Os princípios sociais da Nova Ordem Mundial – Parte 1

A onu, através de suas inúmeras agências, tem aplicado 12 princípios sociais revelados por Baha’u’llah em escala mundial para unificar a humanidade. Para que todos se curvem a essa estratégia de unificação as áreas: Sociais, Política, economia e religiosa (principalmente os  cristãos desatentos) tem obedecido a esses ensinamentos durante séculos.Conheça agora quais são e como acompanhar a evolução de cada um através das notícias do dia a dia.

1) Eliminação de todos os tipos de preconceitos

O órgão responsável pela aplicação desse princípio é o Conselho de Direitos Humanos. Ele é composto por 47 Estados  e ONGS com status de observadoras da ONU.  Por ser uma área chave na nova ordem mundial, o Reino Unido é o principal doador para os programas. Entre 2007-2008, a doação para a promoção dos direitos humanos foi de aproximadamente  R$ 540 milhões, distribuídas entre as  mais diversas agências da ONU. Essa contribuição não acontece por acaso, espera-se que do Reino Unido seja indicado o Executivo Mundial de Baha’u’llah .

Para que a sociedade seja manipulada são apresentados dois ou mais pontos de vista diferentes sobre os direitos humanos. O primeiro de uma forma justa como o racismo ou preconceito aos negros e o segundo atende apenas aos privilégios de uma minoria social específica.

A aceitação dessas ONGS não obedecem a palavra de DEUS, mas as leis do Kitáb-i-aqdas (Apocalipse 10:2) que apresenta um ponto de vista parcial e relativo….

K162. “Se Ele decretar lícito o que desde tempos imemoriais fora proibido, e se proibir o que sempre se considerara legítimo, a ninguém é dado o direito de Lhe questionar a autoridade.” ( Kitáb-i-aqdas- Baha’u’llah)

…ou seja, algo ilícito pode se tornar lícito e isso depende da época em que a lei está sendo aplicada. Bahá’is tem aplicado esses princípios quando se refere a direitos humanos, pois eles são os principais consultores da ONU através de seus inúmeros sites  ligados ao ECOSOC -Conselho Econômico e Social (clique aqui para visitar o site da comunidade na ONU). Aqui no Brasil,a mobilização é feita através do site DHNET.

A eliminação de todos os tipos de preconceitos permite que inúmeras organizações  sociais “lutem” pelos seus direitos perante a ONU. Muitas vezes eles não são aprovados pelos ensinamentos de DEUS como é o caso do movimento gay. São inúmera ONGS que recebem o status de observadores da ONU como: o movimento gay,  usuários de maconha e só DEUS sabe onde pode parar essa lista.

Por exemplo: abaixo temos a noticia de uma ONG gay recebendo o seu status de observadora:

Resumo da notícia: ONU concede status consultivo a grupo que defende direitos gays

A ONU concedeu nesta segunda-feira status consultivo ao Conselho Econômico e Social à Comissão Internacional dos Direitos Humanos de Gays e Lésbicas, apesar da resistência de Egito, China, Rússia e de outros países (…) O embaixador-adjunto do Reino Unido, Philip Parham, disse ao Ecosoc que a presença da Comissão Internacional dos Direitos Humanos de Gays e Lésbicas “agregará uma voz importante para as nossas discussões na ONU.” (Folha de São Paulo)

Observe que o representante do Reino Unido é que dá as boas vindas ao grupo. Isso acontece  porque o movimento gay será o  principal  agentes facilitador durante o reinado do executivo mundial (vulgo anticristo). O movimento possui as seguintes metas como prioridade:

1) Forçar para que os cristãos se organizem para lutar pelo direito das igrejas através do consenso.Mas eles devem participar das deliberações por amor a Baha’u’llah.

2) Implantar a terrível agenda gay (ver o plano de sete etapas) que resultará na perseguição de muitos cristãos deixados para trás.

3) Usar a mídia como forte aliada na promoção dos eventos. É por isso que a cada dia o governo brasileiro permite que mega lideres que se dizem evangélicos adquiram canais de TV.

O falso combate ao racismo

Outra forma de preconceito que seria teoricamente combatida é o racial, mas quando a filosofia criada pelo cristo cósmico Baha’u’llah cai nas mãos dos comunistas brasileiros só aumentará o preconceito, pois essa é a filosofia está sendo importada do comunismo chinês como descrito na noticia abaixo:

Racismo comunista contra crianças mestiças na China – O portal China.org.ch, que publica notícias “segundo o posicionamento do governo” comunista, informou no dia 28 de junho que o Escritório de Administração de Entrada e Saída do país “advertia enfaticamente” os pais de crianças mestiças nascidas na China e com cidadania chinesa que se certificassem de ter seus documentos em ordem antes de chegarem aos aeroportos locais, depois de cerca de 100 famílias terem sido proibidas de levar suas crianças mestiças para fora do país este ano.

 

Referências:

http://www.ohchr.org/EN/Pages/WelcomePage.aspx

http://www.dhnet.org.br/direitos/bibpaz/livros/aqdas.htm

%d blogueiros gostam disto: