• março 2010
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • Anúncios

Consulta multilateral Bahá’i é aplicada em escala mundial pela ONU

Biblicamente falando, a consulta multilateral é o processo que está sendo  usado na tomada de decisões globais e que ajuntará todos os povos da terra em um parlamento mundial:

Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos.” (Habacuque 2 : 5)

A ordem deixada para esse parlamento mundial fluiu da pena unificadora de Baha’u’llah  escrita em sua Epístola Laqh-i-maqsúd:

“..O Grande Ser, desejando revelar os requisitos da paz e tranqüilidade do mundo e do progresso de seus povos, escreveu: Há de vir o tempo em que se compreenda universalmente a necessidade imperiosa de se convocar uma vasta assembléia de homens – assembléia essa, que a todos abranja… “ LAWH-I-MAQSÚD  (Epístola de Maqsúd)

E foi assim que surgiu a ONU (Organização das Nações Unidas) com o objetivo de ajuntar para si todos os povos.

Com os ensinamentos de Baha’u’llah em mãos, a comunidade mundial Bahá’i apenas oficializou  na Comissão das Nações Unidas para o Desenvolvimento Social a  implantação da consulta multilateral divina de Baha’u’llah. Foi entregue nessa comissão da ONU o documento final com o parecer da comunidade Bahá’i (link no final do post).Abaixo temos  um trecho traduzido onde a comunidade sugere a aplicação da consulta multilateral em escala mundial.

“…A experiência da Comunidade Bahá’í no mundo inteiro, que residem em 188 países e 45 territórios, sugere que o processo de consulta tem aplicação universal …“

O que está sendo implantado funciona da seguinte forma. Primeiro as pessoas são agrupadas ( de preferência líderes famosos )  em nome de uma causa para debater um tema qualquer e  que antecede   o plano de cinco etapas da consulta. O que deve prevalecer nas decisões é a unidade da diversidade, ou seja, o bem comum independente de estar certo ou não, pois os líderes mundiais aprenderão ou serão punidos pelos erros que cometerem.

Por exemplo, podemos pegar a terrível e assustadora agenda gay que está sendo aplicada no Brasil. Recentemente, o Pastor Silas Malafaia (Sim! Baha’u’llah tragou ele de novo)  participou de um debate inútil no programa do Ratinho com  Iara Bernardes,  autora do PL.126/06.

Com a criação do Parlamento Mundial,  essas duas lideranças serão chamadas para entrar em um consenso que já está pré definido em nome do bem comum e terão que aceitar a nova lei. A  consulta tem o mesmo valor do programa do Ratinho (se é que esse programa tem algum). As metas serão previamente definidas pelo executivo mundial de Baha’u’llah (vulgo anticristo) . Na verdade, os dois grupos divergentes somente serão chamados para ficarem cientes da nova legislação, pois esse líder mundial, segundo as ordens deixadas por Baha’u’llah, não poderá ser questionado:

“..Tal estado terá que incluir dentro de seu campo de ação um Executivo Internacional capaz de exercer autoridade suprema e inquestionável sobre qualquer membro recalcitrante da comunidade mundial..” (Shoghi Effendi- A Ordem Mundial de Baha’u’llah).

O processo de consulta não passa de um anzol ou uma rede que está pegando os cardumes de peixes (vide Silas Malafaia)  e levando-os para a guilhotina (satanás regozijará nesse momento). Habacuque profetizou muito bem sobre isso:

“Ele a todos levantará com o anzol, apanhá-los-á com a sua rede, e os ajuntará na sua rede varredoura; por isso ele se alegrará e se regozijará.”  (Habacuque 1 : 15)

Por exemplo, se o Anticristo disser que todos aqueles que não apóiam o homossexualismo devem ser mortos isso acontecerá. O mesmo pode ser aplicado na causa ambiental,  na adoração mundial de Bahá’u’llah ou em qualquer outro fator que promova a unidade. A ordem para fazer isso encontra-se no texto abaixo:

“…Dize: Os céus dobraram-se e a terra está segura em Suas mãos; os malfeitores foram segurados pelo topete e ainda não compreendem…” ( Seleção dos escritos de Baha’u’llah)

E isso de fato acontecerá, pois quando a imagem de Baha’u’llah falar que os rebeldes devem ser pegos pelo topete e punidos  o executivo mundial entrará em cena para aplicar a lei em nome da unidade da humanidade:

“E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.”  (Apocalipse 13 : 15)

Referência:

http://bic.org/statements-and-reports/bic-statements/10-0203.htm

Anúncios