A tríplice tiara dos Papas e a nova ordem econômica mundial

tiara papalResumo: A igreja católica não se limita a sua tríplice identidade  jurídica formada pela Santa Sé, O  Vaticano e a Igreja Católica. Ela também   possui três significados espirituais que são:

“…A tiara tripla do pontífice pode servir para nos lembrar de seu papel como primaz da Igreja, como presidente-executivo de seu governo e como governante de um minúsculo principado. Isto quer dizer que o pontífice preside três entidades distintas:

A Igreja Católica Romana, uma organização internacional que afirma fornecer acesso exclusivo (ou exclusão) para certos destinos no porvir.

A Santa Sé, uma monarquia absolutista, cujo governante é indicado por Deus. A Santa Sé é, ao mesmo tempo, o governo da Igreja Católica Romana, e também do Estado do Vaticano.

O Estado do Vaticano (oficialmente “Estado da Cidade do Vaticano”), um país com menos de um quilômetro quadrado, cujos 500 cidadãos são todos membros da hierarquia da Igreja….”(Site Espada)

 

Os significados espírituais da tiara papal:

1) A tiara iluminista

No parágrafo 23 da  encíclica CARITAS IN VERITATE ,  Bento XI usa uma referência deixada pelo Papa João Paulo II que fala sobre uma nova reestruturação econômica após o término da Guerra fria em 1989:

23 “(..)Em 1991, na sequência dos acontecimentos do ano 1989, o Pontífice pediu que o fim dos « blocos » fosse seguido por uma nova planificação global do desenvolvimento, não só em tais países, mas também no Ocidente e nas regiões do mundo que estavam a evoluir. Isto, porém, realizou-se apenas parcialmente, continuando a ser uma obrigação real que precisa de ser satisfeita, talvez aproveitando-se precisamente das opções necessárias para superar os problemas econômicos atuais(..)”

Com os acontecimentos na Rússia em 1989  (fim da guerra fria) surgiu o Banco Europeu que foi um dos alicerces para um novo sistema econômico de  blocos que evoluiu para o  sistema illuminati de governo.

Para que essa economia gire em torno do dólar , os países que fazem parte do G20, por exemplo,  tem como função sustentar a Comissão Trilateral. Na noticia abaixo, o G20 investe em formar de empréstimos para gerar créditos  financeiros como forma de resolver o problema :

Notícia:  “…O G20 conseguiu aumentar a capacidade de empréstimo do FMI de US$ 500 bilhões para US$ 750 bilhões. O G20 prometeu aumentar o comércio internacional com US$ 250 bilhões em financiamento, sendo US$ 50 bilhões de dinheiro do Banco Mundial. Apenas US$ 65 bilhões foram alocados até agora…” (G1).

2) A tiara do bahaismo

Bento XVI apresenta uma outra solução para o problema. No parágrafo 39 ele usa a encíclica de Paulo IV para ilustrar uma nova economia mundial que abranja todos os povos e não somente blocos econômicos:

39. “Na Populorum progressio, Paulo VI pedia que se configurasse um modelo de economia de mercado capaz de incluir, pelo menos intencionalmente, todos os povos e não apenas aqueles adequadamente habilitados…”

E vergonhoso para um  Papa que diz ter conhecimento Bíblico escrever as palavras acima, pois esse sistema econômico que ajuntará para si todos os povos é o plano de governo da Besta do Abismo e o verdadeiro DEUS não tem parte alguma com isso:

Tanto mais que, por ser dado ao vinho é desleal; homem soberbo que não permanecerá; que alarga como o inferno a sua alma; e é como a morte que não se farta, e ajunta a si todas as nações, e congrega a si todos os povos. (Habacuque 2 : 5)

Esse é o mesmo plano da economia divina de Baha’u’llah, pois ela meche na base do sistema econômico que é toda a sociedade. Através da sua manifestação espiritual  que será realizada pela Besta de Dois chifres e com o auxílio do Papa ( o falso profeta seja ele quem for na época). Esses tocarão nos corações de todas as pessoas que não conhecem o verdadeiro DEUS que já  estão cooperando com a nova ordem mundial portadora do sinal, nome e número de letras do nome de Baha’u’llah. Esse grande momento de apostasia da humanidade foi descrito da seguinte forma pelo Guardião da fé:

“…Unicamente aqueles que já reconheceram a posição suprema de Bahá’u’lláh, somente aqueles cujos corações foram tocados por Seu amor, e se familiarizaram com a potência de Seu espírito, podem adequadamente apreciar o valor desta Economia Divina – Sua dádiva inestimável para a humanidade. Líderes da religião, expoentes de teorias políticas, governantes de instituições humanas, que presentemente testemunham com perplexidade e consternação a falência de suas idéias e a desintegração de sua mão-de-obra, bem poderiam dirigir o olhar para a Revelação de Bahá’u’lláh e meditar sobre a Ordem Mundial…” (Shoghi Effendi- A Ordem Mundial de Baha’u’llah)

3) A tiara da Rainha dos Céus

Bento inclinou-se totalmente para o reino de Abhá e sua economia divina,  mas como ele nunca foi muito obediente aos ensinamentos de Baha’u’llah, pois a sua encíclica também possui influência illuminati; por isso, ele precisa da sua auxiliadora – a Rainha dos Céus.

A encíclica de Bento termina exatamente na esperança de uma aparição da Rainha dos Céus para estabelecer a economia integral:

79 (…) Que a Virgem Maria, proclamada por Paulo VI Mater Ecclesiæ e honrada pelo povo cristão como Speculum Iustitiæ e Regina Pacis, nos proteja e obtenha, com a sua intercessão celeste, a força, a esperança e a alegria necessárias para continuarmos a dedicar-nos com generosidade ao compromisso de realizar o  desenvolvimento integral do homem todo e de todos os homens ..”

(CARITAS IN VERITATE –Papa Bento XVI-Roma)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: