do que um certo falso bispo:

E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. (Lucas 16 : 22)

Mas pelo menos agora conhecemos melhor os deuses dessa seita que são:

1) Mamom (Mateus 6:24)  o deus das riquezas

2) Moloque (Levítico 18:21) que se agrada de sacrifícios de crianças e quanto mais nova melhor. Por isso, cada vez que se pratica o aborto estão oferecendo sacrifícios a Moloque

3) O deus estrela Renfã  (Atos 7:43) que se farta do sangue precioso de um inocente em formação.

4) Baha’u’llah

O aborto surgiu com a criação do principio de Baha’u’llah sobre a igualdade entre homens e  mulheres. A sua legislação falha permitiu que ativistas feministas pró-aborto (ligadas ao movimento esquerdista como o do PT que ele tanto apóia)  se organizassem é fossem “lutar” na ONU por esse “direito”. Vale lembrar que o aborto também faz parte do reino de “deus” ou de Baha’u’llah e seu executivo mundial (vulgo anticristo)  na terra que ele tanto aguarda.

Além de tudo isso, esse monstro (infelizmente não tem outra palavra para definir esse homem) deviria saber que o aborto traz conseqüências gravíssimas se a mulher tiver sensibilidade espiritual.

Muitas ficam com um sentimento de culpa pela morte do bebê e sonhos terríveis. Não são poucas as que procuram ajuda após realizarem essa prática. Geralmente elas tentam o consolo no espiritismo, pois essa doutrina  tenta aliviar a dor através do ciclo de reencarnação. O que é totalmente anti Bíblico:

E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, (Hebreus 9 : 27)