• dezembro 2009
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Anúncios

Uma análise do filme Anjos e demônios

A idéia principal do filme é convencer o telespectador da importância da união entre a ciência e a religião que é um dos princípios de  Baha’u’llah . Para explicar esse princípio a figura ímpar de Abdu1’l’Bahá ensinou os governantes da terra durante o ano de 1912 em suas palestras. Abaixo temos um de seus ensinamentos:

“…O terceiro ensinamento ou princípio de Bahá’u’lláh é que religião e ciência estão em completo acordo. Toda religião que não estiver de acordo com a ciência estabelecida é superstição…” (25 DE ABRIL DE 1912 Palestra na Residência do Sr. e Sra. Arthur J. Parsons  Rua Dezoito, 1700, NW, Washington, D.C.)

A importância dessa unificação tem como meta final criar a imagem que se assemelha ao espírito de Baha’u’llah para que seja implantada a sua economia divina portadora do seu sinal, nome e número de letras do seu nome.

Dan Brown segue o mesmo princípio dos demais ocultistas que é: Faça o que quiser, mas não revele o nome do prometido. Esse pacto tem feito com que ele adquirisse uma riqueza estupenda através de suas obras.

Agora vamos analisar algumas cenas :

O funeral de João Paulo II

O caixão de João Paulo II foi totalmente preparado para que ele seja aclamado como santo e também é esperado algum sinal milagroso em sua tumba.  Para que essa magia possa ser realizada a sociedade satânica do trapezóide se infiltrou no vaticano e construiu o caixão do Papa com o seu símbolo principal que é o trapézio.

A sociedade do trapezóide usa o símbolo 666 que será destruído pelo sistema 999. Essa dualidade pode ser vista logo no início do filme quando os autores fazem questão de destacar  os nove dias da – sede vacante –em que  o trono do Papa fica vazio. O filme também faz uma referência ao Papa Pio IX, o primeiro Papa a receber uma epístola de Baha’u’llah onde ele ordena que o futuro papa seja   o líder das religiões.

O acelerador de partículas

O filme trata o LHC como uma bomba, mas o seu objetivo final é bem diferente. Até mesmo a mídia globalista como o jornal G1 publicou uma matéria explicativa dizendo que os cientistas possuem grande interesse pela quarta dimensão (foto).

É nesse local, conhecido biblicamente como as regiões celestiais do mal, que satanás aguarda com grande expectativa que seja criada uma ponte entre os dois mundos e o seu sinal unificador (a estrela de nove pontas).

O filme também faz questão de destacar a velocidade da colisão do LHC que é de 99%.   O filme ainda usa a contagem regressiva 4,3,2 para iniciar a colisão  e para sem dar continuidade. Somando os números temos novamente o nove.

A profecia illuminati – I

O assassino do filme, após seqüestrar 4 cardeais, faz a seguinte ameaça:

“…O vaticano será destruído pelo poder da luz. Uma estrela brilhante no caminho da iluminação..”

O plano verdadeiro está muito longe de ser uma bomba, mas a manifestação espiritual do sinal unificador de Baha’u’llah que foi escrita da seguinte forma pelo Guardião da Fé:

“…o espírito da adoração e, visto de cima, do ar, se assemelha a uma Estrela de Nove Pontas descida do céu para encontrar sobre a terra seu lugar de repouso.Para guiar os povos, porém, na senda que os levará à Terra Prometida..” (Shoghi Effendi- A presença de DEUS).

Através dessa manifestação, Baha’u’llah destruirá a adoração de João Paulo II. Uma vez que os sinais se manifestarão em Haifa, inclusive uma aparição da Rainha dos Céus, o Papa (seja ele quem for) trocará o Vaticano pelo Monte Carmelo como foi ordenado por Baha’u’llah .

A profecia Illuminati – II

E para ajudar a expulsar o papa do Vaticano os Illuminatis contam com os templários, pois a muito tempo esses querem vingar a morte do seu  antigo Grão Mestre Jacques De Molay durante a Santa Inquisição. A maior prova de que eles estão infiltrados é o próprio obelisco que se encontra na praça de São Pedro.

Os quatro elementos   Ar, fogo, água e terra

O assassino contratado pelo carmelengo do Papa começa a matar alguns cardeais obedecendo os princípios elementares da alquimia.  Nesse ponto tanto o Vaticano como a ordem mundial de Baha’u’llah usufruem do mesmo conhecimento místico para realizar os seus sinais.

Segundo o texto dos alquimistas  descrito abaixo, o trabalho com os quatro elementos levam a criação do fogo espiritual, ou seja,  a fonte mística da alquimia  que serve de adoração tanto para o Vaticano como Baha’u’llah:

“..Esta energia é o famoso Mercúrio dos Sábios. O mercúrio, ou água mercurial, é visível para o sentido da auto-observação psicológica. Inquestionavelmente, esse sentido também recebe o nome de clarividência. A água mercurial no princípio é negra, mas quando se refina através do Sacramento da Igreja de Roma, isto é, através do Sacramento do Amor, torna-se branca. Se continuamos refinando, através do Sacramento da Igreja de Roma, através da cúpula química e metafísica, está água mercurial torna-se amarela. Se continuamos o trabalho místico, tal água amarela ou mercúrio propriamente dito recebe o enxofre. O enxofre é o Fogo…”

Abaixo temos um ótimo video sobre esse tema que vale apena assistir:

A estátua de Habacuque

Essa é a cena mais hilária do filme, pois Habacuque foi justamente o profeta que escreveu sobre a chegada do soberbo que ajuntará para si todos os povos (Habacuque 2:5). O que é chamado de caminho da iluminação e na verdade a maior apostasia de todos os tempos.

O Conclave do Vaticano

Após o falso ato heróico do Carmelengo do Papa em subir usando um helicóptero para afastar a suposta bomba LHC do  Vaticano , um dos cardeais sugere que ele seja aclamado como o novo papa usando  o  código fictício do eleitorado papal 63. Somando os números temos o nove.  Mais uma vez temos uma mensagem subliminar para adorar esse número em obediência as leis do Kitáb-i-adas de Baha’u’llah.

A união entre a ciência e a Religião

O investigador descobre que o Carmelongo do Papa armou essa trama para poder subir ao poder e também anular a união entre a ciência e  a religião. Após a morte do investigador, os cardeais que estão no conclave ficam sabendo dos planos e elegem um outro Papa.

O fictício papa do filme  resolve se chamar Lucas por esse ser um médico, ou seja, um cientista na visão dele.  Definitivamente esse filme parece ter sido encomendado ou inspirado nos ensinamentos de Baha’u’llah.

O novo papa também conversa minutos antes da sua posse com o ator principal do filme e lhe da um livro do cientista Galileu Galilei. E mais uma vez é eleito um Papa que concorda com a importância da união entre a ciência e a religião para estabelecer a nova ordem mundial.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: