• abril 2009
    S T Q Q S S D
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  

Os 144.000 selados

E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. (Apocalipse 7 : 4)

A comunidade Bahá’i interpreta o versículo Bíblico  acima de forma simbólica, ou seja, para eles esse versículo não diz necessariamente que sejam 144.000 pessoas e por isso atribuíram para si como os escolhidos de DEUS. Para se apossarem desse versículo, primeiramente eles leram o artigo K-29 do Kitáb-i-aqdas  (a carta magna da nova ordem mundial) que consagra o número nove…

K-29. “Dize: Este é aquele conhecimento oculto que jamais há de mudar, pois inicia-se com o nove, o símbolo que representa o Nome oculto e manifesto, inviolável e inacessivelmente excelso…”

 …e somaram os números da seguinte forma: (1+4+4) (0+0+0) = 9

Através dessa consagração, a comunidade Bahá’i tem o direito  de administrar a futura economia divina portadora do sinal (a estrela de nove pontas), do nome de Baha’u’llah e do número de letras do seu nome (9) através da Casa Universal de Justiça, a guardiania e do Arco da vitória de Baha’u’llah.

 Além da economia, a comunidade bahái também criará leis para marcar algumas pessoas por não estarem de acordo com o novo sistema econômico. Essa lei encontra-se no artigo K-45 do Kitáb (Obs.onde se lê “DEUS” substitua por Baha’u’llah):

45. “Exílio e aprisionamento são decretados para o ladrão e, no terceiro delito, colocai-lhe uma marca na fronte, para que assim identificado não seja aceito nas cidades de Deus e em Seus países”

O delito descrito acima não se trata apenas de roubo. Como a Nova Ordem Mundial de Baha’u’llah é totalmente espiritual, também será considerado um delito blasfemar contra o seu nome ou os rituais que serão realizados futuramente no novo templo:

Para que tudo isso aconteça, a comunidade Bahá’i reservou um local para a construção de um templo na cidade de Haifa (norte de Israel) no Monte Carmelo. Mas a comunidade mundial Bahá’i apenas exerce a função consultiva e legislativa. Compete ao executivo mundial  ( O anticristo), os seus nove mestres eleitos e principalmente a Maçonaria cumprirem as leis do Kitáb. É por isso que a maçonaria foi dividida em 33 graus, dessa forma eles aprenderam como serem fiéis ao governo de Baha’u’llah  de 33 formas diferentes durante suas vidas.

Os principais delitos  serão blasfemar:

1 ) Da imagem que causa ciúmes na entrada do santuário:

 E disse-me: Filho do homem, levanta agora os teus olhos para o caminho do norte. E levantei os meus olhos para o caminho do norte, e eis que ao norte da porta do altar, estava esta imagem de ciúmes na entrada. (Ezequiel 8:5)

O profeta Ezequiel é exortado a olhar para o norte de Jerusalém-Israel. Ao norte de Israel encontra-se o Monte Carmelo na cidade de Haifa (sede administrativa da comunidade mundial Baha’i).

No Grau 33, o  Soberano Grande Inspetor Geral é totalmente condicionado a adorar a estrela de nove pontas (que também representa a imagem do espírito de Baha’u’llah) na decoração do templo  durante o seu rito

2) Do santuário coberto de animais abomináveis:

E entrei, e olhei, e eis que toda a forma de répteis, e animais abomináveis, e de todos os ídolos da casa de Israel, estavam pintados na parede em todo o redor.(Ezequiel 8:10)

É muito comum nas ilustrações dos templos maçônicos existirem animais estranhos como nessa foto.

animais_templo3) As mulheres que choram por  Tamuz, representado hoje por Baha’u’llah.

14  E levou-me à entrada da porta da casa do SENHOR, que está do lado norte, e eis que estavam ali mulheres assentadas chorando a Tamuz.(Ezequiel 8:14)

Tamuz, filho de Semíramis e Ninrode,  é uma figura “messiânica” que hoje também é representada de certa forma por  Baha’u’llah que se declara o “sol da verdade”.

O templo e o sinal na testa

O  templo  será construído pelo Anticristo no norte de Israel- Haifa como foi descrito pelo profeta Ezequiel. É nesse local que estará a imagem que provoca ciúmes de DEUS:

Estendeu ela dali uma semelhança de mão e me tomou pelos cachos da cabeça; e o Espírito me levantou entre a terra e o céu, e levou-me a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava colocada a imagem dos ciúmes, que prova ciúme de DEUS  (Ezequiel 8 : 3)

Desse templo, localizado no norte, saem seis homens da porta superior e cada um possui um estojo com um tinteiro na cintura:

 E eis que vinham seis homens a caminho da porta superior, que olha para o norte, e cada um com a sua arma esmagadora na mão, e entre eles um homem vestido de linho, com um estojo de escrevedor à sua cintura; e entraram, e se puseram junto ao altar de bronze. (Ezequiel 9:2)

O estojo mencionado acima faz parte da ornamentação da loja maçônica durante o rito praticado no grau 12, conhecido como  Grão-Mestre Arquiteto.  A Loja é armada de branco e com chamas vermelhas. Sobre a mesa dos três primeiros oficiais há um estojo de matemática. A Fita usada no grau 12 – Fita de cor azul, pendente a Jóia do Grau que é uma placa onde estão gravadas de um lado sete semicírculos com sete estrelas e um triângulo com a letra A no centro.

Durante o aprendizado do grau 12, o maçom aprende mais uma lenda sobre Salomão (que representa o Anticristo). Dessa vez, a construção está parada devido a uma crise financeira; compete às 12 tribos de Israel apresentarem uma solução, mas elas falham.

Existe um outro ritual na maçonaria chamado “idade” e isso não tem nada a ver com a idade do maçom e sim com uma série de códigos que são mantidos em segredo, nesse caso a  Idade da plenitude é  45 anos, ou seja, uma referência ao artigo k-45 do kitáb-i-aqdas.

marca14445. “Exílio e aprisionamento são decretados para o ladrão e, no terceiro delito, colocai-lhe uma marca na fronte, para que assim identificado não seja aceito nas cidades de Deus e em Seus países”

A verdadeira função desses seis  homens é marcar na testa as pessoas que estão suspirando contra as abominações que são praticadas no templo do norte:

E disse-lhe o SENHOR: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela. (Ezequiel 9:4)

 O objetivo dessa marca é salvar essas pessoas da ira de DEUS descrita em Apocalipse 7 (1-2) e Apocalipse capítulo 9. Esses são os verdadeiros 144.000 selados da tribo de Israel:

E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. (Apocalipse 7:4)

Mas as seis pessoas que saem do templo não são de DEUS e  nem o homem vestido de branco (tal como no rito maçônico), pois elas estão no templo do norte de Jerusalém. Os 144.000 serão vistos pelas pessoas como ladrões em suas cidades por usaremtriangulos-holocausto esse marca na testa. Algo parecido com isso aconteceu nos campos de concentrações nazistas, onde o agente humano de satanás – Hitler (uma espécie de Anticristo)-  que  mandava  marcar  seus prisioneiros com um triângulo, ou seja, satanás apenas fez um pequeno teste na época usando esse ditador imbecil para aperfeiçoar no final dos tempos. 

Referências:

THE BAHÁ’ÍS: CHRISTIANS OF THE SECOND ADVENT

http://www.angelfire.com/mo/baha/19.html

Uma visão global dos 33 graus do REAA (Rito Escocês Antigo e Aceito)

%d blogueiros gostam disto: