Os princípios sociais da Nova Ordem Mundial – Parte 8

A onu, através de suas inúmeras agências, tem aplicado 12 princípios sociais revelados por Baha’u’llah em escala mundial para unificar a humanidade. Para que todos se curvem a essa estratégia de unificação as áreas: Social, Política, economia e religiosa (principalmente cristãos desatentos) tem obedecido esses ensinamentos durante séculos.Conheça quais são e como acompanhar a evolução de cada um através das notícias do dia a dia.

8) Um idioma mundial auxiliar

Em desobediência à  palavra de DEUS, a Ordem Mundial de Baha’u’llah está reconstruindo a torre de babel, pois no livro de gênesis relata a existência de uma única língua para a humanidade; e esse sistema criado pelos homens foi destruído por DEUS :

E o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer.”  (Gênesis 11 : 6)

A ordem da reconstrução encontra-se nas leis do Kitáb-i-aqdas (Ap 10:2)  descrita abaixo:

K-189. “Ó vós parlamentares no mundo todo! Escolhei um único idioma a ser usado por todos na terra, e adotai igualmente uma escrita comum. Deus, verdadeiramente, vos esclarece o que vos beneficiará e vos capacitará a serdes independentes de outrem. Ele, deveras, é o Mais Generoso, o Onissapiente, O de tudo informado. Isto será causa de unidade, se o pudésseis compreender…”

Enquanto o parlamento mundial e os acadêmicos em letras não participam das suas deliberações, temos algumas alternativas para a busca do idioma universal:

1) O Esperanto

Seu iniciador, Ludwik Lejzer Zamenhof, publicou a versão inicial do idioma em 1887, com a intenção de criar uma língua de muito fácil aprendizagem, que servisse como língua franca internacional, para toda a população mundial (e não, como muitos supõem, para substituir todas as línguas existentes).

2) O internetês

Internetês é um neologismo (de: Internet  + sufixo ês) que designa a linguagem utilizada no meio virtual, em que as palavras foram abreviadas até o ponto de se transformarem em uma única expressão.

O internetês exige rapidez no diálogo, com o objetivo de ganhar tempo sem perder as informações, mesmo que isso represente algum tipo de infração das normas gramaticais.

Mas o preço para a implantação do idioma universal é a morte de todos os cristãos deixados para trás no futuro:

“E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.”  (Apocalipse 13 : 7)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Internet%C3%AAs

http://www.aleph.com.br/kce/artigo08.htm

http://esperanto.org.br/p/

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: