O terceiro templo

O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. (II Tessalonicenses 2 : 4)

Resumo: Na falta de um templo; a fé Bahá’i criou dois. E assim temos um templo para o Anticristo e outro para o Cristo Cósmico ( A besta do Abismo).

A nova ordem mundial terá  um executivo internacional  como descrito abaixo:

“…Tal estado terá que incluir dentro de seu campo de ação um Executivo Internacional capaz de exercer autoridade suprema e inquestionável sobre qualquer membro recalcitrante da comunidade mundial…” ( A ordem mundial de Bahá’u’lláh)

De acordo com a Epistola enviada à Rainha Vitória, o executivo mundial virá da sua descendência. Ou seja, um dos príncipes Britânicos. No ano de 2008 o príncipe William tornou-se, segundo a tradição ocultista real, um cavaleiro da Ordem da Jarreteira  que é uma sociedade maçônica apresentada com outro nome pela mídia gloablista:

Príncipe William torna-se cavaleiro da Ordem da Jarreteira

LONDRES, 16 Jun 2008 (AFP) – O príncipe William, segundo na ordem de sucessão à coroa da Inglaterra, foi feito hoje cavaleiro da Ordem da Jarreteira, a mais antiga ordem de cavalaria do país, pela rainha Elizabeth II.UOL

A Nova ordem mundial de Baha’u’llah procura um líder jovem. Esse perfil foi elaborado pela ONU juntamente com a consultoria da fé Bahá’i . Infelizmente o link sobre esse tema foi retirado da internet. Isso é lamentável, pois foi perdido mais uma prova do governo mundial.

A maçonaria possui duas divisões sobre o governante mundial desde que Baha’u’llah dividiu-a em dois grupos que são: os materialistas e os espiritualistas. Os materialistas aguardam um líder político que trará paz para a terra.

Para os materialistas, a fé Bahá’i demarcou o local do futuro templo maçônico com um obelisco no Monte Carmelo (foto).

temploEle somente poderá ser construído pelo executivo mundial. Esse templo, segundo a fé Bahá’i,  possuirá apenas um valor de referência para as “orações”, mas será nesse local que o Anticristo (por ser um depravado e imoral ) fará as suas orgias e profanará o santuário como descrito pelo profeta Daniel:

E braços serão colocados sobre ele, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o sacrifício contínuo, estabelecendo abominação desoladora. (Daniel 11 : 31)

O Anticristo maquinará seus projetos não em Jerusalém, mas em uma província fértil de Israel.

Virá também caladamente aos lugares mais férteis da província, e fará o que nunca fizeram seus pais, nem os pais de seus pais; repartirá entre eles a presa e os despojos, e os bens, e formará os seus projetos contra as fortalezas, mas por certo tempo. (Daniel 11 : 24)

O monte Carmelo em Haifa é hoje a terceira província mais fértil de Israel exatamente como descrito pelo profeta Daniel.

Não existem versículos na Bíblia dizendo que  haverá um terceiro templo;  mas o fato é  que haverá um templo judeu em Jerusalém ou em algum lugar de Israel, no mínimo até a metade da grande tribulação de sete anos. Essa afirmação é apoiada em quatro passagens Bíblicas: DN 9,27 11,31 MT 24.15-16 TS 2,3-4 AP 11,1-19. Essas passagens prevêem um período de sete anos de tribulação e neste período o Anticristo  profanará o templo.

Mas existe uma outra divisão da maçonaria (a maçonaria que a guarda apenas o cristo cósmico) que não vê a necessidade de reconstruir o Templo de Salomão:

“…não tentamos reconstruir materialmente o Templo de Salomão; é um símbolo, nada mais – é o ideal jamais terminado, onde cada maçom é uma pedra, preparada sem machado nem martelo no silêncio da meditação. Para elevar-se, é necessário que o obreiro suba por uma escada em caracol, símbolo inequívoco da reflexão. Tem por materiais construtivos a pedra (estabilidade), a madeira do cedro (vitalidade) e o ouro (espiritualidade)…” (pedreiros Livres)

Para esse grupo de maçons Baha’u’llah deixou as palavras abaixo, onde ele diz que após a sua “ ressurreição” ele estabelecerá o seu trono no paraíso:

“…O Jovem celestial ascendeu ao Trono da glória, tornou manifesta sua soberania independente, e agora anuncia, nos versos mais doces e maravilhosos, este chamado entre a terra e o céu: “Ó povos da terra…” (Bahá’u’lláh-  O Chamado do Senhor das Hostes)

A ordem internacional de Baha´’u’llah , nesse caso, atende todas as necessidades da duas maçonarias, dos judeus ortodoxos, dos Judeus cabalistas e de todas as religiões (claro que menos os cristãos verdadeiros). As casas de adoração não se limitarão ao templo em Israel, mas em todo o mundo. E por isso ele é conhecido como o Senhor das religiões em seu Kitáb-i-Aqdas ( a carta magna da nova ordem mundial) e também aquele que ajuntará para si todos os povos:

K-31” ..Ó povos do mundo! Edificai, em todas as terras, casas de adoração em nome dAquele que é o Senhor de todas as religiões…”

Obs.: Esse post é uma revisão, atualização e transferência do  blog censurado com o tema: “A reconstrução do templo de Salomão).

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: