• junho 2010
    S T Q Q S S D
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  

Unesp promove direitos dos animais e alerta contra consumo de carne

“Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;”  (I Timóteo 4 : 3)

O Instituto de Biociências (IB) da Unesp Rio Claro realiza, nos dias 16 e 17 de junho, pela quinta vez evento sobre o direito animal. Coordenado pelos professores doutores Luiz Augusto Normanha Lima e Leila Marrach Basto de Albuquerque, a proposta é defender a sustentabilidade do planeta a partir do veganismo.

A abertura do evento acontece na quarta-feira (16), ao meio-dia, com uma intervenção no Restaurante Universitário e na cantina do campus para fazer um alerta sobre os prejuízos do consumo de carne. Haverá distribuição de panfletos e exibição do documentário “A Carne é Fraca”, do Instituto Nina Rosa.

No mesmo dia serão ministradas na parte da tarde as oficinas “Ecofeminismo e como orientar para o atendimento ao animal” e “Métodos substitutivos para as aulas e pesquisas com vivissecção – a Interniche”, que acontecem no anfiteatro do IB.

Ainda na quarta-feira, às 17h30, será oferecida uma degustação vegana – receitas sem ingredientes de origem animal – com música ao vivo. Em seguida acontece a exibição do filme “Não Matarás!”, do Instituto Nina Rosa, e a mesa redonda “Contradições no uso de animais em pesquisas”, com Tamara Bauab Levai, Luis de Andrade Martini e Laerte Levai.

A programação é retomada na quinta-feira (17), às 18h, com mais uma degustação vegana e a mesa redonda “Os discursos abolicionistas e bem-estadistas: discordâncias e incompatibilidades”, com Silas Guerrieiro e Carlos Cipro.

O veganismo é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos, através do boicote a atividades e produtos considerados especistas.

O termo inglês vegan foi criado em 1944, numa reunião organizada por Donald Watson (1910 – 2005) envolvendo seis pessoas (após desfiliarem-se da The Vegetarian Society por diferenças ideológicas), onde ficou decidido criar uma nova sociedade (The Vegan Society) e adotar um novo termo para definir a si próprios. Trata-se de uma corruptela da palavra “vegetarian”.

http://jornalcidade.uol.com.br/rioclaro/dia-a-dia/dia-a-dia/61434-CIDADANIA:-evento-na-Unesp-promove-direitos-dos-animais-e-alerta-contra-consumo-de-c