As várias faces do filme “O livro de ELI”

A palavra Eli em hebraico , significa  “elevadíssimo”. O sacerdote que possuía mais elevação do santuário de silo. Eli é também um anagrama da palavra  Lei, logo seria O livro da Lei(s), vugo Kitáb-i-Aqdas.

Nesse filme Eli (personagem de Denzel  Washington) é o guardião do último exemplar da Bíblia e tem a missão de iniciar uma nova era na terra.

Infelizmente a Bíblia quando mal interpretada torna-se um livro ecumênico, pois maçons, cabalistas,  esotéricos, satanistas, falsos cristãos (protestantes e católicos) e muitos outros ocultistas sempre foram manipulados por esse poder unificador. No vídeo a baixo um maçom fala da importância da Bíblia para unificar todas as religiões (55 segundos do vídeo).

A destruição de todas as Bíblias pode parecer um erro de dramaturgia, mas o filme refere-se a forma  de interpretação dos versículos para que exista apenas uma.

Foi assim que Baha’u’llah proibiu a destruição da Bíblia  em seu Kitáb-i-aqdas no artigo K77 que antes foi ordenada pelo Báb no  Bayán  (livro das leis do arauto da fé Bahá’i)…

K- 77 – “Deus vos desobrigou da ordem de destruir livros dada pelo Bayán. Nós vos permitimos conhecer as ciências que vos são proveitosas, não as que acabam em disputas fúteis. É isso o que mais vos beneficia, se sois dos que compreendem…”

…E depois mudou a forma de interpretar  a Bíblia no KITÁB – I – ÍQÁN  (O LIVRO DA CERTEZA). A principal mensagem de Baha’u’llah para os últimos tempos é que a terra passará por um período de renovação e se transformará no reino de “cristo”  (na verdade do cristo cósmico)  na terra. Hoje, vários teólogos renomados como J. Dwight Pentecost compraram essa idéia e estão espalhando essa mentira pelo mundo inteiro, começando pelos EUA.

Mas o filme também obedece o Artigo k29 das leis do Kitáb que consagra o número nove de Baha’u’llah , pois ele se passa no ano de 2043 (2+0+4+3=9). Agora que sabemos quem vai interpretar a Bíblia na vida real, vamos ao filme…

1) Cena dos gatos

No início do filme surge um gato no meio da devastação da guerra e mais adiante aparece outro gato. Isso é um culto a deusa gato Bastet da mitologia egípcia. Diz a mitologia que a deusa Bastet   surgiu após a fúria da deusa leoa Sekmet que obedecendo as ordens de Rá devastou a terra com tanta fúria que quase todas as pessoas foram mortas. Isso é exatamente o que acontece no filme.

Essa deusa também passa pelo ciclo de reencarnações. Isso explica por que colocaram dois gatos no mesmo filme. Na cena do bar outro gato fica irritado com a presença de ELI representando a reencarnação de Bastet. Por outro lado, gatos são seres espirituais e sentem a presença de um ser maligno. O segundo gato fica irritado com a presença de ELI. Afinal….nenhum  cristão verdadeiro sai decepando ou matando pessoas por ai com um facão.

Tanto Sekmet como Bastet são disfarces da Rainha dos céus que muda constantemente de nome em todas as eras. Bastet foi adorada no Egito, Grécia, Roma e recentemente no catolicismo, por exemplo: Santa Gertrudes de Nivelles é sempre representada com um gato.

O Papel da Rainha dos céus é ameaçar a  humanidade dizendo que para conter a devastação do planeta é necessário a implantação de economia divina portadora do seu sinal que é a estrela de nove pontas do seu filho  Baha’u’llah; e se isso não for feito  o seu “ imaculado coração “ vai se vingar. Essa é a mensagem que ela passa para os videntes católicos em todo o mundo.

2) Manipulação através dos choros , ops!!!…a música de Al Green

O filme usa a música depressiva de Al Green  “How Can You Mend A Broken Heart “ (Como você pode consertar  um coração partido?) que mais parece uma canalização do que está por vir para os Estados Unidos e seu sistema Babilônio de governo. Quando a Ordem Mundial de Baha’u’llah devastar os EUA muitos serão pegos de surpresa. Al Green relata exatamente isso nesse trecho da música:

“…I could never see tomorrow, I was never told about the sorrow (Eu não conseguia ver o amanhã, e nunca me contaram sobre o sofrimento)….”

Sim! Isso foi avisado e está em Apocalipse 17:16, mas a idolatria dos americanos cegaram esse entendimento. Essa técnica subliminar e satânica consiste em implantar no coração do telespectador sentimentos de angustias e depressão através da música para que sejam reavivados pelo poder do cristo cósmico.

Respondendo a pergunta que recebeu o título da canção de Al Green…a manifestação de Baha’u’llah unificará esses corações partidos.

A cena final com a música de Al Green enfatiza o Sol que a manifestação do cristo solar sobre Eli.

3) A chegada de Eli na cidade

Ao chegar na cidade que representa a queda do império Babilônico, Eli se encontra com o governante local  (Carnegie)  que é muito materialista. Ele  também quer se apoderar da Bíblia, mas para manipular as pessoas. A ordem illuminati, controlada pelos EUA, quer usar a Bíblia com esse mesmo fim.

A cidade está em um completo caos, muitas pessoas sofrem com a falta de  água, comida e muitos estão praticando o canibalismo. A falta de água também é uma estratégia da ONU para unificar os povos através da  economia divina de Baha’u’llah. Essa idéia foi bem explorada no  filme.

4) O usando a numerologia bíblica no  Salmo 23

Em uma determinada cena, Eli recita o salmo 23  que esconde o número cinco (2+3=5) e em outra, em um túnel, aparece a data 14/06 que uma vez somada temos o 23 (14+6+2+0+1+0=23) e 2+3=5. o número cinco é um disfarce para representar o V da vitória dos discordianos, ou seja, o lema illuminati da  ordem através do caos. O mesmo acontece com a data dos atentados ao WTC 11+9+2+0+0+1 = 23 e 2=3 =5.

5) A chegada do cavaleiro branco

O personagem Carnegie (o vilão da historia), numa cena rápida aparece jogando xadrez sozinho, e o mesmo move o cavalo branco. Isso representa a chegada o reino da paz do cavaleiro mencionado em Apocalipse 6:2 que é o reinado do cristo cósmico e suas instituições globais chamadas de “ O Arco da Vitória”.  que serão administradas pelo Anticristo e seus nove mestres eleitos.

6) A fuga na cabana e os sinos da nova era

Para fugir do governador da cidade Eli e Solara acabam encontrando uma cabana habitada por um casal de canibais.  O  filme usa o refrão da música de Anita Ward  que diz:  You can ring my be-e-ell, ring my Bell (Você pode tocar meu si-no, tocar meu sino) . E o sino unificador da nova era é tocado inspirado na epístola abaixo de Baha’u’llah, pois o casal de  canibais ao ouvirem a música largam os sinos para protegem a vida de ELI e Solara:

“..Ó união de sacerdotes! Deixai os sinos e saí, então de vossas igrejas. Cumpre-vos neste dia, proclamar em altas vozes entre as nações o Nome Supremo..” (Epístola de Baha’u’llah para os cristãos – Lawh-I-Aqdas)

A explicação de tantos dogmas do catolicismo nesse filme é que Baha’u’llah escolheu o Papa como o líder de todas as religiões;  e claro…ele usará a Bíblia de forma errada.

7) A chegada na terra prometida no Oeste

Eli sempre caminha para o Oeste. Diz uma lenda chinesa chamada “A jornada para o Oeste” que um monge chamado Genjo Sanzo morreu ao evitar a saída do abismo de um demônio que estava lacrado e tornou-se um semi-deus.

Com isso, o filme está dizendo que o interprete da Bíblia que é o cristo cósmico se tornará um semi-deus. Ora, como satanás está no inferno e seu trono está vago nas regiões celestiais do mal, o cristo cósmico pensará que o destruiu achando que é  um semi-deus.

Finalmente Eli e Solara chegam a terra prometida que são as ruínas de São Francisco (Califórnia), famosa por defender os direitos homossexuais. Os ocultistas também  lembraram do big one que devastará essa região em breve.

O nome da personagem Solara lembra a palavra Sol ou o Solístico de 2012 que os aderentes da nova era e muitos falsos cristãos aguardam para iniciar a reconstrução do paraíso na terra.

O livro de Eli (a Bíblia) foi roubado pelo governador da cidade (Carnegie,) que representa o líder da Babilônia americana, mas ele começa a reescrever todos os versículos com a ajuda de um escriba. Carmegie, por estar cego e ser materialista, não consegue ler a Bíblia.

O local onde está a terra prometida fica próximo ao Mar na prisão de Alcatraz.  Traduzindo essa cena para o ponto de vista bíblico, Eli acabou de entregar a Bíblia para que a besta do mar (O Anticristo e seus nove mestres eleitos)  governem a terra através do seu interprete oficial, o falso Profeta que é o Papa.

8) Reescrevendo a Bíblia

Após Eli  terminar de citar todos os versículos (vestido como mulçumano) começa a impressão de Bíblias para a nova ordem mundial inspiradas na versão King James, considerada por muitos como uma das melhores traduções, ou seja, se ela é considerada a melhor verdade,  produzirá a melhor mentira quando for interpretada de  forma errada. A primeira King James já estava sendo preparada para ser usada na nova ordem mundial. Ela surgiu em 1611. Somando esses números temos o nove (1+6+1+1=9).

Como os aderentes da nova era e alguns líderes evangélicos acreditam na reconstrução do paraíso na tera, Eli começa a ditar o livro Gênesis que é a  base do Torá, livro que será usado pelo Anticristo.

Eli e Solara representam os sacerdotes da nova ordem mundial de Baha’u’llah, a liderança global espiritual tão sonhada por pregadores como Myles  Munrroe e outros. Eles também representam o novo tipo de cristão que surgirá sendo esses capazes de matar pensando que com isso estarão prestando culto a DEUS.

Solara, agora como sacerdotisa da nova era, volta para a Babilônia em ruínas com a sua King James, uma espécie de MP3 e um facão  para “espiritualizar” as pessoas. Isso representa o renascimento da fênix  espiritual americana na nova ordem mundial, mas agora submissa ao reino do Anticristo. Foi Shogui Effendi (Guardião da Fé Bahá’i) que criou os princípios desse pacto militar global:

“…O princípio fundamental que forma a base deste Pacto solene deve ser tão estável que, se qualquer governo violar posteriormente alguma de suas provisões, todos os governos da terra devem se levantar para reduzi-lo à absoluta submissão..” (Shoghi  Effendi- A Ordem Mundial de Baha’u’llah).

E por que não terminar o filme ouvindo a mesma lamentação de Al Green  “How Can You Mend A Broken Heart “ (Como você pode consertar  um coração partido?). Ora, os corações serão supostamente consertados com a manifestação da besta do abismo que é o cristo cósmico:

“A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; e os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão, vendo a besta que era e já não é, mas que virá.”  (Apocalipse 17 : 8)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: